HomeTecnologia & InternetPDF: o que é e sites para converter arquivo

PDF: o que é e sites para converter arquivo

-

O PDF é um formato prático de arquivos e documentos, que possui uma grande difusão pelo mundo.

É um formato padrão utilizado para diversos fins, e que permite aos usuários e criadores iniciais uma qualidade de exibição, bem como a permanência de todos os traços originais, mesmo após transitar por diversas plataformas e dispositivos.

Mesmo no uso cotidiano, é muito comum, ao realizar o envio de um documento ou arquivo similar para outra pessoa, ao chegar no destino final, ele sofrer algumas alterações pelo meio como foi enviado.

Até mesmo o próprio computador, ao abri-lo, causa algumas mudanças, principalmente no que se refere a sua formatação.

Contudo, o PDF é um formato mais “rígido”, permanecendo inalterado, pois é um modelo menos editável que os outros.

- Continua Depois da Publicidade -

Por isso, é a forma ideal de arquivos para impressão, envios de trabalhos finais, etc. pois mantêm todos os traços do arquivo original após esses processos ou “viagens”.

Essas características garantem até mesmo mais segurança, pois não permitem alterações bruscas sem a utilização de softwares específicos.

Não são poucos os casos também, em que há a necessidade de converter esses arquivos para outros formatos, sejam para modelos mais editáveis ou para possibilitá-los outra utilização, e este artigo trata justamente sobre essa temática.

O que é o PDF

O PDF é uma sigla para Portable Document Format, que é um formato de arquivo bastante utilizado para a exibição e compartilhamento de documentos com toda a segurança necessária.

A sua ampla difusão no mundo se deve principalmente a sua compatibilidade com os mais diversos tipos de hardwares, sistemas operacionais ou softwares.

O PDF foi criado no ano de 1992 pela Adobe Acrobat, e atualmente é um padrão aberto, sendo que sua organização mantenedora é a ISO,(International Organization of Standardization).

Toda a ideia do projeto partiu da mente de John Warnock, que era um dos criadores da empresa.

Sua intenção era de inventar algo para que todos conseguissem pegar um documento vindo de qualquer parte e realizar seu envio no formato eletrônico para que pudesse ser aberto e todos os tipos de computadores.

- Continua Depois da Publicidade -

Esse projeto na verdade teve início ainda em 1991, mas sua criação final foi realizada apenas um ano depois.

Durante essas três décadas, muitas coisas evoluíram, e sua capacidade e suportabilidade de funções novas e necessárias foram cada vez mais aumentando.

Atualmente, esse formato de arquivo já é capaz de suportar e enviar dentro de si, vídeos, áudios, links, etc. O que é algo realmente bastante útil para diversas funções empresariais, acadêmicas e até mesmo de cunho pessoal.

Não são apenas computadores que conseguem abri-lo. Nos dias atuais, basicamente todos os dispositivos conseguem ter acesso a seu conteúdo, através de softwares simples.

Ele é um dos formatos de documentos mais padrões que existem, junto ao Word, o Excel e ao Powerpoint.

E apesar de ser o mais rígido dos 4 (em relação a edições posteriores) já é possível até mesmo realizar assinaturas eletrônicas.

Essa rigidez não se caracteriza como um defeito ou falha, pois realmente os arquivos em PDF já são as versões finais, não sendo feitos inicialmente para que sejam editados.

Na verdade essa imobilidade é uma qualidade do formato, pois impede que o arquivo sofra alterações indesejadas quando é enviado, sendo visualizado e impresso com o mesmo padrão em que foi criado, independentemente de onde seja visto.

- Continua Depois da Publicidade -

Esses arquivos são facilmente abertos nos sistemas operacionais macOS e Windows, e tudo o que é preciso é usar gratuitamente o software Acrobat Reader DC.

Por ser amplamente difundido pelo mundo, sendo um dos padrões de documento mais utilizados, muitos dispositivos, já quando comprados na loja, são capazes de abrir os PDFs facilmente, pois já vem com os softwares necessários.

Caso isso ocorra, o que é raro, ou se mostre desatualizado, basta realizar o download do software responsável por esse processo, que está incluso no pacote Office, ou diretamente no site da Adobe Reader DC.

No site da Adobe, responsável pelo produto, há duas versões disponíveis: a versão gratuita e a versão pro, que é paga.

A versão grátis já é capaz de satisfazer as necessidades de grande parte dos usuários, já que permite abrir e exibir os arquivos, realizar assinaturas (um pouco mais simples) e também realizar anotações nos formatos PDFs.

Porém, existem os usuários mais avançados, que necessitam de funções além de uma simples exibição.

Nesses casos, é preciso realizar a assinatura do pacote pro, que garante funcionalidades mais avançadas de criação, proteção, edições, assinaturas mais avançadas e principalmente a capacidade de converter os arquivos.

Como converter PDF

Quando se fala em converter arquivos PDF, são uma grande variedade de opções, pois podem ocorrer os dois caminhos, tanto convertendo outros formatos nesse padrão, ou transformando o PDF em outros formatos.

Para usuários mais padrões, os PDF não são criados já exatamente nesse formato, pois, como já dito, eles são mais rígidos e fixos, comumente menos editáveis para evitar alterações.

Sendo assim, um processo bem comum é realizar todo o processo de criação em outro formato, principalmente o word, que é um padrão altamente editável, feito para a criação de textos.

O word também suporta uma variedade de arquivos muito grande, então os usuários criam e editam todo o trabalho nesse formato, e posteriormente, quando tudo está finalizado, salvam-no no formato PDF, tudo offline, sem o auxílio da internet.

Esse processo é feito facilmente em qualquer dispositivo que trabalhe com edição de word, todos os computadores, etc. porque é um processo bastante padrão, que ocorre também com outros formatos.

O processo inverso, por outro lado, já é um pouco mais complicado, porque o PDF possui todo o seu padrão de forma final, que torna suas conversões não muito possível de ser feita diretamente do computador sem internet ou softwares.

São várias as opções de conversão de PDF para outros formatos, e o site da Adobe Acrobat oferece diversas opções, como a de PDF em Word, em PPT, em Excel e em JPG.

No site também é possível converter Word em PDF, bem como PPT, Excel e JPG para esse mesmo formato.

Esse processo pode ser realizado gratuitamente, porém é apenas um arquivo diário, sendo mais como a realização de testes. E para ter acesso ilimitado é preciso comprar um pacote.

Mas antes da versão paga, é importante conhecer algumas opções para converter PDF de modo gratuito.

Converter PDF gratuitamente

A primeira opção é exatamente pelo site da Adobe, pois apesar de ter um limite bastante baixo, pode ser facilmente utilizado pelas pessoas que não tem um grande fluxo de projetos.

Então para poucas conversões, é possível sim trabalhar com a própria empresa criadora. Para isso, basta acessar o seu site em Software de PDF Adobe Acrobat DC

Depois basta seguir os seguintes passos:

1º passo- clicar em recursos e ferramentas

2º passo- escolher converta PDFs

3º passo- escolher a opção desejada, por exemplo, converter PDF para word

4º passo- clicar em procurar e busque o arquivo do dispositivo

5º passo- esperar a conclusão do processo e depois realizar o download

converter através do Documentos Google

O Documentos Google ou Google doc. é uma plataforma online de criação e edição de arquivos. Na parte mais ampla do projeto é possível trabalhar com planilhas e diversos formatos diferentes.

Mas em relação aos arquivos .doc, que são o padrão do formato word, bastante utilizado por sinal, também dá para rapidamente converter os arquivos PDF para word.

O mais legal de tudo é que tudo ocorre de forma gratuita e sem limites de conversões, porque basicamente é um processo de conversão para outras finalidades, mas que supre todas as necessidades básicas.

O Documentos Google foi feito para criar e editar arquivos no formato .doc, salvando tudo na nuvem, e por ser bastante avançado, consegue abrir outros formatos, transformando-os instantaneamente nesse padrão editável.

Depois de aberto, basta salvá-lo no dispositivo como um arquivo no formato word, e está feita a conversão.

Para realizar esse processo, é preciso seguir os seguintes passos:

1º passo – acessar o Documentos Google através do link https://docs.google.com

2º passo – abrir o seletor de arquivos, fica na parte direita da tela (ícone de arquivos)

3º passo – clicar em upload (caso o arquivo esteja no dispositivo)

4º passo – arrastar o arquivo ou procurar diretamente no dispositivo

5º passo – clicar em abrir com o Documentos Google

6º passo – clicar em arquivo (no canto superior esquerdo, ao lado de editar)

7º passo – clicar em fazer download e escolher o formato Microsoft word

Utilizando esse método, não há limites de conversões e nem cobrança de nenhuma taxa. E como visto, tudo o que é feito é a abertura do PDF em um formato editável e o download em no formato word.

Esse processo permite também realizar alterações no arquivo, uma vez que o .doc é altamente editável. Com isso, basta realizar todos os passos e, antes de salvar, fazer as edições, podendo baixar novamente no formato de PDF.

Aliás, esse arquivo pode ser baixado como OpenDocument (.odt), Microsoft Word (.docx), formato Rich Text (.rtf), Texto sem formatação (.txt), Documento PDF (.pdf), Página da web (.html, compactado) e Publicação EPUB (.epub).

Contudo, para fluxos maiores e opções mais avançadas, a melhor opção é a escolha de um plano da Adobe Acrobat, que permite realizar ações de nível mais elevado, sem limites de conversões.

O Google DOCS é uma das melhores opções para aqueles que desejam fazer tudo gratuitamente e sem limitações. Com ele, consegue-se ter uma versão parecida do World sem a necessidade de realizar pagamentos.

Adobe Acrobat Pro

A empresa criadora do PDF possui uma boa variedade de planos disponíveis em seu catálogo, com preços bastante variados.

Um dos planos mais populares, segundo o próprio site, é o Acrobat Pro DC, que atualmente custa R$ 60 por mês. Mas há também outros planos que podem custar menos de R$ 10 mensais.

O Acrobat Pro DC permite a realização de funções elevadas de edição  e conversão, e é indicado para usuários mais avançados, empresas, etc. Com ele é possível:

  • converter arquivos PDF em word e excel, de forma online; bem como PDF em PPT, JPG, PNG e TIFF;
  • reorganizar as páginas de um arquivo PDF; bem como editar as imagens e os textos;
  • criar, partindo de diversos arquivos, um formulário PDF único;
  • armazenar e também compartilhar os arquivos online, podendo acessá-los de qualquer dispositivo;
  • transformar todos os documentos que são impressos arquivos de PDF em um formato editável; ou em formulários possíveis de serem preenchidos;
  • proteger todos arquivos de PDF com uma senha;
  • enviar os arquivos para que sejam assinados, feitos comentários ou apenas exibidos;
  • aprimorar toda a acessibilidade dos arquivos PDF para aquelas pessoas que possuem deficiência;
  • redigir informações que sejam confidenciais de forma permanente.
  • realizar a comparação de dois documentos e verificar o que há de diferente entre ambos.

De todo modo, basta escolher o plano que mais se enquadre em cada perfil, realizar a compra e aproveitar todos os benefícios que eles tem a oferecer.

A assinatura do plano oferece os softwares Acrobat Pro DC, com todas as suas atualizações e melhorias posteriores; e também os serviços da Adobe Document Cloud.

Adobe Document Cloud

A Adobe Document Cloud é como uma plataforma de integração para todos os dispositivos dos usuários.

É uma peça chave em todos os processos principais, voltada para solucionar o uso das assinaturas eletrônicas e as ferramentas de PDF.

Todo o fluxo dos trabalhos realizados é devido a essa poderosa ferramenta, dando total segurança e praticidade para os assinantes dos planos Acrobat.

Com isso, tudo ocorre de forma mais rápida, aumentando a quantidade e a qualidade de tudo o que é produzido.

Ela é uma integração de tudo o que é oferecido pelo Adobe Acrobat Pro DC, adicionado dos serviços Adobe Sing e do próprio Document Cloud.

E todos esses serviços podem funcionar de forma interligada ou até mesmo independentemente uma das outras.

Espero que tenha gostado do conteúdo deste artigo, e caso ainda tenha alguma dúvida sobre o tema, basta deixá-la aqui nos comentários, que nossa equipe prontamente irá saná-la.

Deixe sua avaliação para o conteúdo do nosso site, clicando nas estrelas abaixo. Será de muito importante para melhorias futuras.

Para saber mais, basta acessar outros conteúdos no site.

 

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -