HomeSaúdeO que fazer ao ter uma crise de ansiedade? Aprenda a controlar

O que fazer ao ter uma crise de ansiedade? Aprenda a controlar

-

Durante o ano de 2020 e 2021, a crise de ansiedade se tornou ainda mais comum na vida adulta: as mortes da Covid-19, Home Office e trabalho em dobro. Sem contar com os mais de 15 milhões de desempregados no país, o que trazia, novamente, um clima de instabilidade. 

Como uma prova disso, a venda de medicamentos de origem calmante aumentaram em 17% junto ao número de suicídios, que teve elevação em 16% em países como o Japão. 

Uma dica, para quem está sofrendo com uma crise de ansiedade, é ligar para o CVV, 188. por lá, é possível encontrar especialistas que podem auxiliar a controlar os ataques.  E, além disso, separamos algumas dicas essenciais neste artigo, por isso, continue a leitura conosco para saber mais sobre. Separamos dez dicas que podem te ajudar – e, se tiver alguma dica que não citamos no artigo, pode deixar nos comentários. 

10 dicas para controlar e alia crise de ansiedade

Abaixo, separamos algumas dicas para quem está precisando controlar os momentos de crise. Vale salientar, no entanto, que uma dica pode não servir e outra ser melhor. Isso acontece porque as pessoas são diferentes. Não possuem a mesma metodologia para se acalmarem. 

1. Desenho nos braços

Tanto adolescentes quanto adultos – e até mesmo crianças – podem ter a tendência de se mutilarem durante momentos de extrema ansiedade. Como uma forma de impedir que isso aconteça, uma dica é realizar e criar desenhos sobre os braços. 

- Continua Depois da Publicidade -

Para isso, é necessário ter em mãos qualquer lápis aquarela (que libera cor ao contato com a água), caneta ou tinta (neste caso, é importante ter um pincel ou usar os próprios dedos se preferir).  Quando estiver com vontade de se arranhar ou mutilar com lâminas, pode usar esses materiais citados acima. 

2. Banho quente

Além de acalmar a ansiedade (visto que relaxa os músculos do corpo), o banho quente tem o poder de eliminar toxinas e melhorar a respiração (alguns pacientes, durante uma crise de ansiedade, podem ter dificuldades em respirar). 

O indicado é tomar um banho quente principalmente quando os sintomas da ansiedade migrarem para o físico, como dores no corpo, dores de cabeça, dificuldade em manter a respiração estável e outros. 

Para relaxar ainda mais, uma dica é utilizar o celular ou uma caixa de música para ouvir algum som que goste – e até mesmo para conhecer coisas novas. Permita-se a isso. 

3. Ligue para o CVV

O CVV conta com especialistas formados no ramo de psicologia que podem ajudar a controlar a crise de ansiedade e sintomas de depressão. Os especialistas também contam com suporte para te ajudar a conseguir tratamentos gratuitos através do SUS, Sistema Único de Saúde. 

Para conversar com um profissional do ramo de psicologia, basta entrar em contato através do número 188.  Se preferir, também pode agendar uma consulta com um psiquiatra ou psicólogo do SUS ou do CAPES – o atendimento é totalmente gratuito. 

4. Sucos que relaxam

Essa é uma boa alternativa para uma crise de ansiedade mais leve. Ou seja, que está no começo e ocorrendo por motivos pouco menores. Neste caso, consegue-se relaxar ao tomar sucos que possuem o poder calmante e de relaxamento dos músculos. 

O mais indicado, neste caso, seria o próprio maracujá natural (nada de suco de pacote, viu?). Veja, abaixo, uma receita que pode otimizar os efeitos da fruta: 

  • 200 ml de água filtrada
  • 1 maracujá grande
- Continua Depois da Publicidade -

Basta bater a polpa do maracujá no liquidificador com a água. Depois, filtre e tire o excesso das sementes. O mais indicado é tomar sem açúcar e, se estiver muito amargo, utilizar uma colher de mel – que é mais saudável e possui poder anti-inflamatório. 

5. Exercícios físicos

Outra forma de controlar a crise de ansiedade é praticando exercícios físicos. Neste caso, pode-se optar até mesmo por alternativas mais leves no começo – e não há a necessidade de pagar academia. Você pode correr na cidade ou praticar caminhada no bairro em que mora. Ou, se preferir, até mesmo descer do ônibus uma parada antes ou estacionar o carro mais longe para ter que caminhar. 

Um dos benefícios do exercício físico é que ele promove melhora da auto estima e tem o poder de relaxar os músculos. 

E, como durante uma crise é comum que  o coração começa a palpitar e bater mais forte, a prática de exercícios ainda fortalece o sistema cardiovascular e deixa o pulmão mais resistente. 

Caso queira algo ainda mais profissional, pode procurar por um treinador ou fazer parte de grupos que treinam juntos – desta forma, conseguirá até mesmo fazer mais amizades. 

6. Terapia é o melhor caminho

Não existe escapatória: é possível controlar em partes a crise de ansiedade. No entanto, ela ainda vai estar ali, prestes a aparecer a qualquer momento. Por isso, fazer terapia é essencial para garantir que aprenderá o que está incomodando, o que causa as palpitações para que, assim, corte o mal pela raiz. 

Tomar banhos quentes, praticar exercícios não anula o mal pela raiz. É apenas uma forma de fazer com que, mesmo existindo, seja controlado, mas não em sua totalidade. 

Não ter condições financeiras para pagar a terapia não é uma desculpa. Não quando  temos o SUS. 

  • Pode-se agendar consultas através do Sistema Único de Saúde de forma totalmente gratuita e ter o acompanhamento de especialistas. 
  • Os pacientes também podem receber auxílio de medicamentos através do CAPES da cidade. 
- Continua Depois da Publicidade -

Em alguns municípios que contam com universidades, os estagiários em psicologia também realizam o atendimento de forma totalmente gratuita. 

7. Use óleos essenciais

Lavanda, amêndoas e outros óleos são essenciais para manter o corpo relaxado. E, para deixar os efeitos ainda mais otimizados, pode massagear regiões do corpo com eles, principalmente nos pulsos e atrás das orelhas. 

Outra dica é usar esses óleos em outros produtos, como sabonetes caseiros de glicerina. Então, você acaba associando os benefícios dos óleos com o banho quente, deixando o processo ainda mais otimizado para o relaxamento do corpo. 

Para criar sabonetes artesanais, basta misturar glicerina (1 KG custa na faixa de R$ 20) com algum óleo. Se preferir, também pode utilizar alguns produtos para que o sabonete tenha espuma – mas não é obrigatório. 

Pode-se misturar, além disso, glicerina com sal e ter ações esfoliantes no corpo. Neste caso, o melhor óleo a ser utilizado é de laranja – mas fica a seu critério, se não gostar dele, pode trocar. 

Felizmente, existem vários canais no Youtube que ensinam a como fazer de forma prática e rápida. 

8. Redes sociais

Redes sociais são um perigo: ou os seres humanos tendem a adicionar somente pessoas que possuem o mesmo ponto de vista, ou estão brigando com quem pensa diferente. Então, não demora para que você manifeste sua opinião sobre determinados assuntos e, mesmo sem ofender ninguém, acabe sendo atacado e até mesmo recebendo ameaças. É um local que é feito por espelhos: somente se respeitam quem pensa da mesma forma. 

Por isso, uma forma eficaz de diminuir a crise de ansiedade é: quando estiver em uma, sequer pense em abrir o Facebook, Instagram ou qualquer outro portal.  Evite. E evite mesmo!

Tente controlar o tempo no dia que fica nestes aplicativos e, dessa forma, irá conseguir utilizar o tempo de forma mais eficaz, sem ficar se sentindo culpado por ter ficado o dia inteiro sem fazer nada de útil porque estava navegando nas redes sociais. 

9. Adiantar o sofrimento

Pesquisas mostram que a procrastinação tende a ocorrer quando o indivíduo tem medo daquilo não dar certo, não se sente capaz de fazer. No entanto, tente colocar uma coisa em sua cabeça: uma hora você VAI TER QUE FAZER o trabalho, vai ter que ler o livro da faculdade, terá que entregar o relatório. 

Então, é melhor já passar logo por isso e acabar logo com o sofrimento. Ao ficar adiantando tudo, ocorre uma série de sensações negativas como culpa e até mesmo desespero porque está fazendo em cima da hora, sente que o trabalho não foi bem feito. 

Se você vai ter que fazer um trabalho que será entregue daqui a dois meses, comece agora, faça um bom trabalho e use o tempo para pesquisar – assim, vai se sentir mais capaz de apresentar. Ao deixar pra cima da hora, corre o risco de se sentir incapaz, de não ter capacidade. E é então que é comum ter crise de ansiedade. 

Se deixar para fazer tudo depois, vai estar sempre esperando o sofrimento que já poderia ter passado. Ao deixar o trabalho de dois meses para última hora, vai ficar esses dois meses se culpando. Mas, se já o terminar assim que receber, pode ficar mais tranquilo neste tempo. 

10. Reduza ingestão de cafeína

A cafeína também pode causar o aumento da ansiedade. Por isso, para controlar, a melhor dica é evitar o uso de café ou de produtos que a contenham na composição. Uma dica, neste caso, é optar por sucos e chás com poderes calmantes – inclusive, sem o excesso de açúcar. 

E então, tem mais alguma dúvida ou dica de como controlar a crise de ansiedade? O que você faz quando está em um momento de crise? Comente aqui com a gente para ajudar outros leitores que estão passando por essa dúvida. 

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -