HomeEsportesFlamengo: História, prêmios, curiosidades e principais jogadores

Flamengo: História, prêmios, curiosidades e principais jogadores

-

O clube de Regatas do Flamengo é com certeza o clube mais popular do Brasil. Com quarenta milhões de torcedores, ao lado do Corinthians são os clubes com maior torcida do Brasil. Por isso hoje vamos relembrar um pouco mais da história do futebol do Flamengo que o fez ser tão popular. 

Só lembrando que o Flamengo além do futebol também é referência no Remo, Basquete, Ginástica e Natação. Mas a escolha do futebol é por conta de ser o esporte por onde o Flamengo se tornou notável. Por isso, hoje iremos apenas abordar a história por trás do Futebol do Flamengo.

É no campo que o Flamengo se tornou o mais querido em conquistas nacionais e internacionais. Isso tudo ajuda e ajudou o Flamengo a ter uma projeção a nível internacional sendo um dos maiores clubes do mundo. Principalmente após as suas reformulações, o Flamengo passou a ser o maior clube do Brasil.

Por isso hoje vamos ver um pouco mais do Flamengo e sua história no futebol, seja ela esquecida ou não. Vamos falar de Títulos, Jogadores e algumas curiosidades.

História do surgimento do futebol no Flamengo

A história do clube do início no Futebol começa por volta de 1902 o então Clube de regatas já começava a se arriscar nos campos. Até mesmo antes da sua entrada definitiva no futebol já ocorriam amistosos entre os remadores do Flamengo e Botafogo. Porém como o futebol começava a se popularizar ele com o tempo passou a ser integrado no clube.

- Continua Depois da Publicidade -

Porém somente em 1912 o Rubro-Negro teria o Futebol oficialmente. Naquele tempo a principal competição era o Campeonato Carioca. Já no primeiro ano foi vice-campeão do torneio daquele ano, o primeiro título veio em 1914. Mas o Campeonato Carioca daquele tempo é bem diferente do modelo que conhecemos hoje, e era um torneio considerado amador. Mas os títulos valem até os dias de hoje.

Como não haviam aviões ou transporte adequado até os anos 30 o Campeonato Carioca era a principal competição do estado do Rio de Janeiro.

Apenas no final dos anos 30 início dos anos 40 que começaram a ser feita algumas excursões e amistosos em outros estados. Isso fez com que nesses primeiros anos a principal competição fosse o Estadual. E o futebol pouco a pouco começava a cair no gosto popular seja pelo Estadual ou seja pela a Copa do Mundo que se iniciou em 1930.

Isso tudo fez com que tanto o Flamengo quanto outros clubes investissem mais no departamento de Futebol. Uma prova disso é que em 1933 foi quando teve o primeiro Campeonato Carioca profissional. A partir daí passou a ter mais profissionalismo no futebol carioca, e passaram a ter mais força.

Porém nesta primeira fase do Futebol havia um amadorismo muito grande e aqui nós vamos apenas focar neste primeiro momento. Devido a falta de documentos e registros do futebol na época.

Jogadores históricos do Flamengo

O que não falta na galeria do Flamengo são Ídolos históricos cada um em seu tempo o Flamengo é um celeiro de craques. Alguns vieram de outros clubes mas fizeram história com a camisa do mais querido.
[

Eles nos ajudam a entender melhor a história do Flamengo no período em que eles fizeram parte. Eles muitas vezes são um reflexo da história do Flamengo naquele momento, seja pelos títulos ou pelas suas marcas. 

Por isso vamos relembrar alguns craques que fizeram parte desta história do Flamengo. Todos organizados em ordem cronológica.

Leonidas Silva

- Continua Depois da Publicidade -

O Diamante Negro teve passagem por diversos clubes dentre suas passagens mais notáveis podemos destacar Bonsucesso, Flamengo e São Paulo. Este último foi onde o Diamante negro encerrou sua carreira, ele foi fundamental num período onde o racismo tomava conta do Futebol. 

Ele atuou como atacante e até hoje é o jogador com a maior média de gols do Flamengo que é 1,03 gols por jogo. Ele jogou 149 jogos e fez 153 gols, além do Campeonato Estadual de 1939. Também se destaca os torneios Aberto de Futebol em 1936, Taça da Paz no mesmo ano, Taça João Viana Sellir em 1937. 

Leonidas atuou no Flamengo onde não era tão comum ter ídolos e não era um período tão fértil para o Rubro Negro com relação de títulos. Muitos apontam Leonidas como o primeiro Pop Star do Futebol, ganhou essa fama principalmente em 1938 quando foi terceiro colocado na Copa do Mundo da França.

Dida

Dida é o caso de um Idolo um tanto quanto esquecido isso porque nos anos 50 o Rubro-Negro ainda não vivia suas maiores glorias. Mas mesmo assim, durante o período de 1954 a 1963 ele foi meia do referencial do Flamengo. Inclusive ele tem um fã muito ilustre que se trata de ninguém menos do que Zico. 

Aliás ele é o segundo maior artilheiro de todos os tempos do Flamengo com 264 gols e 358 jogos. Com a camisa do Flamengo ele conquistou 3 Campeonatos Estaduais (1954, 1955, 1963), Taça dos campeões estaduais Rio-São Paulo (1955) e o Torneio Rio-São Paulo (1961).

Dida foi com certeza o maior Ídolo do Flamengo da Década de 50 e algumas pessoas dizem que até a chegada de Zico ele foi o maior Ídolo da história do Clube. Após sair do Flamengo ainda jogou pela Portuguesa Santista e encerrou sua carreira no Atlético Junior da Colômbia. Também foi campeão mundial com a seleção brasileira em 1958, mas jogou apenas um jogo daquela copa.

Carlinhos Violino

Embora mais lembrado como Treinador Carlinhos Violino foi um jogador de futebol que defendeu as cores do Flamengo durante quase toda a década de 60. Ele foi um meio campista referência na década de 60 sendo um dos principais jogadores do Elenco Rubro Negro naquele período. 

Na sua carreira toda Carlinhos jogou apenas pelo Flamengo de 1958 a 1969. Neste período, ganhou com a camisa do Flamengo, o Torneio Rio-São Paulo (1961) e 2 Campeonatos Estaduais (1963 e 1965). Entretanto sua carreira como treinador acumula títulos.

- Continua Depois da Publicidade -

Carlinhos apesar de notável não teve muitas chances na seleção e por se tratar de um período de poucos títulos é muito pouco lembrado como jogador. Foi um dos poucos jogadores a ganhar a medalha Belfort Duarte que prestigia jogadores que nunca foram expulsos de campo. No seu último jogo ele entregou as suas chuteiras para um jovem Jogador chamado Arthur Antunes Coimbra. 

Zico 

E por falar em Arthur o meia é o próximo na nossa lista, se trata de ninguém menos do que Zico. O maior ídolo de todos os tempos do Flamengo. Atuou no clube em 2 passagens entre 1971 a 1983 e de 1985 a 1989. Mais do que um ídolo para muitos, ele foi o maior jogador Brasileiro de todos os tempos depois do Pelé (mas isso é muito discutido).

Zico é o maior artilheiro da história do Flamengo com 509 gols em 732 jogos. Com o Flamengo conquistou a Libertadores da América (1981), Mundial Interclubes, 3 Campeonatos Brasileiros (1980, 1982, 1983) mais uma Copa União (1987). Além de 7 Campeonatos Estaduais.

Zico é uma daquelas pessoas que seus números falam por si só. Ele alcançou números com o Flamengo que talvez nunca mais sejam alcançados. Além de ser o principal jogador do Flamengo no seu período mais vencedor.

Júnior

Júnior também é da geração de Zico, o grande Maestro fez parte de uma das gerações mais vitoriosas em 2 ocasiões. Teve uma primeira passagem de 1974 a 1984 e a sua segunda e mais famosa entre 1989 a 1993. Na sua primeira passagem atuou como Lateral direito e na sua segunda passagem atuou como meia.

Júnior é o jogador com que mais vezes vestiu a camisa do Flamengo um total de 874 jogos marcando 77 gols. Com o Flamengo ele conquistou Libertadores da América(1981), Mundial Interclubes(1981), 4 Campeonatos Brasileiros (1980, 1982, 1983, 1992). E mais Copa do Brasil (1990) e 6 Campeonatos Estaduais (1974, 1978, 1979, 1979, 1981, 1986, 1991).

Júnior com certeza está no panteão dos maiores ídolos do Flamengo isso se deve principalmente pela sua segunda passagem. Quando ele liderou a equipe Rubro Negra em importantes conquistas que para muitos eram vistas como improváveis. Em 1992 ele ganhou a Bola de Ouro pelo seu desempenho no Campeonato Brasileiro daquele ano.

Romário

Essa é uma escolha polêmica, isso porque o baixinho também foi grande ídolo no Vasco. Mas com a aposentadoria de Júnior ele assumiu o posto de ídolo do Flamengo. Isso porque ele chegou ao Brasil como o melhor jogador do mundo no ano do centenário. Mas essa expectativa logo foi baixando com o desempenho abaixo do esperado.

Apesar de toda a polêmica e constantes empréstimos, o baixinho ainda conseguiu ir bem e em 240 jogos foram 204 gols que fizeram dele o quarto maior artilheiro do Flamengo. Suas conquistas com o Rubro Negro foram 2 Campeonatos Estaduais (1996 e 1999). Também teve participação na Mercosul de 1999 apesar de ter sido demitido do Flamengo dias antes.

De todos os ícones do Futebol do Flamengo Romário com certeza é o que possui a trajetória mais irregular com a camisa Rubro-Negra. Ele deixou o Flamengo em 1999 e acertou com o Vasco em 2000, em uma história que deixou muito torcedor se perguntando qual poderia ser o final. Mas essas foram as lembranças deixadas pelo baixinho.

Renato Abreu

Renato chegou ao Flamengo em 2005 um dos períodos mais difíceis para o clube. Que vinha de um ano anterior bastante complicado com uma séria ameaça de rebaixamento e o ano de 2005 também foi difícil. Mas Renato Abreu conseguiu se destacar e ser o Artilheiro Rubro Negro na temporada. 

Renato é mais lembrado por ter salvo o Flamengo em momentos difíceis do que pelos seus título. Com o Rubro Negro chegou a conquistar 2 Campeonatos Estaduais (2007 e 2011) e a Copa do Brasil (2006). Teve um total de 73 gols e 241 partidas entre 2005 á 2007 e de 2010 a 2013.

Atualmente é o segundo maior artilheiro do Flamengo no século XXI. Ele tem uma boa identificação com a torcida do Flamengo até os dias de hoje, sendo lembrado como um dos últimos grandes batedores de falta.

Gabigol

Gabigol ou Gabi é um dos ícones da geração atual de craques do Flamengo. Ao lado de Bruno Henrique e Arrascaeta. Mas Gabi com certeza é diferenciado, sendo peça fundamental na conquista da Libertadores de 2019.

Atualmente ele é o maior artilheiro do século XXI com 75 gols em 109 jogos com a camisa Rubro Negra. Conquistou o Flamengo 2 Estaduais (2019 e 2020), 2 Campeonatos Brasileiro (2019, 2020) e Libertadores da América 2019. Além da Recopa Libertadores 2020 e 2 Supercopa do Brasil (2020 e 2021).

Em apenas três temporadas Gabi conseguiu conquistar diversos títulos. Ele foi um dos jogadores fundamentais para a retomada do Flamengo no cenário nacional. E ao que tudo indica Flamengo e Gabigol tem muito o que ganhar.

Alguns títulos de destaque do Flamengo

O Flamengo desde sempre teve uma galeria de troféus invejáveis, seja de turno de campeonatos estaduais até mundiais. Mas alguns títulos tem valor e peso mais importante do que outros seja pelo que eles simbolizam um momento de virada ou simplesmente ser a consagração de uma equipe.

Por isso hoje vamos lembrar destes títulos aqui não estão os mais famosos. Alguns títulos importantes que fazem parte da história do Flamengo e nos ajudam a entender como se iniciou determinado ciclo. Portanto vamos relembrar alguns títulos menos lembrados do Flamengo.

Torneio Rio-São Paulo 1961

A copa Rio-São Paulo até os anos 60 tinha um valor de um título nacional. Embora ela tenha sido renegada em alguns momentos pelos Clubes que preferiam seus Estaduais ou em alguns casos sair em excursão pela Europa(que era muito comum). Mas mesmo assim vale destacar a conquista de 1961 do Flamengo pelo seu período histórico.

O Copa-Rio São Paulo acabou servindo para apimentar as rivalidades interestaduais. Mas isso não vem ao caso agora, vamos voltar ao ano de 1961 o Flamengo tinha uma dupla de atacantes bastante promissora formada por Joel e Dida.

Havia Batido o Santos de Pelé por 5 a 1 nas semifinais, na decisão contra o Corinthians o placar foi de 2 a 0 para o Flamengo com gols da dupla de ataque Rubro-Negra.

O torneio deste ano funcionava da seguinte forma, 2 grupos se enfrentavam internamente um grupo do Rio outro de São Paulo. Os três primeiros destes grupos avançaram na disputa agora Rio contra São Paulo. O torneio passou por várias modificações e com o passar dos anos perdeu força até terminar de vez e só voltar nos anos 90.

Mas o destaque desta conquista é devido a esta ser uma conquista de maior expressão de um Flamengo que naquele momento ainda não era tão expressivo. Vamos lembrar que o Santos tinha Pelé e um grande Time, Botafogo Garrincha, Palmeiras dava início a primeira Academia. Isso mostra o quanto era forte o Futebol Rio-São Paulo naquele momento e o que essa conquista significava.

Campeonato Brasileiro de 1980

Muitos dizem que a geração vencedora do Flamengo começou com o Carioca de 1978. Mas a base do time Campeão de 1981 estava no Brasileiro de 1980. Esse com certeza é um título chave para entendermos a grande geração do Flamengo que estaria por vir nos próximos anos.

O Campeonato Brasileiro daquela época não era como nós conhecemos hoje em dia. Ele era dividido em grupos. Com um total de 44 equipes o formato consistia em 4 grupos de 10 times disputam por uma vaga na segunda fase.

Na segunda fase, 28 equipes mais 4 equipes definidas pela classificação da taça de prata ingressaram no torneio. Já a terceira fase 8 grupos de 4 equipes se enfrentaram em turno e returno os dois primeiros se classificavam. Para a última fase de grupos 4 grupos com 4 equipes se enfrentavam e o primeiro se classificava para a fase de mata-mata.

Como podemos ver naquele tempo, o torneio era bem mais extenso com mais equipes, e nem todas se enfrentavam. Mas o fato era que o Flamengo já amargava uma dura eliminação em 1979 e a falta do Brasileiro já começava a incomodar. Pois esse era um torneio que começava a ser grande.

Mas esse foi o ano da geração Zico e Companhia. Com apenas duas derrota o Flamengo possui a segunda melhor campanha do Brasileiro unificado com apenas uma derrota.

No jogo Final o Flamengo enfrentou o Atlético Mineiro no Maracanã. O Rubro-negro foi a campo com Raul; Toninho, Manguito, Marinho e Júnior; Andrade, Paulo César Carpegiani (Adílio) e Zico; Tita, Nunes e Júlio César. Técnico: Cláudio Coutinho.

Para quem quiser saber mais informações a respeito da campanha deste ano basta conferir o Flaestatistica.

Copa Mercosul 1999

Um título também bastante importante porém muito pouco lembrado é a conquista do Mercosul. Vale lembrar que nos anos 90 o Flamengo vinha de campanhas fracas no Campeonato Brasileiro e em outras competições. Apesar de ter ganho a Copa Ouro que tinha um peso similar a Copa Mercosul era bem mais enxuta.

Com um formato bastante semelhante à Copa Libertadores, o torneio naquele momento era composto por 20 equipes divididas em 5 grupos de 4 equipes. As duas primeiras equipes avançavam para a fase seguinte a fase de mata-mata. 

O Flamengo avançou como segundo colocado no grupo que tinha Olímpia, Colo Colo e Universidad do Chile. Quem avançou em primeiro lugar foi Olímpia.

Na fase de mata mata. O Flamengo passou nas quartas de finais por Independiente (1-1 e 4-0), na semi por Peñarol (3-0 e 3-2) e na Final Palmeiras (4-3 e 3-3). O Palmeiras Campeão da Libertadores era amplamente favorito.

Mas o Flamengo buscava fechar os anos noventa com chave de ouro. Se a década foi considerada fraca o título internacional ajudava a colocar a casa no lugar. O próximo título seria apenas a Libertadores da América de 2019, 20 anos depois.

Copa do Brasil 2006

A conquista da Copa do Brasil de 2006 veio em um momento em que o Clube começava a sair da crise. Nos últimos 2 anos o Rubro Negro havia enfrentado lutas constantes contra o Rebaixamento. Além de ter sido vice-campeão da Copa do Brasil por dois anos seguidos em 2003 e 2004. Por isso, é correto dizer que a Copa do Brasil foi um ponto de virada para a trajetória do Flamengo na segunda metade da década.

Mas em 2006 os ares no Flamengo começaram a mudar e a campanha na Copa do Brasil provava isso. Após um começo morno no Estadual daquele ano, e uma expectativa baixa pelo Campeonato Brasileiro.

O jeito era apostar na Copa do Brasil, que era um torneio relativamente mais fácil. Além de naquele momento a competição não contar com os classificados para a Libertadores da América. 

No seu Caminho até a vitória o Flamengo enfrentou o ASA de Arapiraca, ABC do Natal, Guarani de Campinas, Atlético Mineiro, Ipatinga e na final enfrentou seu rival o Vasco. Em 2 jogos vencendo por 2 a 0 e 1 a 0 o Rubro Negro se sagrou campeão no Maracanã. Que 2 anos antes havia amargurado sua pior derrota na decisão contra o Santo André.

Essa conquista da Copa do Brasil deu início a uma retomada no Futebol do Flamengo. Ainda que houvesse muito o que se recuperar, o Flamengo conquistou 3 Estaduais (2007, 2008, 2009).

E fez boas campanhas nos Brasileiros de 2007 onde terminou em terceiro lugar e 2008 onde terminou em quinto e chegou a liderar o campeonato. E em 2009 foi campeão Brasileiro 17 anos depois.

Mas tudo isso só foi possível graças ao título que devolveu a confiança aos Rubro Negros que foi a Copa do Brasil de 2006.

Campeonato Carioca 2019

O campeonato estadual às vezes tem o poder mágico de iniciar uma geração vencedora. Alguns apontam que a geração campeã dos anos 80 começou com o título de 1978. E podemos dizer que a geração campeã do Flamengo começa com o Estadual de 2019. 

Isso porque desde 2015 o Flamengo inicia um projeto de retomada do seu futebol. Após as constantes crises que assombravam o Clube desde o início dos anos 2000. Passado o período de crise boas contratações começavam a chegar no Rubro Negro.

Dentre elas, Paolo Guerrero, Diego Ribas, Everton Ribeiro, e o promissor técnico Reinaldo Rueda. Mas isso não mudou muita coisa, o Flamengo briga por títulos mas não ganha muita coisa. Apenas o estadual de 2017. Além disso, foi terceiro lugar no Brasileiro de 2016 e segundo em 2018, também teve o vice campeonato da Copa Sul Americana de 2017. 

Por isso o Estadual de 2019 foi fundamental para a nova geração que estava por vir. Com Bruno Henrique, Gabigol e Arrascaeta.

O Flamengo que iria ganhar a América começava ganhando o estado do Rio de Janeiro. Em 2 jogos contra o Vasco vencendo por 2 a 0 o Flamengo se sagrou campeão Estadual daquele ano.

Menções honrosas aos títulos Rubro Negro

O objetivo dos títulos aqui foram exaltar a história do Flamengo e com eles contar a história de Cada período do Rubro Negro. Mas esses talvez não sejam os mais importantes, mas com certeza são fundamentais para entender melhor a história do Flamengo. Ainda tem muitos títulos que merecem uma atenção especial.

Assim vamos citar algumas menções honrosas dos títulos do Flamengo. Eles são títulos mais lembrados por isso não apresentamos com tanto destaque:

  • Campeonato Carioca 1978: Muitos apontam esse título como o início da geração vencedora de 1981.
  • Libertadores da América 1981: A conquista da América foi a coroação desta geração que para muitos foi o melhor time depois do Santos de Pelé.
  • Mundial Interclubes: O título mais importante da história do Flamengo, pela primeira vez o time conquistava o mundo.
  • Campeonato Brasileiro de 1992: Para muitos esse Brasileiro tem um sabor especial pois era uma geração ainda bastante jovem. Comandados pelo Maestro Júnior, o Flamengo venceu o Botafogo na decisão.
  • Libertadores da América 2019: A segunda vez que o Rubro Negro conquistou a América sob o comando de Jorge Jesus. Essa conquista veio 38 anos depois da sua primeira conquista da América.

Portanto, esses são outros títulos que merecem destaque dentro da história Rubro-Negra. Sejam pelo seu peso ou pelo momento em que eles foram conquistados. Pois só o que pode definir o peso de Um título é o momento em que o mesmo foi conquistado.

Conclusão um pouco da história do Flamengo

É impossível contar toda a história do Flamengo em apenas um texto. Pois o clube tem muita história e muitos jogadores históricos. A opção aqui foi em optar por títulos do passado pois é preciso dar um espaço tempo para que certos títulos ganhem certa importância devida que só tempo pode oferecer.

Aqui buscamos trazer os principais jogadores e títulos e um pouco a respeito da história do Flamengo. Mas o clube é composto por esses jogadores suas conquistas, que com o tempo foram mudando. Alguns marcaram mais pelas conquistas, outros pelo seu heroísmo em momentos difíceis, mas todos tem sua importância.

Portanto espero que tenha gostado dos nossos fatos sobre o Flamengo, que você tenha aprendido um pouco mais sobre o Flamengo. Isso é tudo nós vamos ficando por aqui.

 

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -