HomeEsportesCopa do Brasil: conheça a competição, maiores times e goleadas

Copa do Brasil: conheça a competição, maiores times e goleadas

-

Que uma das paixões dos brasileiros é o futebol, é fato, ainda mais com tantas competições como Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

Mas, uma coisa que aqueles que não são tão fãs de futebol sabem é que a Copa do Brasil possui um formato diferente do Campeonato Brasileiro. Basicamente, essa copa funciona, inicialmente, com um sistema de sorteios.

Os times sorteados formam entre si chaves onde acontecerá, primeiramente, uma fase de mata-mata. Os melhores times de cada chave irão passar para a próxima etapa do campeonato e seguir esse molde até a disputa final, que irá definir quem é o campeão da Copa do Brasil.

É de grande interesse dos times ganharem essa competição pelo fato de que, além de ser uma das maiores disputas nacionais, é o caminho mais rápido para a Libertadores da América.

Tanto o time vencedor quanto o vice campeão participam de 12 rodadas, do início ao fim e não há nenhum sistema de pontuação cumulativo, como no Brasileirão.

- Continua Depois da Publicidade -

Grandes times já venceram a Copa do Brasil, como Corinthians, São Paulo e, recentemente, Palmeiras.

A competição premia o time vencedor com uma bela taça e, além disso, um valor de 54 milhões de reais. Além disso, o vice campeão recebe um prêmio de mais de 20 milhões de reais, um valor considerável para um segundo lugar num campeonato.

Fatos como esse e muitos outros permeiam essa que é uma das competições de maior expressão dentro do futebol brasileiro. Por isso, para conhecer melhor a Copa do Brasil e seus detalhes, esse artigo foi escrito.

Para conhecer melhor a competição, melhores times, grandes vitórias e derrotas, e muito mais, o texto abaixo está repleto de boas informações para deixar os leitores por dentro de tudo sobre a Copa do Brasil.

História da Copa do Brasil

Em 1989 aconteceu a primeira edição da Copa do Brasil, que surgiu com o intuito de integrar times de federações menores do Brasil.

Devido a diminuição do número de times no Campeonato Brasileiro, muitos questionamentos foram feitos por esses conjuntos de divisões estaduais menores.

Antes, em 1986,  o Brasileirão era disputado por cerca de 44 times. Mas, esse número foi reduzido após a criação da Copa da União, onde apenas times de expressão participavam da disputa.

Taça da disputa Copa
Taça da disputa entre Corinthians e Cruzeiro.

- Continua Depois da Publicidade -

Times de federações como do Centro-Oeste, Norte e Nordeste ficaram excluídos da possibilidade de participar de disputas de maior expressão, e por isso aconteceu a criação da Copa do Brasil.

Dessa maneira, os times que foram excluídos do Brasileirão poderiam ter mais chances de participar da Copa Libertadores da América, que é o campeonato de maior expressão do continente Sul Americano.

O primeiro jogo foi disputado entre Flamengo e Paysandu. A vitória do time carioca foi de dois gols contra nenhum do time paulista.

Mas, no final da Copa, o campeão foi o time gaúcho Grêmio, que foi classificado para a Libertadores de 90, onde não obteve êxito, já que o vencedor foi o Olímpia, do Paraguai.

Enfim, essa competição começou a ganhar muita força entre os times de todas as federações, tanto pela possibilidade de dar acesso à Libertadores quanto pelo alto nível da disputa, apesar dos times “menores”.

Um fato sobre a Copa: nem sempre seu formato de premiação foi o mesmo. Durante quatro anos, desde sua criação até 1993, a Copa do Brasil entregava a seus campeões um troféu único que ficava sob posse do time vencedor assim que vencesse.

Mas, para se consagrar campeão e conseguir o troféu, a partir de 94 foi preciso que o time fosse ou 3 vezes campeão consecutivo ou 5 vezes campeão alternadamente.

Como funciona a disputa da Copa do Brasil

Basicamente, times de todas as regiões do país são sorteados entre si para se encaixarem em chaves.

- Continua Depois da Publicidade -

Ao todo, são 8 chaves de times divididos em dois grupos, cada chave com um número de 10 times. Ou seja, oitenta times participam da competição a partir da fase inicial, enquanto outros entram por definição de critérios da CBF.

A partir de 2021, o número de times competindo entre si na fase inicial é de 80 equipes de várias regiões do Brasil. Mas, ao todo, 92 participam da disputa entrando em outra fase.

Na primeira fase, cada um dos times que se enfrenta participa de um jogo. Anteriormente, havia um critério de desempate onde um time que ganhasse uma partida fora de casa teria isso a seu favor na hora do desempate.

Todavia, esse critério não é mais usado desde 2017, e agora os únicos dois que ainda servem para decidir o desempate entre os times são o saldo de gols e a disputa de pênaltis.

Enfim, após a fase de mata-mata, apenas dez clubes ficam restando no campeonato para irem até as oitavas, onde disputam entre si até se tornarem cinco times para ir em direção a disputa final.

Basicamente, os times escolhidos devem estar entre os melhores no ranking nacional de cada um de suas federações ou estar bem classificado nos campeonatos regionais.

Enfim, aquele que vencer o campeonato, terá uma vaga garantida na Copa Libertadores da América, que, querendo ou não, pode ser mais atrativo que o próprio prêmio da Copa do Brasil.

Critérios para participar da Copa do Brasil

Como dito anteriormente, para que seja estabelecido quais times irão participar da copa do Brasil, é necessário seguir alguns critérios.

Basicamente, os 12 times que entram na terceira etapa da competição são compostos por  times que já estão classificados para a Copa Libertadores, os times campeões da Copa Nordeste, Copa Verde e as demais vagas são de times que ficaram melhor classificados no Brasileirão série B.

Agora, as 70 vagas as quais são dos times que disputam a competição desde o início são para os campeões estaduais de 2020, o que exclui os times mencionados anteriormente.

Além disso, as outras 10 vagas são definidas pelo ranking nacional de clubes do ano em que acontece a competição.

Dentro desses critérios existe uma série de outras especificidades que definem quais são os times que irão integrar a competição.

Geralmente, as especificidades variam entre si de acordo com predeterminações da CBF quanto a outros campeonatos, como a Libertadores, que é um determinante para a Copa do Brasil.

Por isso, além da mudança de regulamento que pode ocorrer a cada ano, mudanças na estrutura da organização do campeonato podem acontecer.

Mas, dentro de tanta regulamentação, o que realmente importa para os torcedores no fim das contas é ver seu time no meio da disputa.

Copa do Brasil: Primeira e segunda etapas

Essa é a primeira etapa da Copa do Brasil, onde oitenta times de diferentes regiões disputam entre si em partidas mata-mata para decidirem quem irá passar para a próxima fase.

Como dito anteriormente, oitenta times são particionados em dois blocos, onde são divididos em chaves para que haja disputas entre si.

O que difere os times do grupo um para os times do grupo dois é que cada um possui um privilégio específico. Enquanto times do bloco um podem jogar em casa, os times do bloco dois podem se classificar ainda que tenham um empate contabilizado.

Como é uma disputa mata-mata, aquele que for vencedor de cada grupo irá passar.

Em 2021, o número de times que se classificam para a segunda fase é de 40, dois por cada chave. Depois disso, 40 times disputam entre si, numa fase mata-mata para decidir quais são os classificados para a terceira etapa.

Ao todo são 20 partidas e cada uma define quais serão os 20 times que se classificam para a etapa seguinte, onde os times que entram por critério passam a integrar a competição.

Terceira etapa

Nessa fase, chaves  de confrontos são formadas entre os times que passaram da primeira  e segunda etapa e os times selecionados de acordo com critérios da CBF.

Esses critérios funcionam, basicamente de acordo com o RNC da CBF, que é o ranking nacional de clubes, onde os 12 melhores times desse ranking passam a disputar a Copa.

As partidas são divididas em chaveamentos e aqueles que vencerem as partidas, tanto de ida, quanto de volta avançam para a etapa seguinte da competição.

Ou seja, ao todo são 32 times disputando entre si em apenas uma rodada de 16 confrontos onde apenas 8 saem vitoriosos para seguirem para a outra etapa.

Vale frisar que as rodadas são divididas entre partidas de ida e volta, onde os times tem a chance de jogarem fora e dentro de casa.

Geralmente, os times que jogam em casa são favoritos para a vitória. Entretanto, nunca é uma garantia de que irão vencer os jogos aqueles que jogam em casa.

Oitavas de final

A partir dessa etapa, a competição passa a encaminhar-se para um número menor de times participantes. Ao todo, dezesseis times disputam entre si em oito confrontos para definir quais irão para as quartas de final.

Geralmente, é nessa fase que ocorre a “peneira” dos times mais capazes para integrar uma possível final da competição, já que é nas quartas que sobram apenas oito times, número que é apenas o dobro dos competidores da semifinal.

Enfim, essa etapa, assim como as seguintes antes da semifinal e final são definidas por sorteios que definirão como ficam as disputas dentro das chaves .

Quartas de final

Nas quartas de final é onde sobram os times de maior destaque até essa parte da competição. Apenas oito times ficam na disputa para concorrer entre si às vagas da semifinal.

Ao todo, é uma rodada de quatro partidas onde cada uma das equipes joga contra um adversário. É provável que nessa etapa times de maior expressão permaneçam na disputa, já que a Copa do Brasil é um campeonato democrático que permite a participação de equipes menores.

Todavia, não há o que esperar e tudo pode acontecer, inclusive equipes pequenas se classificarem para as semifinais, como aconteceu no ano de 2004 com o time XV de novembro.

O time surpreendeu todo o Brasil ao vencer o Vasco da Gama na segunda rodada do campeonato, quando ainda não havia a terceira rodada como é agora.

E essa é apenas uma das histórias de times de menor expressão se classificando para a semifinal. É bem provável que a Copa do Brasil de 2004 tenha marcado a memória dos gaúchos que torciam para o XV de Novembro.

Semifinais

Nessa etapa, apenas quatro equipes disputam entre si para decidir quais serão os finalistas da competição. Vale frisar que a disputa ocorre em apenas dois confrontos, onde cada time disputa apenas uma rodada.

Ou seja, as semifinais possuem um caráter eliminatório também, sem jogo de ida ou volta.

Copa do Brasil: Final

O jogo final é a disputa entre cada um dos dois classificados da semifinal para definir quem será o campeão da Copa do Brasil. O jogo é decisivo, e acontece em uma única rodada onde caso haja empate, acontece uma disputa de pênaltis.

Por isso, é muito importante que os times disputem com o melhor que as equipes têm para oferecer para evitar que eventualidades de derrota ocorram nos pênaltis.

As disputas de pênaltis são muito conhecidas por surpreender times bem preparados com derrotas por erros de encabular os torcedores e, por isso, devem ser evitadas com alto desempenho em campo durante o decorrer do primeiro e segundo tempo.

Os times que mais venceram a Copa do Brasil

Cruzeiro - Hexacampeonato
Cruzeiro – Hexacampeonato da Copa do Brasil.

Existem muitos times de renome que participam da lista dos times que mais venceram a Copa do Brasil.

Entre eles, Cruzeiro, Grêmio, Palmeiras, Flamengo e Corinthians são os times que mais venceram a copa até hoje. Todos já ganharam o torneio pelo menos mais de uma vez, sendo que é o time com mascote da Raposa que tem maior número de títulos, ao todo são seis..

Para conhecer melhor sobre os três times que mais venceram a Copa do Brasil, sobre os anos de seus títulos e muito mais, aqui está uma lista de detalhes sobre cada um deles.

Cruzeiro

Antes de falar sobre seus títulos, que ao todo são mais de seis, é interessante comentar um pouco sobre a história desse que é um dos times mais importantes da história do futebol mineiro e brasileiro.

Fundado em 1921, esse time é considerado uma das melhores equipes do futebol brasileiro e da América do Sul. Além disso, o Cruzeiro é o maior vencedor da Copa do Brasil desde que a competição foi inventada.

O time tem como maior adversário o Atlético Mineiro, que também é um time da cidade de Belo Horizonte. Além das seis vezes que foi campeão da Copa do Brasil, o time foi campeão da Libertadores duas vezes; da Supercopa Libertadores 2 vezes; da Recopa Sul-Americana 1 vez.

Além disso, o clube foi considerado o melhor clube brasileiro do século XX, de 1901 até  2000, pela IFFHS. Enfim, agora falando sobre o número de títulos que o time possui, ao todo são seis.

O primeiro aconteceu de forma gloriosa, no ano de 1993 e o segundo no ano de 1996. Quatro anos após seu segundo título, no ano de 2000 o Cruzeiro conseguiu sua terceira vitória da Copa do Brasil, e em 2003 também.

Depois disso, por uma série de adversidades dentro e fora de campo, o time só retornou ao pódio em primeiro lugar em 2017. Todavia, no ano seguinte o time levou o prêmio mais uma vez e se consagrou como o time com maior número de vezes campeão da Copa do Brasil.

Isso é um marco importante para o time, uma vez que é um dos diferencias que tem sobre seus rivais regionais, o América-MG e o Atlético-MG.

Grêmio

Grêmio é, provavelmente, um dos times brasileiros de fora da região sudeste de maior expressão e importância no futebol nacional

Além de ter sido o primeiro time da região Sul a conquistar competições mundiais e continentais, o Grêmio esbanja o segundo lugar na lista de times que mais ganharam a Copa do Brasil na história.

Fundado em setembro de 1903, o Grêmio é um dos três times brasileiros que mais ganharam a Copa Libertadores.

Além disso, grandes jogadores já passaram pelo clube até mesmo foram formados em sua base, como é o caso de Ronaldinho Gaúcho, craque do futebol brasileiro que já foi considerado o melhor jogador do mundo pela FIFA.

O Grêmio, também conhecido como tricolor gaúcho, é o terceiro colocado no ranking de clubes da CBF e também no da CONMEBOL.

Ou seja, o Grêmio está entre os três melhores times do Brasil e também da América do Sul. O seu maior rival é, com certeza, o Internacional. A disputa entre os dois times é um clássico do futebol brasileiro, e isso é inegável.

Seus torcedores são mais de oito milhões, o que significa que o time possui uma das maiores torcidas do país, após uma estimativa feita em 2020 pelo Datafolha.

Enfim partindo para o número de títulos, o Grêmio é detentor da segunda colocação entre os times que mais possuem títulos da Copa do Brasil. Ao todo, são cinco o número de títulos da Copa do Brasil que o time gaúcho possui.

O primeiro foi conquistado na primeira edição da competição, em 1989, e só 5 anos depois é que o time retornou ao pódio de primeiro lugar, em 1994. Três anos após seu segundo título em 1997, o Grêmio se consagrou como vencedor da Copa do Brasil e só retornou a vitória no ano de 2001.

Depois de muito tempo e dificuldades financeiras que marcaram a história do time, em 2016 o Grêmio conquistou seu último título da Copa do Brasil.

Além de marcar uma vitória após 15 anos desde seu último pódio, esse campeonato ajudou o time a sair de uma grande crise financeira pela qual passava, já que a premiação do campeonato era milionária.

Palmeiras

Um dos times mais polêmicos e de maior número de títulos no futebol nacional, o Palmeiras é um dos três times que mais venceram a Copa do Brasil até hoje. Antes de mais nada, para esclarecer o porquê de empregar “polêmico” como um adjetivo para o time, é preciso dizer que isso não é dito de forma a denegrir a imagem do time.

Na verdade, muito bem se fala sobre esse time, tanto no estado de São Paulo, que é de onde se origina essa sociedade poliesportiva, quanto no Brasil e no mundo. Mas, devido a rivalidade esportiva, a principal polêmica que gira em torno do Palmeiras é o seu mundial que não é reconhecido.

O campeonato em questão se trata da Copa Rio, onde times de vários continentes participaram e, também, competição a qual o Palmeiras ganhou a final da Juventus, time italiano.

Enfim, deixando o passado mal esclarecido de lado, agora é possível falar de fatos. O Palmeiras, factualmente, é o maior conquistador de títulos dentro do território brasileiro. Atualmente, o time que foi fundado no ano de 1914, possui 10 campeonatos brasileiros na série A em sua conta, além de dois títulos na série B.

Além dos títulos nacionais, como mencionado anteriormente, o time possui o título Copa Rio Internacional, que foi uma espécie de mundial de clubes em 1951, duas Libertadores e uma Copa Mercosul.

Agora, indo ao que interessa, o Palmeiras é o terceiro colocado da lista de times que mais venceram a Copa do Brasil. Ao todo, o time possui quatro títulos, sendo que o primeiro foi vencido no ano de 1998. Somente quatorze anos depois é que o time voltou ao pódio da competição, no ano de 2012.

Três anos após essa vitória, o time conquistou sua terceira Copa do Brasil, em 2015. E só em 2020 que o time voltou a ser campeão, sendo que até que se estabeleça a nova equipe vitoriosa em 2021, o Palmeiras é o atual campeão.

As maiores goleadas da Copa do Brasil

Que toda competição de futebol possui grandes momentos é fato. E na Copa do Brasil não seria diferente

Agora, que as competições podem ter momentos que ficam marcados na história por vitórias estarrecedoras de equipes grandes sobre equipes de menor expressão, podem.

copa do brasil
Goleada mais recente da Copa do Brasil entre São Paulo e 4 de Julho.

Muitas goleadas já aconteceram ao longo da história da competição e marcaram a memória dos torcedores, tanto dos times campeões quanto dos perdedores.

Por isso, abaixo estão separadas algumas das maiores goleadas que já aconteceram na história da Copa do Brasil.

Atlético MG x Caiçara -PI

Foi no ano de 1991 que aconteceu a partida que ficou na história, tanto dos torcedores alvinegros, quanto dos torcedores do pequeno time piauiense, o Caiçara.

A maior goleada que já aconteceu na Copa do Brasil ocorreu na casa do Atlético Mineiro, em 18 de fevereiro deste ano. Ao todo, foram onze gols da equipe mineira sobre a equipe piauiense, que não marcou nenhum gol, por sinal.

O mais triste é que essa foi a partida de volta, cuja ida o time mineiro já havia ganhado do time do Piauí em sua casa, no Albertão, na capital Teresina.

Para o time nordestino só restou torcer para que o jogo acabasse logo para que a humilhação cessasse, já que o mais próximo que um de seus ataques chegou perto do gol adversário não levou a nada! 

São Paulo x Botafogo/PB

Essa foi a maior goleada que o São Paulo já fez sobre qualquer time, e para a falta de surpresa de todos os amantes do futebol, não foi sobre nenhum time de expressão.

A partida entre o São Paulo e o Botafogo da Paraíba aconteceu na cidade de São Paulo, no ano de 2001.

Mais especificamente, no Estádio-casa do time paulistano, o Morumbi. Essa partida ocorreu após a vitória de 1×0 do São Paulo sobre o time paraibano, que para a infelicidade de seus torcedores, foi desclassificado da competição da edição.

Santos x Naviraiense – MS

O ano era 2010, e ninguém mais ninguém menos que Neymar estava jogando pelo Santos.

O craque revelação do time participou da rodada e marcou gols sobre o time sul-mato-grossense nessa partida. Ao todo, dez gols foram marcados pela equipe do time da cidade de Santos e nenhum pelo Naviraiense, que passou um vexame na Vila Belmiro.

Ao todo, Neymar marcou dois gols e os demais foram marcados por seus parceiros de equipe, que contavam em seu elenco com craques como Robinho e PH Ganso.

O trio entre os jogadores mencionados anteriormente pode mostrar o porquê de ser tão decisivo e um dos mais memoráveis pelos torcedores como Esquadrão Imortal.

Internacional x Ji-Parana 

O cenário era o Beira-Rio, na cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. A etapa da Copa do Brasil em questão era a primeira, onde se definia quais times iriam seguir na disputa para o restante da competição.

Basicamente, o jogo se resumiu em nove gols da equipe gaúcha sobre um gol da equipe de Rondônia, que não era a favorita das mídias futebolísticas para vencer essa partida.

Todavia, o time da região Norte do país se esforçou bastante para não fazer feio na partida fora de casa. E conseguiram… não perder de zero para o Internacional, que marcou nove gols e seguiu na competição no ano de 1993.

São Paulo x 4 de Julho

A mais recente de todas as grandes goleadas da Copa do Brasil, que aconteceu em 8 de junho de 2021. A partida foi um tanto quanto surpreendente, já que o São Paulo saiu do primeiro jogo com uma derrota inesperada.

E, quando se esperava que o time paulistano iria se sair mal na partida do Morumbi, quando o 4 de Julho marcou seu primeiro gol da partida, a reação tricolor começou.

Ao todo, foram nove gols contra um do time paulistano sobre o 4 de Julho.  Uma das partidas mais históricas do futebol atual e que marcaram a história, tanto do jogador Pablo, que marcou 3 gols, quanto do São Paulo.

Sergipe x Palmeiras

Com um placar incrível fora de casa, o Palmeiras conseguiu emplacar 8 gols sobre nenhum do Sergipe. Basicamente, a partida se resumiu em três gols de Luizão, craque do Palmeiras no elenco da época; dois gols do memorável Rivaldo; e dois golaços de Djalminha.

A partida que aconteceu em Aracaju em abril de 96 foi uma das maiores goleadas que o Palmeiras já fez em toda sua história, e também uma das maiores goleadas da Copa do Brasil.

Vasco da Gama x Picos – PI

A data era 10 de fevereiro de 98 e os dois times que estavam se enfrentando sabiam que apenas um poderia sair campeão.

E, certamente, o esperado era que o Vasco fosse o campeão da partida e que seguiria na competição. Todavia, não se esperava que o time carioca fosse emplacar a marca de incríveis 8 gols sobre o time piauiense.

E foi o que aconteceu! Luizão marcou três gols, assim como Pedrinho também. E o mais marcante sobre a partida é que Picos não conseguiu reagir de forma nenhuma, mesmo com as oportunidades que a equipe conseguiu traçar no decorrer da partida.

Com certeza, é um marco que ficou na história, tanto do time carioca, quanto do time piauiense.

Flamengo x Kaburé

Essa partida rendeu ao Flamengo a maior goleada de toda a sua história. Ao todo, foram oito gols marcados sobre o time tocantinense, Kaburé, que não teve a mínima chance de revidar.

A partida ocorreu no ano de 95, no mês de abril. Antes dessa partida, aconteceu um primeiro jogo na casa do Kaburé, em que o time carioca venceu por 0x1. E pensar que o Kaburé foi o primeiro time do estado de Tocantins a representar sua federação na Copa do Brasil.

A impressão do futebol de seu estado que foi deixada para o Brasil não foi das melhores.

Portuguesa x Kaburé

Em março de 97, a tragédia tocantinense dentro do futebol brasileiro se repetiu: o Kaburé levou outra goleada, desta vez da Portuguesa. E a pior parte é que o número de gols marcado foi o mesmo que o Flamengo havia marcado sobre o time, 8 a 0.

É triste para os torcedores do Kaburé, mas talvez a Copa do Brasil não seja a melhor de suas competições para participar. O jogo ocorreu no Estádio Canindé, e foi uma das maiores goleadas já feitas pela Portuguesa.

 

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -