HomeTudo SobreBrasil 247: conheça a história completa deste jornal

Brasil 247: conheça a história completa deste jornal

-

O jornal Brasil 247 é um jornal político que tem sua visão ideológica vinculada à esquerda progressista.

Criado em 2011 por Leonardo Atucch, esse jornal conta com um canal no YouTube e um site, onde seu criador é um editor chefe.

No Brasil, um dos formatos de mídia mais lidos são os jornais, que tem uma média de 21 milhões de pessoas consumindo conteúdos jornalísticos impressos ou digitais.

Muitos jornais são voltados para tópicos específicos, como é o caso do Brasil 247, que aborda notícias e fatos do dia a dia, mas em uma perspectiva progressista.

Esse jornal foi muito comentado durante a época da operação Lavo Jato no ano de 2015 por ter sido alvo de alegações de repasse de verbas públicas para seu caixa.

- Continua Depois da Publicidade -

O caso terminou bem para o 247, quando seus dirigentes apresentaram notas fiscais e comprovação de pagamento de impostos sobre o dinheiro que motivou toda a problemática.

Além disso, o jornal conta com doze seções, cada uma apresentando notícias relacionadas aos temas abordados e com presença de jornalistas famosos, como Pepe Escobar, Sérgio Amadeu e Emir Sader.

Por ser uma das mídias alternativas mais conhecidas do Brasil, esse jornal digital é um dos mais críticos às posições tomadas pelo governo Bolsonaro e não mede palavras para entregar mostrar seu desfavor ao governo.

Aqui estão contidas informações sobre o jornal, suas seções e curiosidades.

História do Brasil 247

O jornal surgiu no primeiro semestre de 2011, num momento econômico ímpar para o Brasil, onde o crescimento batia quase os oito por cento ao ano. 

Em tempos de tanta prosperidade em território nacional devido ao governo Lula, que estava deixando o cargo com sua aprovação popular beirando os 90%. 

Devido às boas circunstâncias econômicas, o cenário otimista entre as classes, uma força crescente da esquerda progressista da época, o jornalista Leonardo Atucch decidiu fundar o Brasil 247.

Na época, ele trabalhava dentro de uma das revistas semanais mais lidas do Brasil, a Istoé Dinheiro.

- Continua Depois da Publicidade -

Desde então o jornal vem desempenhando a função de ser um dos principais jornais de mídia alternativa, que apresenta fatos com uma visão esquerdista do mundo.

O jornal apresenta tópicos diversos, que abrangem desde notícias nacionais e internacionais sobre variados temas, ainda contando com um canal no YouTube que propõe debates, conversas entre especialistas e notícias diárias.

A ideia de criar esse jornal veio com a aquisição de Attuch de um tablet da Apple, o Ipad. 

Na época, muitas mídias estavam migrando para o virtual, e então Leonardo decidiu que seria a hora de montar um jornal digital, considerando sua ideia de que o jornal impresso um dia deixaria de existir.

Dessa forma, todo conteúdo que fosse produzido pelo jornal que idealizou poderia ser lido em qualquer lugar por meio de aparelhos eletrônicos portáteis, como tablets e, atualmente, smartphones.

O nome do jornal faz referência a expressão que se refere a entrega de algo a todo tempo, “24 horas por dia, sete dias por semana”, porque essa é a intenção do jornal: entregar conteúdo de qualidade a todo tempo,

Antes de mais nada, no momento de sua criação, não era pretendido para o jornal um posicionamento imparcial para governos de esquerda, não.

Apesar disso, era impossível negar que os governos desse posicionamento político haviam se saído muito bem nos tempos em que havia governado o país, o que coincidiu com o momento da criação da mídia.

Primeiros anos do 247

- Continua Depois da Publicidade -

Na verdade, a ideia por trás do jornal era democratizar a informação para todos os âmbitos políticos, independente do posicionamento dos leitores.

O conceito inicial veio para suprir a demanda de notícias em tablets.

Mas, com o passar do tempo, só isso faria com que o jornal se tornasse obsoleto. Então foi quando o site foi fundado.

Nele eram abordados principalmente, durante seus primeiros anos, assuntos sobre o governo.

O jornal, diferente de muitos veículos de comunicação, é sustentado pela doação de alguns leitores.

Isso faz com que ele esteja aberto para todos aqueles que desejam ler.

É uma espécie de mídia coletiva, que democratiza a informação de qualidade para que todos tenham acesso ao direito universal de informação, de forma gratuita.

Mas, com o passar dos anos e o que foi chamado de guerras midiáticas entre os produtores de mídia informativa e os governos de esquerda, o Brasil 247 optou por tomar frente se tornar um jornal que se posicionava de forma contrária ao que se chama de “mídia golspista”.

Isso porque grandes veículos de imprensa tiveram muita responsabilidade sobre a deposição de Dilma Rousseff de seu cargo na presidência, em 2016, com a propagação de notícias visando prejudicar a imagem dos governos do PT.

Leia também: O Antagonista: saiba tudo sobre o jornal

A influência do Impeachment no jornal

Muitos ataques foram feitos a todas as mídias progressistas, com pessoas da opisição, geralmente de direita, dizendo que os joransi desse tipo só existiam por contar com subsídio dos governos esquerdistas para suprir o interesse de um pequeno grupo de políticos.

Mas isso foi totalmente rebatido com a comprovação de que esses tipos de jornais existiam para suprir uma demanda real entre leitores espalhados pelo Brasil.

Sempre existiu uma necessidade no país de mídias mais independentes, com formatos diferentes dos jornais populares.

Por isso, foi dada continuidade no projeto, mesmo sob ataque de muitas pessoas contrárias a visão entregue pelo 247.

Mas, para conseguir se manter existente, a partir da deposição de Dilma Rousseff, foi optado pelo jornal um modelo de assinatura solidária, onde alguns leitores poderiam enviar quantias de dinheiro para que o jornal se mantivesse em funcionamento.

Tv 247

Contando com quase setecentos mil inscritos, esse é um dos veículos de imprensa alternativa mais acessados no Brasil.

A Tv 247 fala sobre diversos tópicos, como política internacional em Semana do Mundo; um boletim semanal sobre política nacional; uma conversa descontraída sobre economia em Prosa econômica;notícias específicas sobre a Europa em Europa 247; uma seção sobre art, em Arte e Resistência; entre vários outros assuntos entre os seus mais de 17.146 vídeos disponíveis.

Nele se encontram alguns colunistas como Pepe Escobar, que faz análises geopolíticas e econômicas, além de comentar muitos outros assuntos em seu próprio quadro dentro do canal do YouTube.

Além disso, o jornal exibe durante a semana uma edição de notícias ao vivo onde exibe tópicos sobre diversos temas, mas principalmente atualizações diárias sobre eventos que estão em voga e novas notícias.

Em sua mídia em formato de vídeo esse jornal consegue entregar uma qualidade muito boa, se comparada aos jornais televisivos.

Ele ainda conta com seções de correspondentes de outros países.

Leia também: Jornal Extra: Conheça as curiosidades sobre o jornal

Site do Brasil 247

O site é a fonte de tudo que gira em torno do Brasil 247. Ele foi a segunda forma de divulgação liberada pelo jornal, e segue sendo o veículo principal desse que é um dos maiores jornais progressistas do Brasil.

Nele encontram-se muitos tópicos, e cada um sendo visto pela perspectiva de uma pessoa que tem muito domínio sobre a área.

Além disso, no site existe uma seção chamada “jornalistas pela democracia”, que une grandes jornalistas e chargistas para produzirem conteúdo a favor da democracia e mídia livre no Brasil.

Abaixo estão informações sobre as seções do site.

Poder

Essa seção aborda matérias sobre temas de cunho político, voltados para uma perspectiva pró-esquerda.

Nessa seção grandes matérias sobre a lava jato, escândalos políticos, corridas presidenciais e tudo que se passou dentro do cenário político no Brasil desde sua criação, em 2011.

Um dos tópicos mais falados nesta seção atualmente, são as sessões da CPI da Covid e também sobre a revisão do caso do ex- presidente Lula após sua soltura da prisão.

Brasil

Tópicos sobre o Brasil, seja no contexto político, econômico, nas esferas estaduais, sobre eleições, protestos, casos de abuso de poder e vários outros são abordados nesta seção.

A maior parte das notícias são voltadas para política e entregam o máximo de detalhes sobre o que está sendo abordado.

Mundo

Essa seção trata sobre tópicos das políticas exteriores, problemas no cenário internacional, notícias de países do mundo todo, conflitos bélicos e tudo que gira em torno das notícias de fora do país.

O site possui uma lista de correspondentes no exterior, como é o caso de Pepe Escobar, que debate em seu quadro no Brasil 247, tópicos sobre geopolítica nacional e internacional.

Economia

O leitor da seção de economia do Brasil 247 têm acesso a uma série de notícias sobre o sistema corporativo, notícias sobre o mercado e questões econômicas populares.

Tópicos como economia política nacional e internacional, notícias sobre a inflação e sobre bancos também se encontram nessa seção, assim como vários outros tópicos principais que geralmente são abordados por outros jornais.

Mídia

Visto que o Brasil 247 tem um posicionamento crítico ao que se chama de “mainstream”, o site nesta seção estabelece ponderações sobre posicionamentos dos outros jornais, redes de televisão e qualquer forma midiática que aborda assuntos comentados pelo jornal.

Essa é uma alternativa para que seus leitores tenham acesso a uma outra visão sobre o mesmo assunto que podem ter lido em outros jornais, como O Globo e Estadão.

Cultura

Essa seção aborda tópicos do mundo da cultura, tanto os relacionando com política, quanto comentando sobre a vida de grandes artistas, notícias que englobam novas produções culturais do cinema, teatro, música, artes plásticas e eventos culturais.

Ideias

Aqui tópicos sobre as ideias defendidas pelos escritores do jornal são colocadas em pauta.

Seja sobre sistemas políticos, notícias sobre tópicos gerais, análises mais aprofundadas sobre questões sociológicas e filosóficas.

Nessa parte do jornal é possível notar explicitamente qual é o viés ideológico que o jornal se propõe a exibir, uma vez que seus conteúdos tem muita relação com uma linguagem e tópicos ligados à academia.

Regionais

O jornal Brasil 247 contém seções específicas para Brasília, região Nordeste, Sudeste e Sul.

Mesmo que não haja uma mídia física para esse jornal, essas seções foram criadas para entender a demanda de leitores que se encontram nessas localidades.

O ponto principal em ramificar as notícias de cada uma dessas localidades é trazer uma visão progressista sobre os temas abordados pelos jornais locais.

Essa é a função de uma mídia alternativa, trazer uma visão que muitas vezes pode ser até marginalizada pela mídia tradicional a fim de ampliar a visão de mundo daqueles que buscam se informar por meio de jornais.

Chargistas e colunistas

Seus chargistas são Carlos Latuff, Miguel Paiva, Nando Motta e Renato Aroeira.

Suas charges com a descontração do humor ácido temas políticos, econômicos e de tópicos que estão em voga.

Além disso, o Brasil 247 tem mais de 35 colunistas, entre eles os icônicos Pepe Escobar, Leonardo Attuch e Celso Amorim.

Missão e importância

Em momentos tão difíceis para a liberdade de imprensa no Brasil, onde o país se encontra em centésimo décimo primeiro lugar no ranking mundial, é muito importante que todos os meios de informação resistam e sigam produzindo conteúdo a todo vapor.

Mesmo que seja um jornal explicitamente tendencioso, as notícias divulgadas no 247 passam por uma série de revisões para que o conteúdo seja entregue com toda veracidade dos fatos para seus leitores.

A missão do Brasil 247 se encontra em entregar um jornalismo independente para todas as pessoas todos os dias da semana com o máximo de conteúdo de qualidade possível.

Ainda que a maior parte do conteúdo consumido dentro do Brasil seja televisivo, com 207 milhões de telespectadores, jornais digitais como o Brasil 247 servem de exemplo para uma mídia independente de qualidade que se propõe a debater e criticar assuntos que, geralmente, só são divulgados sem nenhum posicionamento para a sociedade.

Além disso, seu canal no YouTube propõe muitas informações com mais de 30 tipos de formato de programa feitos pelo jornal progressista.

Seus textos instigam os leitores a buscarem por seus direitos, protestarem contra problemas políticos e instigam os leitores a não buscarem informação dos meios de notícia tradicionais, que, apesar de se anunciarem como “imparciais” , não usam do criticismo para noticiar fatos tendenciosos.

Além disso, o 247 possui uma conta no Twitter onde são explorados os tópicos mais falados dentro da rede e notícias do momento.

E então, tem mais algum ponto sobre o jornal que não citamos neste artigo? Comente aqui com a gente e ajude outros leitores a saberem mais sobre!

Leia também: Jornal nacional: como assistir ao vivo online? Veja agora

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -