HomeEsportesLiga dos Campeões: história, times e curiosidades

Liga dos Campeões: história, times e curiosidades

-

A Liga dos Campeões é o torneio de futebol mais importante da Europa. Inicialmente. A competição se chamava “Taça dos Clubes Campeões Europeus” ou “Taça Europeia”, o nome Champions League surgiu nas edições de 1992 e vem sendo utilizado desde então.

A história dos torneios europeus começou anos antes da Liga dos Campeões, em uma competição entre 1897 e 1911 entre clubes Austro-húngaro (império criado a partir da nobreza austríaca e importante Estado europeu).

Essa competição se chamava Challenge Cup e teve como grande campeão o Wiener AC, clube esportivo que obteve três títulos durante a liga. A partir daí outras ideias de torneio de clubes europeus foram surgindo.

Já em 1927, inspirada no torneio da Challenge Cup, foi criada a Mitropa Cup. O nome Mitropa foi escolhido para fazer alusão a palavra alemã para “Europa Central” ou “Mitteleuropa”.

A taça foi perdendo popularidade devido à participação de outros clubes europeus no torneio, o maior campeão da Mitropa Cup foi o Vasas SC. Após declínio, a competição encerrou seus jogos em 1992.

- Continua Depois da Publicidade -

A primeira tentativa de criar um torneio de campeões da Europa aconteceu em 1930 com a Copa das Nações, ou “Coupe des Nations”. O primeiro torneio aconteceu em Genebra entre os meses de junho e julho de 1930.

O primeiro torneio contou com dez clubes campeões de alguns países europeus. A Hungria levou o título com o clube Újpest, mas devido à Segunda Guerra Mundial, um segundo torneio da Copa das Nações nunca chegou a acontecer. 

Quando o Campeonato Sul-Americano começou a fazer sucesso, foi pensada uma nova tentativa de criar um torneio europeu de campeões nacionais. Após Wolverhampton Wanderers ser declarado “Campeão do Mundo” por Stan Cullis na década de 1950, a UEFA decidiu efetivar o torneio europeu. 

UEFA Champions League

Em 1955 nascia o torneio “Taça dos Clubes Campeões Europeus”, que em seguida viria a se tornar a Liga dos Campeões da UEFA. A primeira edição ocorreu durante a temporada de 1955 a 1956 em Paris, França. 

O torneio contou com 16 equipes de países como: Itália, Dinamarca, Bélgica, Suécia, Polônia, Escócia, Jugoslávia, Holanda, Áustria, Espanha (que já disputava com o time Real Madrid), Alemanha Ocidental, Suíça, Portugal, França, Hungria e Sarre que passou a fazer parte da Alemanha em 1957.   

A primeira partida do torneio que viria a se transformar na Liga dos Campeões, na época “Taça Europeia” aconteceu em 4 de setembro do ano de 1955 e contou com um empate entre Sporting CP de Portugal e Partizan jogando pela Jugoslávia.

O primeiro gol a ser marcado na Taça Europeia foi do clube Sporting (Portugal) pelo jogador João Baptista, a partida empatou com placar de 3 a 3 para os times e marcou como o primeiro jogo da copa. 

A final de 1955 aconteceu entre o Stade de Remis (França) contra o Real Madrid (Espanha) em Parc des Princes. Logo na primeira final da história do torneio, o Real Madrid levou o primeiro título com uma virada de 4 a 3 contra o rival. 

- Continua Depois da Publicidade -

O Real Madrid foi campeão das cinco primeiras temporadas da Copa dos Campeões Europeus e contava com grandes nomes como Ferenc Punkás, Di Stéfano, Lenk, José Santamaría e Francisco Gento. 

Vale lembrar que o Real Madrid ainda conquistou 4 títulos em sequência nas edições de 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017-18 liderados pelo jogador de futebol Cristiano Ronaldo. 

A Copa dos Campeões Europeus passou a se chamar Liga dos Campeões da UEFA nas edições de 1992/93 quando passou por algumas mudanças de direitos de marketing. A primeira competição que levava o novo nome foi o Olympique de Marselha.

O Real Madrid foi o primeiro clube bicampeão da Liga dos Campeões com os títulos de 2015/16 e 2016/17, o clube também acumulou 13 títulos, se tornando o maior vencedor dessa competição. 

Somadas as conquistas do Real Madrid (13) com as do time Barcelona (5), a Espanha conta com 18 títulos, se tornando o país com maior número de títulos dos campeonatos. 

Como funciona a Liga dos Campeões 

O torneio mais importante da Europa e um dos maiores do mundo acontece anualmente e é organizado pela UEFA (Associações Europeias de Futebol). A competição acontece em meados de junho e conta com três rodadas de qualificação. 

Esse formato de torneio ainda confunde a cabeça de muitos fãs que não entendem como funcionam as classificações e eliminações, por isso, trouxemos um explicativo de como funciona a Liga dos Campeões. 

Alocações 

As alocações são decididas conforme o desempenho dos clubes europeus em seus torneios. Quanto melhor um time se sair na Liga dos Campeões anteriores, melhor será sua alocação no novo torneio. 

Qualificação 

- Continua Depois da Publicidade -

A fase de qualificação acontece no começo das competições e conta com duas séries de rodadas. O primeiro fluxo de rodadas é voltado para times menores e o segundo fluxo para times de países maiores como Portugal, Espanha e França. 

Fase de grupos 

Essa fase da Liga dos Campeões conta com grupos de 32 equipes. As 10 equipes que conquistarem a vitória nas eliminatórias irão se juntar a 22 equipes que compreende campeões de grandes nações e vice-campeões.

 Em geral, cada equipe disputa duas vezes com outras três equipes, em casa e fora de casa, com um total de 6 jogos. Os pontos são divididos da seguinte forma: 3 pontos por vitória, 0 por derrota e caso haja empate, as equipes levarão 1 ponto. 

Caso, ao final dos 6 jogos, duas equipes empatem no número de pontos obtidos, a equipe vencedora será a que se saiu melhor na disputa. As duas equipes que obtiverem as maiores pontuações em cada grupo avançam para a fase eliminatória. 

Fase Eliminatória

As equipes são organizadas em dois grupos da seguinte forma: os times que terminaram em primeiro lugar do seu grupo anterior será sorteada para jogar contra um time que terminou em segundo lugar. 

Essa fase é conhecida como oitavas de finais que compreendem 16 times jogando entre si em casa e fora de casa. Progredindo essa fase, os vencedores das 8 partidas seguirão para as quartas de final e vence as equipes com maior número de gols. 

Quartas de final 

Essa fase contará com os 8 times vencedores da fase eliminatória. Esses times serão sorteados para jogar com outros vencedores da fase anterior. Jogam duas partidas, uma dentro e uma fora de casa e vence o time com maior número de gols, além de penalidades e gols fora de casa serem mensurados também. 

Os vencedores das quartas de final irão avançar para as semifinais entre 4 times, as regras permanecerão as mesas das oitavas e quartas de final. Após as semifinais apenas 2 times disputaram a final do campeonato. 

Final da Liga dos Campeões

A final da Liga dos Campeões difere das outras fases da competição e acontece em local determinado. Em geral, quem ganhar o jogo, ganha o troféu. Caso haja empate após prolongamento do jogo, os times irão para os pênaltis e quem vencer será o Campeão da Liga dos Campeões. 

Regras da competição 

A Liga dos campeões conta com algumas regras para os times que pretendem participar dos torneios e como quesitos para selecionar os times eleitos. Confira algumas regras da Champions League.

Clubes por País

O número de times por país para participar da Liga dos Campeões depende do coeficiente da UEFA. Os times que estiverem melhor colocados no ranking da UEFA terão direito a quatro vagas, uma para os play-offs e três para a fase de grupos. 

Os países que têm liderado esses dados foram a Inglaterra e Espanha, a Itália tinha vaga garantida em terceiro lugar, mas os números da Alemanha ameaçam a colocação do país no ranking da UEFA.

Inscrição dos jogadores 

O regulamento estabelecido pela UEFA específica que atletas, em geral, um jogador não pode ser inscrito para jogar por mais de um clube. Cada clube deverá inscrever duas listas de atletas em categorias A e B. A categoria da lista A corresponde à lista principal.

Cada time pode inscrever até 25 atletas, mas 8 desses jogadores precisam ter sido treinados localmente, ou seja? Nada de jogadores de fora. Caso o time não consiga inscrever 8 jogadores treinados localmente, não terão direito a 25 jogadores em suas listas e terão que inscrever o número proporcional aos treinados pelo clube.

Ou seja, não pode haver a inscrição de clubes com jogadores exclusivamente trazidos de fora, será necessário treinar ao menos 8 deles no clube para poder fazer a inscrição dos 25 atletas na lista. 

Gol fora de casa 

A regra da Liga dos Campeões denominada “gol fora de casa” consiste em que o time que fizer gol fora de casa leva vantagem em caso de empate nas fases eliminatórias da competição. Então, caso haja empate na pontuação dos times no fim das oitavas de final, quem tiver o melhor desempenho nos jogos até então, vence. 

Uma das formas de quantificar esse desempenho é através do número de gols que cada time fez quando jogava fora de casa, lembrando que nas qualificações são dois jogos, um dentro e um fora de casa. 

Prêmios da Liga dos Campeões

O time vencedor da Liga dos Campeões ganha troféu e prêmio em dinheiro,  não somente para o primeiro lugar, mas o prêmio em dinheiro também é destinado aos vencedores das rodadas anteriores a final. 

Troféu e medalhas 

A equipe vencedora da Liga dos Campeões recebe a Taça dos clubes Campeões da Europa que mantêm a versão desde 1992. O time vencedor do torneio por três anos seguidos ou cinco vezes campeão do torneio têm o direito a ter uma réplica perfeita do troféu. (A UEFA detém o troféu original guardado).

Os times que já conquistaram a réplica foram: Real Madrid, Bayern de Munique, Ajax, AC Milan, Barcelona e Liverpool. Os times vencedores dos anos consecutivos também recebem um distintivo oficial para manter em seus uniformes.

A Taça dos Campeões tem 74 cm de altura, pesa 11 KG e tem a cor prata. Essa taça foi desenhada por Jörg Stadelmann, um joalheiro suíço. O profissional teve que desenhar a nova taça após a original anterior a essa versão fora entregue ao Real Madrid por reconhecimento ao seu acúmulo de títulos até 1966.

Além disso, desde a temporada de 2012/13, os vencedores da Liga dos Campeões ganham medalhas de ouro e 40 medalhas de prata são entregues ao segundo time classificado.

Premiações em dinheiro 

Com base nas premiações da temporada de 2020/21 a premiação em dinheiro para os campeões da Liga dos Campeões funciona da seguinte forma: 

  • O time campeão leva €19 milhões que equivalem a R$ 123 milhões
  • O vice-campeão leva € 15 milhões que equivalem a R$97 milhões
  • Semifinalista € 12 milhões que equivalem a R$77 milhões
  • Quartas de final € 10,5 milhões que são equivalentes a R$68 milhões
  • Oitavas de final € 8,5 milhões que convertidos para reais fica R$61 milhões

Fora os valores da fase de grupos por vitória, empates, participação e rodada preliminar. Para se ter uma ideia, o bicampeão da Europa, Chelsea, faturou 80 milhões de euros com sua vitória na Copa de 2020. 

Patrocinadores da Liga dos Campeões 

A Liga dos Campeões é patrocinada por diversas corporações, assim como A Copa do Mundo da FIFA. Em 1992, foi decidido pela UEFA que um total de oito empresas iriam patrocinar o campeonato, isso porque, seria atribuída quatro placas ao redor do campo para promover a publicidade das empresas. 

Os patrocinadores principais da Copa são: Banco Santander, Gazprom, Heineken, MasterCard, Nissan, PepsiCo e Sony. Além disso, a Adidas é patrocinadora secundária e garante a bola dos jogos oficiais. 

A empresa Macron é responsável pelos uniformes dos árbitros em todas as competições da UEFA. O FIFA série da EA Sports também é patrocinador secundário da Liga dos Campeões desde 2018/19.

Brasileiros na Liga dos Campeões 

Ao todo, 54 brasileiros já levantaram a taça na Liga dos Campeões. Marcelo e Casemiro são os jogadores que mais levantaram a taça na Liga com quatro vitórias cada, ambos jogando para o Real Madrid. 

Brasileiros no Real Madrid

Outros brasileiros que também tiveram a honra de levantar a taça e jogavam pelo Real Madrid na Liga dos Campeões foram: Roberto Carlos (3), Sávio (3), Danilo (2), Didi (2), Canário (2) , Flávio conceição (1) e Júlio César (1). 

Não somente no Real Madrid, vários outros times também recrutaram brasileiros para jogar na Liga dos Campeões e esses craques ajudaram os clubes a conquistarem a tão sonhada Taça dos Campeões ou, como é carinhosamente chamada: “orelhuda”. 

Brasileiros no Barcelona 

O Barcelona contou com Daniel Alvez (3), Adriano (2), Sylvinho (2), Douglas (1), Rafinha Alcântara (1), Neymar (1), Maxwell (1), Edmilson (1), Belletti (1) e o craque nacional Ronaldinho Gaúcho (1). 

Outros times com jogadores brasileiros 

O Milan também teve jogadores brasileiros em seu time como Dida (2), Serginho (2), Dino Sani (1), Cafu (1), Kaká (1), Ricardo Oliveira (1), Roque Júnior (1), Rivaldo (1). No Liverpool Alisson, Fabinho e Roberto Firmino levaram a vitória uma vez cada. 

Já no Inter de Milão o jogador Jair da Costa levantou a taça duas vezes, enquanto Júlio César, Lúcio e Maicon levantaram uma vez cada. Bayern de Munique também contou com jogadores brasileiros como Rafinha, Dante, Luiz Gustavo, Paulo Sérgio e Élber que venceram a copa uma vez cada. 

Para o Chelsea, David Luiz e Ramires atuaram no campo auxiliando o time na vitória da Liga dos Campeões. No time Porto, vários brasileiros levantaram a taça uma vez como Carlos Alberto, Bruno Moraes, Darlei, Maciel, Celso, Elói, Juary, Paulo Ricardo e o famoso Casagrande.

No Borussia Dortmund, Julio César venceu o torneio uma vez e o Manchester pode contar com Anderson para ajudar o time a alcançar a vitória em uma oportunidade também.  

Curiosidades sobre a Liga dos Campeões 

  • O Real Madrid é o time que mais ganhou torneios na Liga tendo ganho 13 títulos
  • A Espanha é o país com maior número de títulos acumulando 18 vitórias
  • A Inglaterra é o segundo país mais bem-sucedido no torneio com 13 vitórias 
  • A Itália fica em terceiro lugar com 12 títulos pela Liga dos Campeões
  • 22 clubes diferentes ganharam a competição, 12 mais de uma vez
  • O único clube que venceu três vezes seguidas foi o Real Madrid 
  • O Real Madrid foi o único time da história do campeonato que defendeu seu título com sucesso na final de 2017/18 contra o Liverpool com placar de 3 a 1
  • O Estádio de Wembley, na Inglaterra, foi sede do maior número de finais, com um total de 7 finais disputadas lá
  • O jogador com mais partidas na Liga dos Campeões foi o Ikker Casillas que participou de 177 jogos, 150 para o Real Madrid e 27 para o clube Porto. 
  • Cristiano Ronaldo é o segundo jogador com maior número de partidas tendo participado de 176 jogos, sendo 52 para o Manchester United, 101 para o Real Madrid e 23 para o Juventus
  • Cristiano Ronaldo é o maior artilheiro da Liga dos Campeões tendo feito 135 gols
  • Lionel Messi é o segundo maior goleador com 120 gols

Alguns fatos sobre a Liga dos Campeões

A Liga dos Campeões é imprevisível assim como qualquer torneio e conta com peculiaridades em algumas edições. O torneio já contou com 17 empates, alguns deles decididos na prorrogação, outros nos pênaltis, mas em uma ocasião especial houve jogo extra. 

Em 1974 em uma partida do Bayern de Munique contra o Atlético de Madrid, houve jogo extra para o desempate que foi vencido pelo Bayern de Munique. Caso raro e que só aconteceu uma vez na história do campeonato. 

Além disso, fato interessante sobre a competição é que o gol mais rápido da história das finais da competição foi marcado com 51 segundos da decisão em 2005 por Paolo Maldini contra o Liverpool.

A maior diferença de placar da Liga dos Campeões foi de 4 gols. O jogo do Real Madrid contra Eitracht Frankfurt de 7 a 3 para o time espanhol em 1960. Além disso, o Bayern de Munique goleou o Atlético de Madrid em 4 a 0, assim como o Milan contra a Steua Bucarest com mesmo placar de 4 a 0. 

Outro fato interessante é que somente dois times conseguiram vencer a final da Liga dos Campeões em casa: Borussia Dortmund que foi campeão em 1997 em Munique e Juventus na Roma em 1996. 

O estádio mais lotado em uma final da Liga dos Campeões foi o Hampden Park em Glasgow na Escócia. O estádio recebeu 127.621 pessoas em 1960 no jogo do Real Madrid contra Eintracht Frankfurt. Nesse jogo o Real levou a melhor por 7 a 3. 

O Milan foi o clube que mais chegou até as finais da competição sendo finalista em 6 oportunidades nos anos 1993, 94, 95, 2003, 2005 e 2007. Coincidentemente, o Milan também é um dos times que mais contou com brasileiros em sua formação.  

A competição é o evento esportivo mais visto em todo o mundo anualmente, mas a final da Liga dos Campeões que mais atraiu audiência foi em 2013 com 360 milhões de fãs e torcedores grudados na telinha. 

O time vencedor do torneio de futebol é automaticamente classificado para jogar a Supercopa da UEFA e a Copa do Mundo da FIFA, o que é uma motivação tão importante quanto o troféu ou os prêmios. 

UEFA CHAMPIONS LEAGUE

Não é atoa que a Liga dos Campeões atrai tantos olhares todos os anos, o torneio equivale a prêmios milionários, é uma excelente oportunidade para propagandas e promove um dos maiores esportes do mundo. 

Além disso, mantém viva as tradições desde 1992, como o mesmo design de troféu, por exemplo. O futebol é um esporte que une as pessoas e transforma vários corações em um só à espera do gol. 

Agora que já conhece a história do campeonato da Liga dos Campeões, não deixe de acompanhar o torneio de futebol mais importante da Europa e uma dos maiores campeonatos do mundo. 

 

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -