HomeEsportesGrêmio: História do time, principais jogadores e títulos

Grêmio: História do time, principais jogadores e títulos

-

O Grêmio é um dos maiores clubes do País. Sendo reconhecido até hoje por suas conquistas a nível nacional. No Rio Grande do Sul divide esse posto com o internacional, com quem disputa um dos maiores derbys do Brasil. Por isso, hoje vamos contar mais sobre a história do Tricolor Gaúcho, seus títulos e seus maus momentos.

Pois, assim como qualquer grande clube do Brasil, sua história é repleta de glórias como momentos de menor felicidade, como os seus dois rebaixamentos em 1991 e 2004. E nós vamos tentar passar por tudo isso sem deixar faltar nada, desde títulos até a história de seus treinadores e jogadores marcantes.

Vamos falar da história do Grêmio através de seus títulos nacionais e internacionais, isso porque o Estadual muitas vezes é centrado no GreNal. Deste modo é preciso falar do que o Grêmio conquistou fora do seu território, mas é claro que sem deixar de contar a história do Clássico e da Rivalidade entre ambos.

Quanto aos Ídolos vamos dar mais preferencias aos

Por isso vamos acompanhar a história do Grêmio passando por seus títulos. É claro que é impossível se falar de tudo, mas nós vamos tentar cobrir um pouco de tudo, passando por seus ídolos e algumas curiosidades. 

Os primórdios do Futebol no Grêmio

- Continua Depois da Publicidade -

A história do Grêmio se confunde com a introdução do Futebol no Brasil, isso porque praticamente com a fundação do Grêmio foi consolidada a chegada do Futebol no Sul. Assim, no dia 15 de Novembro de 1903 foi fundado o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense.

O primeiro Jogo ocorreu no dia 6 de março de 1904 contra o FussBall Club Porto Alegre, fundado no mesmo dia do Tricolor Gaúcho, essa partida foi vencida pelo Grêmio por 1 a 0. Neste momento o Clube ainda era um clube de várzea, sem estádio ou campo de treino.

O primeiro Campeonato Gaúcho apenas veio em 1921 na terceira edição do Campeonato Gaúcho. A partir do Gaúcho começou a principal Rixa entre Grêmio e Internacional. Que vamos ver a seguir

GreNal

O Grenal é com certeza o principal clássico do Sul do Brasil, ele chegou a ser eleito até o maior Clássico do Brasil, pelo fato de que ele consegue dividir o estado do Rio Grande do Sul. Esse clássico é fundamental para entender a história do Campeonato Gaúcho, isso porque em 100 edições do Estadual 84 foram vencidas por Grêmio e Internacional, sendo 39 títulos para o Grêmio e 45 para o Internacional.

O primeiro GreNal aconteceu em 1909, com o Vitória do Grêmio por 10 a 0, muitos afirmam que essa vantagem veio do fato do Grêmio ter mais tempo dentro do Futebol. Mas ao longo dos anos esses números foram mudando com o tempo. Atualmente as equipes se enfrentaram em 430 jogos sendo 136 empates, 157 vitórias do Inter e 147 vitórias para o Lado do Grêmio.

Esse confronto já passou por Copa do Brasil, Copa Sul Americana e Campeonato Brasileiro. Mas no primeiro momento, principalmente no Campeonato Gaúcho, esse confronto decidiu por muitas vezes o campeonato. Por isso é correto dizer que embora tenha outras equipes, o Gauchão é basicamente centralizado na dupla Grenal.

GreJu

Outro clássico que merece destaque é o Gremio X Juventude, isso porque o Juventude é outro expoente do futebol gaúcho. Embora esse clássico nos últimos tempos não tenha tido tanto destaque quanto teve no passado, pois o Juventude têm passado por dificuldades, só tendo voltado para a elite do brasileiro nos últimos anos.

Neste duelo Grêmio têm uma imensa vantagem em relação ao seu rival, são 196 jogos com 115 vitórias do Grêmio, 33 do Juventude e 48 empates. O que mostra que o Grêmio tem ampla superioridade ao seu rival conterrâneo.

- Continua Depois da Publicidade -

Embora seja um clássico tradicional no sul, apenas nos anos 90 que ele passou a ser disputado a nível nacional quando o Juventude passou a frequentar a série A em 1994. A partir deste momento o confronto passou a tomar outra proporção, mas ainda sim não tem o charme e um apelo que possui um GreNal.

O primeiro brasileiro até a conquista do Mundo

Agora que entendemos um pouco mais a respeito do Futebol Gaúcho, podemos passar para a história do Grêmio no cenário nacional. Embora isso não deixe de começar no Rio Grande do Sul. Pois naquele momento a classificação para o Campeonato Brasileiro se dava por intermédio dos estaduais. E nos anos 60 o Grêmio dominou o Campeonato Gaúcho sendo campeão 8 vezes.

Mas nos primeiros anos o Grêmio apenas conseguiu chegar em terceiro lugar em duas ocasiões. A primeira em 1959 na primeira edição do Campeonato Brasileiro, a segunda em 1967 onde ele conseguiu conseguiu novamente o feito. Mas não vamos entrar em detalhes pois neste período o formato do Campeonato Brasileiro era muito diferente do que é hoje em dia, e até mesmo em relação ao Campeonato que viria acontecer anos mais tarde.

Por isso vamos dar um salto até 1981 onde após presenciar seu rival se sagrar campeão Nacional três vezes seguidas, aqui era a vez do Tricolor ganhar o Brasil pela primeira vez, depois de bater na trave e de passar os anos 70 apagado.

Em um campeonato com um formato que consistia em 3 fases, a primeira em grupos de 10 onde os sete melhores se classificavam, na segunda fase em grupos de quatro onde os dois primeiros primeiros se classificavam, e na terceira fase onde todos os clubes se enfrentavam em mata-mata. 

Assim, em uma campanha com 14 vitórias, 2 empates e 7 derrotas o Grêmio se sagrou campeão, vencendo os dois últimos jogos contra o São Paulo.  No ano seguinte o Grêmio novamente chega a final do Brasileiro, mas é parado pelo então Campeão Mundial Flamengo em uma das finais mais equilibradas de todos os tempos. Mas no ano seguinte viria sua maior glória.

Em 1983 o Grêmio se sagrou Campeão da América, batendo o Peñarol na Final, no total foram 12 jogos com 8 vitórias, 3 empates e uma derrota. E no mundial de Clubes o Grêmio bateu o Hamburgo se sagrando campeão Mundial inter clubes.

Primeira copa do Brasil

O Grêmio após a conquista da Libertadores de 1983, o Tricolor ainda chegou na final do ano seguinte, mas perdeu o título para o Independiente da Argentina. A Libertadores daquele tempo era bem diferente do que é hoje em dia, por isso não vamos entrar muito em detalhes nesta questão a respeito do seu Regulamento.

- Continua Depois da Publicidade -

Mas nos anos 80 o Grêmio conseguiu chegar nas semifinais do Brasileiro de 1984 perdendo para o Vasco nas Semifinais. O resto da década foi bem apagada embora tenha conquistado o pentacampeonato do Gaúcho, mas a nível nacional só mesmo em 1989 o Grêmio voltaria a vencer a nível nacional.

O Grêmio se sagrou campeão da primeira edição da Copa do Brasil, que foi um torneio a nível nacional Paralelo ao Campeonato Brasileiro. Com um formato bem parecido ao de hoje em dia em 10 jogos o Tricolor venceu 8 e empatou 2. Na final bateu o Sport por 0 a 0 na Ilha do Retiro no primeiro jogo, e 2 a 1 no último jogo disputado no Estádio Olimpico.

No ano seguinte ainda conseguiu faturar a Supercopa do Brasil vencendo o Vasco por 2 a 0 no Estádio Olímpico e empatando o segundo jogo por 0 a 0 em São Januário. Mas no ano seguinte viria um dos Capítulos mais dolorosos da história do Grêmio, seu primeiro rebaixamento.

O primeiro rebaixamento 

O primeiro rebaixamento do Grêmio é algo bem pouco comentado, e não se sabe muito bem quais são seus antecedentes, é importante destacar que 2 anos antes o clube conquistou seu título da copa do Brasil e ter novamente chegado na final neste mesmo ano o grêmio estava rebaixado. 

Em 19 jogos o tricolor apenas conseguiu 3 vitórias e acabou sendo rebaixado junto com o vitória, na época até se comentava de uma possível virada de mesa como era comum ocorrer naquele tempo.

Essas viradas de mesa algumas vezes poderiam ser algum escândalo, como o caso Ivens Mendes, ou o que era muito comum mudança no regulamento. Mas não foi dessa vez.

O tricolor Gaúcho amargou seu primeiro rebaixamento. Que é bem pouco lembrado, mas o pior ainda estava por vir.

Na série B de 92 o Grêmio passa por uma grande dificuldade para retornar para elite, e termina apenas em oitavo lugar, assim acontecendo uma virada de mesa que esvaziou a Série B. Isso porque os 12 primeiros se classificaram para a série A. Assim surgindo a seletiva para a Série B

Retomada dos Títulos

Após retornar para a série A em 1993 o Grêmio chegou a mais uma final de Copa do Brasil mas perdeu o título para o Cruzeiro. Mas no ano seguinte o Tricolor Gaúcho em 1994 faturou uma Copa do Brasil sobre o até então desconhecido Ceará empatando o primeiro jogo por 0 a 0 e vencendo o segundo jogo por 1 a 0 no Olímpico. Este título foi o primeiro de uma fase bastante vitoriosa que seria os anos 90.

Em 1995 faturou a Libertadores da América vencendo na Final o Atlético Nacional. Embora desta vez não tenha tido tanta sorte no Mundial de Clubes e acabou sendo derrotado nos pênaltis pelo AJAX da Holanda. Mas o Grêmio não terminou por aí

Em 1996 o Grêmio se sagrou Campeão Brasileiro novamente enfrentando na Final a Portuguesa, no ano seguinte venceu a Copa do Brasil sobre o Flamengo empatando os dois jogos mas levando o título no Saldo de Gols. E esse título encerra o período vitorioso do Grêmio, que só voltaria a ser campeão da Copa do Brasil em 2001.

Mas esse título mais o terceiro lugar do Campeonato Brasileiro no ano seguinte e a campanha da Libertadores parando nas semifinais, foram o fim da era mais vitoriosa do Grêmio e se iniciava o período que culminaria no segundo Rebaixamento do Time. 

Segundo rebaixamento 

Já em 2004 o rebaixamento do Grêmio foi algo que ocorreu de uma forma bem dramática com o clube tendo várias formas de evitar cair para a segunda divisão, mas mesmo assim foi o suficiente.

A campanha decepcionante do Brasileirão de 2004, levou o clube para a segunda divisão. Onde também sofreu para retornar para a elite do futebol brasileiro. Tendo apenas conseguido na última rodada

Com um formato bem diferente do que se tem hoje em dia, a série B era disputada em 2 quadrangulares. E no quadrangular final o Grêmio conseguiu voltar à elite no que hoje é conhecido como a batalha dos aflitos contra o Náutico. Neste jogo em questão o Grêmio teve 4 jogadores expulsos mas, mesmo assim venceu o jogo e se garantiu na primeira divisão do brasileiro de 2006.

De volta as finais da libertadores

De volta à Elite em 2006 o Grêmio faz uma excelente campanha terminando na terceira colocação do Campeonato Brasileiro, e no Ano seguinte voltou a uma Final de Libertadores sendo derrotado pelo Boca Juniors nos dois jogos. Mas ainda sim esse era um grande feito para um clube que recém voltava da Segunda divisão.

Após este feito o Grêmio foi Vice-campeão Brasileiro no ano seguinte tendo sido muito favorito ao título, depois novamente teria um Vice-Campeonato em 2013. Mas os títulos só voltariam mesmo em 2016.

Nesta ocasião, o Grêmio se sagrou campeão da Copa do Brasil após 14 anos, e no ano seguinte foi campeão da Libertadores após enfrentar o Lanús e vencer os dois jogos. Mas no mundial parou na final diante do Real Madrid perdendo por 1 a 0. Este foi o último grande feito gremista até então. 

Galeria de Ídolos do Grêmio

A galeria de ídolos do Grêmio é repleta de craques que vão desde o gol até o ataque, alguns mais marcantes, outros nem tanto, mas todos aqui listados fizeram parte da história do tricolor por um certo momento.

Portanto vamos ver quem são os ídolos gremistas:

Renato Gaúcho

Renato Gaúcho é o caso de um jogador que embora tenha criado uma identidade muito forte com o Grêmio, sua passagem por outros clubes fez com ele seja bastante lembrado por outros clubes do Brasil, como o caso de Flamengo e Fluminense. Mas ainda sim, Renato seria muito importante para a história do Grêmio.

Renato com o Grêmio conquistava o Campeonato Brasileiro de 1981, a Libertadores e o Mundial Interclubes de 1983, mais o bi-campeonato gaúcho de 1984 e 1985. Ao todo Renato teria duas passagens pelo Grêmio: a primeira de 1981 a 1987 e a segunda em 1991, no fatídico rebaixamento gremista.

Talvez Renato tenha sido mais bem sucedido ou tão bem sucedido quanto jogador como treinador, fazendo com que Portalupi tenha tido um papel bastante importante em 2 momentos distintos do clube.

Paulo Nunes

Paulo Nunes é um outro caso de um jogador com uma forte identidade com o Tricolor Gaúcho, embora ele tenha permanecido por pouco tempo no clube. No Grêmio foi onde Paulo Nunes viveu os seus melhores momentos no futebol, sendo artilheiro da Copa do Brasil e tendo ganho a Bola de Prata no ano anterior.

No Grêmio, Paulo Nunes conquistou o Campeonato Brasileiro de 1996, Copa do Brasil de 1997, Copa Libertadores da América 1995 e a Recopa Sul-Americana 1997, além de dois Estaduais em 1996 e 1997. Atuou pelo Grêmio de 1995 á 1997 quando se transferiu para o Palmeiras.

Paulo Nunes talvez não tenha uma identificação maior com o Grêmio devido a sua passagem marcantes por times como Flamengo e Palmeiras. Mas ainda sim ele merce um lugar especial na Galeria de Idolos gremistas.

Danrlei 

Danrlei foi um goleiro formado nas Categorias de Base do Grêmio tendo se profissionalizado logo após o período mais turbulento da história do Tricolor Gaúcho que foi o seu primeiro rebaixamento. Em pouco tempo Danrlei começou a se destacar dentro do Grêmio e conseguiu conquistar títulos importantes.

Danrlei conquistou 2 Copas do Brasil (1994 e 1997), uma Libertadores da América (1995), Recopa Sul-Americana (1996), Campeonato Brasileiro (1996), além de 5 Campeonatos Gaúchos (1993, 1995, 1996, 1999, 2001). Muitos o consideram como o maior goleiro da história do Grêmio.

Danrlei possui uma identidade com o Grêmio até os dias de hoje, muitos torcedores acreditam que talvez o Grêmio não tenha sido rebaixado em 2004 se ele tivesse continuado na equipe, mas hoje em dia é bastante difícil se dizer.

Pedro Geromel

O Ídolo contemporâneo do Grêmio, sendo responsável pelas últimas conquistas do Tricolor. Embora seja muito difícil falar de um ídolo contemporâneo, que até o momento ainda está em atividade, isso porque muita coisa pode acontecer como polêmicas ou qualquer fato negativo. Mas independente de tudo isso, Geromel já pode ser considerado um dos maiores dentro do Grêmio.

Geromel é um caso bem semelhante ao de Paulo Nunes, pois ele viveu seu melhor momento no Grêmio, tendo ajudado o Grêmio a conquistar a Copa do Brasil (2016), Libertadores da América (2017), Recopa Sul-Americana 2018, além de 3 Estaduais (2018, 2019, 2020).  

No caso de Geromel todos os títulos conquistados em sua carreira foram com a camisa do Grêmio. Ele com certeza é um dos maiores zagueiros da história do Tricolor Gaúcho, sendo fundamental nas conquistas atuais do clube.

Outros Ídolos

Alguns outros ídolos também marcaram de forma positiva a história do Grêmio, por questões diversas merecem fazer parte da nossa menção honrosa, pois marcaram a história do Tricolor Gaúcho e foram fundamentais quando estiveram em campo.

Portanto vamos ver quais são os craques que também merecem nossa menção

    • Paulo Cezar Caju: Com passagens marcantes por Flamengo e Fluminense, teve participações marcantes pelo Grêmio onde encerrou sua carreira, e contribuiu nas conquistas dos Estaduais de 1979 e 1980, além do Mundial interclubes de 1983.
    • Mazzaropi: Possuí uma passagem marcante pelo Grêmio tendo disputado 425 jogos entre 1983 à 1990. Conquistou a Libertadores e Mundial de 1983, 6 Estaduais (1985, 1986, 1987, 1988, 1989 e 1990), a Copa do Brasil de 1989 e a Supercopa do Brasil de 1990. Além do Grêmio Mazaropi tem uma passagem muito marcante pelo Vasco da Gama
  • Ronaldinho Gaúcho: Embora ele divida opiniões, Ronaldinho Gaúcho foi revelado pelo Grêmio teve uma passagem boa pelo Grêmio. Com 145 jogos e 75 gols. Apesar de apenas ter conquistado 1 Estadual em 1999, ele foi muito querido pela torcida do Grêmio, mas sua volta ao Brasil fez com que ele perdesse o status de ídolo para a torcida gaúcha.
  • Zinho: Ele possui passagens muito marcantes por Flamengo e Palmeiras, Zinho também tem um status de ídolo no Grêmio sendo peça fundamental na conquista da Copa do Brasil de 2001, marcando um dos gols na Final. No total conquistou além da Copa do Brasil um Estadual no mesmo ano.
  • Mauro Galvão: Embora ele seja muito associado ao rival Internacional e ao Bangu, Botafogo e Vasco, Mauro teve participações em muitos títulos do Grêmio. Esses títulos são Recopa Sul-Americana 1996, Campeonato Brasileiro em 1996, Copa do Brasil em 1997, 2 Estaduais 1996 e 2001.
  • Marcelo Grohe: Foi fundamental para a conquista da Libertadores de 2017, em especial no jogo final contra o Lanús. Tendo praticamente sua carreira inteira atuando unicamente para o Grêmio, assim como Geromel ele é bastante lembrado como um dos heróis da história contemporânea gremista.

Treinadores

Alguns treinadores são essenciais para a história do Grêmio, eles foram uma liderança responsável pela condução do time aos títulos e muitas vezes eles acabam ganhando a simpatia da torcida.

Assim como os craques o “professor” também merece a nossa atenção, e aqui vamos destacar alguns treinadores marcantes da história do Grêmio:

  • Renato Gaúcho: Assim como Jogador Renato Portaluppi tem uma passagem marcante como treinador pelo Grêmio em 2016 onde conseguiu conquistar a marca de treinador com mais jogos a frente do Grêmio com 411 jogos. Conquistou o Grêmio em 3 Estaduais (2018, 2019, 2020), Copa do Brasil 2016, Copa Libertadores da América 2017, Recopa Sul-Americana 2018. Isso tudo coloca Renato Gaúcho na lista dos ídolos como jogador e treinador.
  • Valdir Espinosa: Espinosa foi o primeiro treinador a conquistar a América com o Grêmio. Esteve à frente do tricolor em 221 jogos, conquistando Libertadores e Mundial Interclubes de 1983 e o Estadual de 1986.
  • Felipão: Luiz Felipe Scolari foi responsável pela retomada gremista após o seu primeiro rebaixamento. No total ele conquistou Copa do Brasil de 1994, Libertadores da América 1995, Campeonato Brasileiro 1996 e 3 Estaduais (1987, 1995 e 1996). Sendo um dos técnicos mais queridos pela torcida gremista estando a frente em 370 jogos.

Poderíamos ainda destacar outros treinadores como Mano Menezes, Tite e Foguinho. A lista de treinadores marcantes na história gremista é bastante grande, mas aqui destacamos os treinadores que conquistaram os títulos mais relevantes.

Saiba mais sobre esportes ao conhecer a categoria exclusiva do Flame ao clicar aqui!

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -