HomeEsportesCopa Sul Americana: conheça mais sobre a competição e os clubes favoritos...

Copa Sul Americana: conheça mais sobre a competição e os clubes favoritos para a vitória

-

A CONMEBOL Sul Americana é uma das competições mais almejadas pelos times sul americanos. Por se tratar de um torneio continental, equipes de vários países integram a disputa, incluindo, nessa edição times brasileiros, argentinos, bolivianos, chilenos e de outras nacionalidades. 

Sua organização é feita pela CONMEBOL desde o ano de 2002 e só não é a principal porque é a Copa Libertadores a preferida da FIFA para dar acesso ao mundial de clubes.

Esse torneio ocupou o lugar de duas outras competições que a antecederam nos anos 90: a copa Mercosul e a copa Merconorte, que subdividiam mais ainda as competições no grande continente americano e, no caso da edição “norte” convidava países da América do Norte e Central para participarem do torneio contra times da América do Sul. Essa troca dos torneios para um só aconteceu no ano de 2002. 

Desde de seu nascimento, uma série de patrocinadores demonstraram interesse no torneio, como a Nissan, a Bridgestone e a empresa especialista em petróleo Total. 

Mas, após uma série de polêmicas envolvendo o torneio acabaram por causar desinteresse, tanto das marcas que a patrocionavam, quanto de uma boa parte dos espectadores e até dos times que participavam. 

- Continua Depois da Publicidade -

O ano de 2015 foi extremamente conturbado para o torneio devido a uma série de polêmicas em que se envolveu um de seus organizadores, o paraguaio Eugenio Figueiredo, que era acusado de ter recebido valores exorbitantes de propina.

Mas, após uma retomada do torneio e uma reformulação básica em sua estrutura, aos poucos os times voltaram a demonstrar interesse em participar da Copa e alguns patrocinadores surgiram.

Essa, que é a segunda maior competição do continente, está em sua décima nona edição no ano de 2021 e muita coisa pode acontecer.  

A história da Copa Sul Americana

O ano era 1992, e a primeira copa sul americana estava sendo realizada pela CONMEBOL. O que difere essas edições que aconteceram até o ano de 1999, apesar das semelhanças, é o fato de que o número de times é de dezesseis, enquanto a versão atual do torneio conta com quarenta e quatro times disputando o torneio, o que aumentou a fase de grupos e rodadas disputadas.

Mas, mesmo com a existência desse torneio, na época existiam competições mais visadas pelos times, como por exemplo a Supercopa.  Isso dava acesso a competição que colocava a prova os vencedores da Libertadores e da Supercopa Sul Americana, a Recopa.

Outros torneios que antecederam a atual Copa CONMEBOL foram as copas organizadas para a disputa de times da América do Sul, América Central e América do Norte. Todas elas tiveram quatro edições e não garantiam vaga para outras competições, tendo um fim em si mesmas, além das premiações. Outro fato sobre ambos os torneios, Copa Merconorte e Copa Mercosul é o fato de que os times vencedores não teriam nenhum tipo de contato em disputas relacionadas a esses torneios e o número de times de países participantes era menor, cinco países por competição.

Enfim, desde o nascimento dessa competição nos anos 2000, mais precisamente no segundo ano do novo milênio, aquele que vence o torneio disputa a Recopa da América do Sul contra o vencedor da Libertadores. 

No ano de 2005, times da confederação organizadora dos torneios entre times dos EUA, México, Costa Rica e Honduras integraram os times que participavam da competição, o que acarretou na participação do único vencedor da copa CONMEBOL vindo continente centro americano, o Pachuca, na quinta edição dessa disputa assistida por toda América.

Copa Sul Americana e Copa da Liga Japonesa

- Continua Depois da Publicidade -

Apesar de ser o torneio de menor expressão no Japão, a comissão organizadora da Copa da Liga Japonesa juntamente a CONMEBOL uniu forças para criar um torneio inédito a partir do ano de 2007. 

Esse torneio seria a Copa Suruga Bank, que consistia em uma disputa entre os vencedores da terceira copa mais disputada da Liga do país oriental e o vencedor da Copa Sul Americana. O primeiro vencedor do torneio foi o time argentino Arsenal de Sarandi. 

A última edição que ocorreu foi no ano de 2019, onde o nome do torneio passou a ser diferente devido aos escândalos de seu principal patrocinador, o Banco Suruga.

O vencedor da última edição foi o Atlético Paranaense, que emplacou quatro gols contra o time japonês Shonan Bellmare. Uma vitória incrível no estádio Shonan BMW em agosto de 2019.

Reformulações e Supercopa Euroamericana

O ano de 2012 é marcado pela integração de uma quantidade maior de times na competição pelo título da Copa Sul-Americana. O número de vagas foi ampliado para que mais oito times pudessem participar. 

O acréscimo só não foi feito nas quantidades de times do Brasil e da Argentina, que continuaram com o mesmo número de vagas anterior.

Essa foi uma decisão conjunta entre a CONMEBOL e as outras confederações respectivas a cada país de clubes participantes. 

2015 e 2016 foram anos em que os vencedores da Sul-Americana passaram a disputar contra os vencedores da UEFA Champions League para ver qual time era melhor no torneio Euro Americano.

- Continua Depois da Publicidade -

Desde 2017 esse torneio passou a ocorrer ao mesmo tempo que a Copa Libertadores da América, com um adendo: os dez times que saírem primeiro da competição da Libertadores passam a disputar a Sul-Americana. Isso aumentou as possibilidades dos times de ganharem algum título continental.

O torneio em 2021

Com  a participação de grandes times como Corinthians (Brasil), Newells Old Boys (Argentina), Palestino (Chile) e outros times das demais origens participantes da copa, a edição de 2021 é marcada por um fenômeno global: a pandemia de Covid-19. 

Sem a possibilidade de haver plateia nos estádios, os jogadores sentem falta do agito das torcidas e da emoção que existe ao comemorar um gol juntamente a vibração dos fanáticos.

Algumas regras diferentes.

Algumas outras mudanças aconteceram na estrutura do próprio campeonato.

Mudanças na edição de 2021

A CONMEBOL estabeleceu algumas mudanças para a edição do ano de 2021. Agora, ao invés de cinquenta e quatro equipes, passam a disputar o torneio mais duas, inteirando cinquenta e seis. Todos os times que perderam até as oitavas de final da Libertadores irão participar do torneio.

Outro fato importante é que times de todas as confederações, com exceção das confederações brasileira e argentina, disputam com times de mesma origem jogos que os classificam para uma fase de grupos com trinta e dois times. 

Então, a partir da fase de grupos, os times do Brasil e da Argentina passam a disputar com os demais times para ver qual equipe irá se classificar para a terceira fase da competição.

Por fim, mais uma forma de relacionar a Libertadores com a Sul-Americana acontece. Os times que tirarem bronze nos grupos da competição principal, a Libertadores, entram a partir das oitavas da Copa CONMEBOL Sul Americana. 

Fases da competição 2021

A competição está em andamento. Por isso, alguns times já passaram pela eliminação enquanto outros passaram para as seguintes fases do torneio.

A primeira fase, que antecedeu a fase de grupos, aconteceu entre 16 de março e 8 de abril de 2021, sem a participação dos times brasileiros e argentinos.

Atualmente, a competição passa pela  fase de grupos.

Nela, os 16 times que passaram da última fase para essa disputa disputam com os 12 times do Brasil e da Argentina e os times provenientes da Libertadores para que fique definido quais irão se classificar para as quartas de final da Sul-Americana, onde irão sobrar apenas oito confrontantes.

As semifinais acontecerão no final de setembro e a final no dia 6 de novembro.

Grupos da Sul Americana

Grupo A

O primeiro grupo é composto pelos times: Rosario Central (ARG), Huachipato (CHI), 12 de Octubre (PAR) e o eliminado da libertadores, Santos.

Grupo B

Esse grupo é composto pelo Independiente (ARG),Bahia, Guabirá (BOL) e o time da competição nacional da primeira série do Uruguai, Montevideo City.

Grupo C

Neste grupo estão os times Jorge Wilstermann (BOL), Arsenal (ARG), Ceará e o time equatoriano Junior Barranquilla.

Grupo D

Nesse grupo estão o Athlético, Melgar (PER), Aucas (EQU) e Metropolitano (VEN).

Grupo E

Esse é um dos grupos mais disputados, e conta com Corinthians, Sport Huancayo (PER), River Plate (PAR) e Peñarol.

Grupo F

Nesse grupo estão algumas equipes de expressão e também conta com um time em destaque por haver muito tempo que não participava de nenhuma competição internacional, o Atlético Goiano. Nesse grupo estão Newell’s Old Boys (ARG), Palestino (CHI) e Atlético Nacional.

Grupo G

Nesse grupo há um time que possuiu muito destaque no Brasil no ano de 2020 e 2021, o Bragantino. Ainda nele estão Emelec (EQU), Tolima (COL) e Talleres (ARG).

Tendo participado apenas no século passado, o Bragantino volta com força máxima para a Copa Sul Americana. 

Grupo H

Aqui, no último grupo da Copa Sul Americana, o único time brasileiro é o Grêmio, que saiu da Libertadores. Esse grupo ainda conta com Lanús (ARG), La Equidad (COL) e Aragua (VEN).

Conhecendo os preferidos para ganhar a Copa Sul Americana

Grêmio

Após emplacar uma das maiores goleadas da história da competição, o time do Rio Grande do Sul passa a integrar a equipe de times favoritos a vencer a competição. O time, que foi criado em 1903, participou pela primeira vez da competição em 2003. 

Nessa época, o time de uniforme azul passou por uma disputa com São Paulo e Vasco, mas logo foi eliminado pelo mal desempenho nas duas partidas.

Nas edições seguintes que participou, em 2004 e 2008, também passou por derrotas que o desclassificaram. Para contragosto de seus torcedores, ambas foram pelo maior rival do time, o Internacional.

Seu mau desempenho seguiu acontecendo em 2010, quando foi eliminado pelo time de Goiânia, o Goiás. Dois anos depois, o time conseguiu chegar até a quarta etapa do campeonato, onde foi parado pelo Barcelona de Guayaquil. 

Todavia, essa foi uma das melhores edições disputadas pelo time.

Agora, participando outra vez da Copa Conmebol Sul-Americana, o time está entre os preferidos para levar o título para casa, já que seu elenco está sendo considerado um dos melhores da competição e também do Brasil, desde os campeonatos nacionais de 2020. 

Contando com Pepê e Matheus Henrique, o time está reforçado com jogadores caros que estão em busca do título acima de qualquer coisa.

Independiente

Esse time argentino possui marcos que estremecem qualquer adversário. Sendo um dos times que mais ganhou a Libertadores, ao todo são sete, e suas 2 conquistas da Copa Intercontinental ( Entre times da Europa e América do Sul), o time da cidade do interior da Argentina, Avellaneda é um dos clubes mais importantes da história do futebol.

Ao todo, sua história é marcada por quase vinte títulos internacionais. Seus dezoito troféus reconhecidos pela FIFA E CONMEBOL estão exibidos na cidade em que reside, província da capital argentina, Buenos Aires.

Tanto seu técnico, Julio Cesar Falcione, quanto seus jogadores estão fazendo de tudo para levar para casa o décimo nono título internacional. Mas para isso terão que se sobressair na terceira etapa do campeonato, que promete muitos embates difíceis para todas as equipes que estão participando.

Outro fato estremecedor para seus concorrentes é seu apelido de “Rei das copas”, afinal é o clube mais respeitado em competições internacionais. 

Isso somado a seu elenco que conta com o ponta esquerda Alan Velasco e Fabricio Bustps, lateral direita. Ambos são jogadores de muito valor e são os destaques do time. 

Assim como o time da Inglaterra, Manchester United, o Independiente é conhecido pelo apelido de “Diabo”. E não é para menos, ele éo maior vencedor da Copa Libertadores da América e, além de muita habilidade por parte dos seus jogadores, o time tenta defender um legado na competição da Copa Sul-Americana.

Por seu ótimo desempenho na fase de grupos e todos os fatos mencionados anteriormente, não há dúvidas de que o “Rojo”, como é carinhosamente chamado por seus torcedores, pode se tornar o campeão da edição de 2021 da Copa Sul Americana. 

Peñarol

Talvez um dos clubes mais respeitados do Uruguai, senão o mais respeitado, Peñarol é um time que carrega uma história respeitosa e de muitos títulos. 

O time criado em 1891 é o maior campeão do Campeonato nacional do Uruguai, sendo o segundo maior detentor de títulos de campeonatos nacionais do mundo.

Esse time é muito conceituado pelo continente sul americano, tendo conquistado 5 títulos da Copa Libertadores e ainda recebendo ressalvas da Federação Internacional de História e Estatística do Futebol como o melhor clube da América do Sul no ano de 2009.

Mauricio Larriera, que substituiu Diego Forlán, é o atual técnico do time e conta com muitos craques escalados para buscar o título da Copa Sul Americana. Alguns dos principais jogadores são o centroavante Agustin Alvarez e Facundo Torres, na ponta esquerda. 

Ao finalizar a fase de grupos com 13 pontos e um desempenho excepcional, o time uruguaio está sendo cotado como um dos favoritos para vencer a edição de 2021 da Copa CONMEBOL Sul Americana.

Libertad

Ao lado de Olimpia e Cerro Porteño, esse time paraguaio é um dos maiores de seus país. Atualmente, o time não esbanja nenhum título internacional de expressão.

Todavia, quase conseguiu chegar a duas finais muito marcantes para sua história nos últimos ano, levando o terceiro lugar na Libertadores de 2006 e também na Sul Americana de 2013.

Esse time, que foi fundado em 1905 em Assunção, conquistou, ao todo, vinte títulos do campeonato nacional do Paraguai.

Apesar de nunca ter ganhado nenhum título de expressão continental, como a taça Libertadores, é considerado o time Paraguaio de maior expressão, aidan que o Olimpia tenha ganho a Libertadores de 2002.

Seu time contém a base da Seleção Paraguaia, ou seja, conta com um elenco fortíssimo. E na Copa Sul Americana não poderia ser diferente.

Seu técnico, Pedro Sarabia, é um dos grandes jogadores da história da seleção paraguaia. 

Tanto por sua experiência , quanto por sua visão de jogo, o técnico agrega muito no fato do time ser encarado como uma equipe bem tática, forte e propensa a se sair bem na competição no ano de 2021. Isso vai depender, principalmente, do desempenho de seus jogadores, como Bautista Merlini, Hector Vilalba, Ivan Franco e Sebastian Ferreira.

Red Bull Bragantino

Red Bull Bragantino, é um exemplo de time que “ressurgiu das cinzas”. Originalmente fundado como Clube Atlético Bragantino, após a aquisição do clube pela empresa Red Bull, o time passou a integrar o grande grupo mundial de clubes que carregam o nome da marca.

O time retorna a uma edição de campeonato internacional após longos vinte e cinco anos. A última vez que isso aconteceu foi em 1996, na Copa CONMEBOL. Quando o time ainda tinha outra identidade.

Sua classificação para participar da edição de 2021 da Copa Sul Americana, se deu por sua décima primeira posição no Brasileiro. E foi algo muito semelhante o que aconteceu em 96, já que na época não havia ganhado o campeonato nacional.

O time, nessa edição da década de 90, acabou ficando em sexto lugar.

Mas, suas primeiras tentativas em conquistar algum título continental começaram quatro anos antes, quando ainda em uma fase eliminatória perdeu para o time gaúcho, o Grêmio.

Nessa época, o elenco do time era considerado um dos mais fortes de toda sua história.

Sua ida para a Copa Conmebol aconteceu na edição de 93, também. Mas todas as expectativas foram frustradas pelo Palmeiras de Vanderlei Luxemburgo, que levou vitória sobre o encontro que teve com o Bragantino.

Desde então, o time não participou de nenhum campeonato continental que tivesse tanta expressão.

Mas, na edição de 2021 o time é considerado um dos favoritos por estar contando com jogadores de muito valor, como o meia Claudinho, o venezuelano Jan Hurtado, e seu ponta direita Arthur.

Se há alguma incerteza sobre o clube, ela deve ser desconsiderada. Mesmo que não seja um dos gigantes brasileiros, o time está tendo uma campanha de alto rendimento e bons scores. Com certeza uma das favoritas ao título.

Ceará

O time de fortaleza, após se classificar para a copa Sul Americana, se torna o time cearense que mais foi em torneios internacionais, somando duas copas Sul Americanas e uma Copa Conmebol. 

O time fundado em 1914 carrega muita história e conta com uma torcida cheia de fãs fervorosos.

Não é para menos, já que em sua região do país, o Nordeste, o time é um dos mais conceituados se tratando de métricas no futebol. 

Seu mascote é um senhor idoso, que é carinhosamente chamado de vovô, assim como o time. 

O Vovô segue na disputa pelo título da Copa Sul Americana e conta com alguns craques em seu elenco que fazem toda a diferença. Coordenados pelo técnico Guto Ferreira, os jogadores Stiven Mendoza, Yony Gonzalez e Vinicius podem fazer história pelo clube alvinegro. 

Sua participação na Copa Sul Americana após muitos anos pode se tornar um marco para o time, já que está tendo um desempenho incrível nos últimos tempos.

Rosario Central

Outro time argentino bem visto no cenário da Copa Sul Americana é o Rosario. 

Fundado em 1889, é um dos times de futebol mais antigos do continente sul americano e também é detentor de uma Copa Conmebol, conquistada em 1995.

Tendo seu maior rival, o Newells Old Boys, fora da disputa, o time está na disputa mostrando um alto desempenho e é um dos favoritos para chegar até as finais.

Após se classificar para as oitavas de final, o time de Kyli Gonzales é um dos únicos dois times argentinos a seguirem na disputa. Apesar que entre ele e o compatriota Independiente, o preferido seja o segundo, tudo pode acontecer.

Atlético Paranaense

Atlético Paranaense é um campeão recente da Copa Sul Americana. O time do Paraná, estado da região Sul do Brasil, venceu o time Junior Barranquilla na final de 2019 por 4 a 3 nos pênaltis. 

Isso foi um fato que emocionou todos seus torcedores e os levou ao êxtase, por ter sido uma vitória muito difícil de ser conquistada.

Seu alto desempenho nessa competição ( um aproveitamento de 72%), marca a história do clube nessa copa.

Agora, resta ao Athlético se sobressair em qualidade com seu jovem técnico Antonio Oliveira.

O time conta com um elenco que tem em sua formação alguns dos jogadores que participaram do título de 2019.

Vitinho, Kayzer e Khelven são alguns dos mais queridos pelos torcedores. Sendo que foi Renato Kayzer quem marcou os dois gols do clube na competição até então.

Resta para o time se sobressair na quarta etapa da competição e se classificar para as semifinais.

Curiosidades sobre a copa Sul Americana

Inter foi campeão Invicto

Além dos fãs do clube, são poucos aqueles que sabem que o Inter foi um dos dois únicos times brasileiros a vencer uma edição da Copa Sul Americana de forma invicta ( o São Paulo também já conseguiu esse marco).. Isso pode ser esbanjado dentro do currículo do técnico do time da época, o Tite.

Entrando na fase de grupos na competição, como é regulado pela CONMEBOL para times brasileiros e argentinos, no ano de 2008, o time disputou suas duas primeiras partifdas (ida e volta) contra o seu maior rival, o Grêmio.

O embate terminou com o placar igual de três gols para cada equipe, contando com o placar de gols qualificados.

Nas seguintes fases o time enfrentou o Universidad Católica, do Chile; o Boca Juniors, da Argentina; e o time Chivas Guadalajara, para enfim chegar a ganhar do Estudiantes na final.

O primeiro gol foi feito pelo craque Alex, numa cobrança de pênalti bem sucedida. E o placar ficou assim, 1 a 0 para o time Colorado.

O jogo de volta aconteceu no estádio Beira Rio, e suas arquibancadas estavam repletas pelas cores do time brasileiro: vermelho e branco.

Mesmo que o time argentino tenha marcado um gol no início do segundo tempo, o empate foi feito por Nilmar, após um rebote. 

Isso evitou que o time fosse para os pênaltis com seu adversário e atribuiu o primeiro título da copa Sul Americana a um time invicto!

O título foi levantado em sua própria casa, em Porto Alegre, o que levou mais orgulho aos torcedores colorados.

Nilmar e Alex foram tidos como os maiores goleadores da edição, com 5 gols feitos por cada um dos dois. 

Chapecoense em 2016

Um fato trágico na história da Copa Sul Americana é o acontecimento de 2016 que marcou o Brasil e os torcedores da Chapecoense: a queda do avião com sua equipe e comissão, levando a morte de jogadores e funcionários da Chape.

O voo ia em direção a cidade que ia sediar a primeira etapa da final entre o time e o Atlético Nacional, em Medellín, Bolívia. Após desembarcar em Santa Cruz de la Sierra para pegar outro voo na companhia aérea LaMia, o avião apresentou erros em sua parte elétrica e, então, houve uma pane no sistema.

O piloto do avião estava fora de contato e o avião constava estar a quase três mil metros de altitude.

O local onde foi feito o pouso de emergência foi em um monte da região por onde voava o avião. Tragicamente, poucas pessoas sobreviveram porque o pouso forçado levou o time e a equipe a cair numa zona delicada, que levou o veículo a ser destruído.

De todos que estavam dentro da aeronave, apenas meia dúzia de pessoas conseguiu ficar viva, o que incluía jogadores, um jornalista e dois funcionários da companhia aérea. 

Como um bom competidor, o time adversário solicitou que a Chapecoense fosse determinada a campeã da competição.

Como ato de solidariedade, a CONMEBOL declarou, portanto, que a equipe seria a terceira equipe brasileira a possuir o título de vencedor da Copa Sul Americana, em 2016.

Muitos times brasileiros e internacionais fizeram homenagem ao time. Esse foi um dos maiores desastres da história do futebol do Brasil e do mundo inteiro.

Hernan Barcos – Maior número de gols

Hernán Barcos, apesar de nunca ter ganhado nenhum título dentro da Copa Sul Americana, foi o maior goleador da história da competição, tendo feito dezenove gols em todas suas participações pela competição.

Tendo jogado no LDU, Palmeiras e Atlético Nacional, este jogador centroavante atingiu esse marco de forma acumulativa, ao participar das edições de 2010,2011,2012,2017, 2018 e 2019. 

Barcos sempre foi muito querido por todos os clubes que passava, mesmo nos times brasileiros em que jogou, visto a rivalidade entre Brasil e Argentina.

O argentino já atuou em diversas equipes brasileiras, como Palmeiras, Grêmio,Cruzeiro e Sporting.

Além de ter participado de muitas edições da Copa Sul-Americana, Hernan também já defendeu a camisa argentina e chegou a dividir campo com o craque Messi. 

A marca mais importante que deixou na Copa Sul-Americana foi seu desempenho de sete gols numa só edição, onde só não se tornou o goleador porque foi superado por Eduardo Vargas, que marcou 11 gols.

Maior goleada

No futebol, o que mais importa é fazer gol. E isso é inegável. 

Para o time que leva uma goleada, o status é humilhante. Já para aqueles que fazem muitos gols sobre seus adversário, é um grande motivo de orgulho. E foi o caso do Defensor Sporting, time uruguaio.

Na edição de 2010 da Copa Sul-Americana, esse time, após vencer o gigante paraguaio Olimpia, na fase que antecede a fase de grupos, venceu o Sport Huancayo por nove gols a zero.

O time jogava na capital do Uruguai, Montevidéu, e pela facilidade que seus torcedores tiveram de estar acontecendo um jogo no mesmo país do clube, o time contou com um grande número de fãs, o que pode ter favorecido ao time na vontade de jogar. 

No jogo de volta, houve uma alteração na estrutura e organização do time em campo. Então o Defensor Sporting até conseguiu marcar dois gols na volta, sob o comando de Cristobal Cubilla. 

Mas , para a infelicidade do time que levou a maior goleada da história da competição, isso não foi o suficiente quando levados em consideração os 7 gols qualificados da equipe uruguaia.

Esses foram alguns fatos curiosos sobre a Copa Sul Americana e também comentários sobre os times favoritos a vencerem a edição de 2021. Aqui está uma sugestão de texto que se relaciona com o assunto:

Flamengo: História, prêmios, curiosidades e principais jogadores

Avalie Nosso Conteúdo!
Avalie Nosso Conteúdo!
 

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -