HomeEntretenimentoJogos Online: quais os melhores games e onde jogar

Jogos Online: quais os melhores games e onde jogar

-

Os jogos online se tornaram uma febre a partir deste século por suas funcionalidades e a possibilidade de se jogar com qualquer pessoa ao redor do planeta Terra.

Da febre das lan houses nos quais tinham filas e filas de jovens e adultos ávidos para jogar até os jogos que podem acontecer na tela do smartphones e dos consoles, é uma rentável e bem sucedida indústria do mercado eletrônico.

Hoje, vamos saber um pouco mais da história dos jogos online, quais os melhores games de toda a história e da atualidade e onde se pode jogar em todas as situações.

História dos Jogos Online

Vimos anteriormente a febre que os videogames causaram no fim dos anos 1970, com a chegada do Atari e o desenvolvimento de novos consoles pela Nintendo e Sega, como grandes protagonistas daquela época.

A melhoria nos gráficos e a sua jogabilidade fizeram com que se tornassem grandes campeões de vendas e movimentassem bilhões de dólares.

- Continua Depois da Publicidade -

Andando juntamente com o crescimento dos games, os computadores pessoais também recebiam novas atualizações e a criação de uma nova categoria: os computadores pessoais, ou PCs.

Com arquitetura menor do que os modelos usados em empresas, que cabiam em qualquer cômodo da casa, foi popularmente divulgado com uma grande solução tecnológica na qual as pessoas poderiam executar múltiplas tarefas no mesmo equipamento.

A popularização da internet, com a construção de uma infraestrutura que suportasse o envio dos sinais de telefone e de que essa linha pudesse emitir sinais de conexão para o computador acessar a rede mundial foi predominante também na crescente quantidade de usuários conectados.

Todos estes fatores aceleraram o surgimento de outro nicho dos jogos eletrônicos: os jogos online. O que seria impensável começara a se tornar realidade no fim dos anos de 1980.

O primeiro registro de um jogo online disponível ao público comercialmente é datado de 1989 e era jogado via ligação direta, seja nacional ou internacional. O procedimento era inédito e incipiente para aquela época.

Funcionava da seguinte forma: os jogadores precisavam se conectar entre si e disputavam as partidas ou confrontos usando a rede mundial de computadores, uma novidade até então.

A conexão era feita a partir da ligação entre o modem de um computador e a linha telefônica internacional, pois somente assim dava para conectar-se ao mundo exterior.

Mas nem tudo eram flores. Conectar-se através da linha telefônica não tinha todas as benesses que temos na atualidade, onde pagamos um bom valor e ter o pacote de internet suficiente para acessar a internet ou jogar.

- Continua Depois da Publicidade -

A cobrança do acesso à internet pela linha telefônica era feita por pulso. Quer dizer, a cada pulso de internet, era cobrado o valor. O que era mais difícil é que não conseguia usar a internet e o telefone ao mesmo tempo, causando problemas adicionais para quem estava aguardando uma ligação importante.

E como encontrar uma solução nisso? Só se podia jogar com alguém que fosse da própria cidade ou que tivesse um parentesco com o jogador ou se jogasse no período da madrugada, em que era mais barato usar a internet.

Outra desvantagem é que não se podia jogar contra mais de um adversário. O primeiro jogo online foi desenvolvido para quem? A Apple!

Foi no primeiro PC desenvolvido pela marca de Steve Jobs, o Apple I, que nasceu o primeiro jogo desenvolvido para o online e era basicamente a versão de um jogo de xadrez com adaptações. Para jogar, o usuário deveria instalar o sistema Java Connect.

Os primeiros jogos desenvolvidos buscavam estimular habilidades do usuário, dentre eles estão:

  • Conhecimento técnico;
  • Paciência;
  • E economia de dinheiro, pois era muito caro.

O começo da popularização

Foi somente no ano de 1992 em que os jogos online começaram a ter sua relevância reconhecida. Desde o lançamento do jogo de xadrez para o Apple I, a conexão de internet passou por melhorias constantes e começou a ficar mais estável.

Os desenvolvedores de jogos tinham o desafio de permitir com que os jogadores pudessem se conectar a partir de grupos e comunidades e fazerem desafios em qualquer lugar do planeta.

Mas ainda não era possível jogarem de forma multiplayer, sendo apenas o jogo um contra um. Isso era possível a partir do sistema BBS, que significa Bulletin Board System.

- Continua Depois da Publicidade -

Este era um sistema altamente informatizado em que era possível os jogadores se conectarem ao sistema via telefone e interagirem com todos os demais adversários.

Porém, como ainda só dava para fazer o jogo do um contra um, quem tinha o computador mais rápido largava na frente e tinha preferência na hora da jogabilidade.

Mesmo com toda essa dificuldade, o simples fato de estarem todos reunidos em um mesmo lugar com o mesmo objetivo podendo bater papo e se conhecerem já abriu automaticamente grandes possibilidades e chamou a atenção do mercado.

A partir de então, os jogos online começaram a fazer sucesso e atrair novos e apaixonados jogadores. Algumas companhias que se destacaram por promover as BBS eram a America Online e a Compuserve.

Os games que se destacaram logo de cara e fizeram um enorme sucesso ao entrar na galeria dos clássicos de todos os tempos.

Doom

É considerado o primeiro exemplar de jogo do gênero de tiro em primeira pessoa. Foi lançado em 1994 e combinava os gráficos em 3D, uma novidade para a época, apelando para a extrema violência com o uso de personagens em 2D.

Conseguiu combinar dois fatores importantes para o seu sucesso: ser popular e controverso ao mesmo tempo. Essa versão era paga, sendo comprada por CD-ROM.

Por conta do sucesso de venda, foi liberado uma versão gratuita, mas com limitações, o que teve mais de 15 milhões de jogadores em sua breve história.

Foi graças ao Doom que os jogos online se tornaram uma sub-cultura muito popular e que as expansões poderiam ser criadas pelos próprios usuários.

A história consiste basicamente em um fuzileiro que é enviado para o planeta Marte após cometer uma insubordinação. Ele é mandado até um complexo que faz viagens secretas usando o método do teletransporte entre as luas de Marte.

O que ele descobre é que o planeta e suas luas são invadidas por criaturas demoníacas e a missão do fuzileiro é escapar vivo da missão.

Para completar o jogo Doom, o fuzileiro precisa encarar três batalhas, com nove missões para cada episódio. Somente o primeiro episódio, o Knee Deep In The Dead, é liberado gratuitamente.

Depois de encarar monstros e demônios, o fuzileiro precisa vencer os três episódios para poder voltar para casa. 

O seu grande diferencial era a tecnologia usada para aquela época, no qual o grafismo era inovador e serviu como base para outros games desenvolvidos após o Doom. 

Outra novidade era o uso do sistema de som estéreo aperfeiçoado, na qual a direção e a distância dos sons enquanto o jogo acontecia pareciam ser reais.

Finalmente, o Doom foi vendido tanto para computadores quanto para os consoles de videogames, como Playstation, Super Nintendo, Xbox One e Sega.

Descent

Inspirado nos antigos fliperamas com os jogos espaciais, o Descent foi o primeiro jogo para DOS em primeira pessoa. Dividido em três versões, se passa basicamente no interior de túneis, em que suas estruturas, desenvolvidas em forma tridimensional, eram acompanhadas de instalações industriais automatizadas e espaciais.

O objetivo era a nave escapar de unidades robóticas, controladas por sistema de Inteligência Artificial que começa a ter vontade própria, o que torna um desafio maior ainda.

O seu maior desafio era o seu sistema de pilotagem, no qual o jogador precisava usar com muita constância o mouse ou o joystick para movimentar a nave, enquanto o teclado era usado para outros controles, em que a nave precisava se mexer o tempo todo.

Jane’s F-15

Esse jogo de simulação era inspirado no caça F-15E do exército dos Estados Unidos chamado Strike Eangle. O grande objetivo era colocar o jogador como se ele estivesse dentro de um cockpit real de um F-15E para realizar diversas missões no ar.

Era possível acessar todos os sistemas do caça, desde a navegação até as armas. O jogador tinha acesso a três telas, os controles, o monitor de alertas e as alavancas.

O aviador tinha que realizar diversas tarefas para vencer o inimigo usando de ataques aéreos e terrestres.

Com o avanço das telecomunicações e da internet e a chegada da Banda Larga fez com que os jogos online pudessem ser melhor jogados, sem interferências ou travamentos e se tornassem uma coisa mais séria.

Com a conexão mais estável, as comunidades tinham servidores dedicados para realizar as disputas sem riscos iminentes de quedas de sinal.

O que foi fundamental para a explosão e o sucesso deste mercado foi a chegada dos MMORPG.

O que é o MMORPG

Os desenvolvedores de jogos estavam com o cenário favorável: com a melhoria contínua da infraestrutura de conexão à internet, era possível pensar em construir novos jogos e melhorar os já existentes. Mas ainda se buscava soluções de modo a resolver a questão dos multiplayers.

Na metade da década de 1990, os primeiros resultados já eram divulgados ao mercado. Os primeiros jogos online e multiplataforma já eram lançados para alegria dos gamers.

Receberam o nome de MMORPG (Massive Multiplayer Online Role-Playing Game), ou o jogo de interpretação de personagens online e em massa para multijogadores.

Esse tipo de jogo permitiu que vários jogadores estivessem online ao mesmo tempo, interagindo com o ambiente virtual em tempo real, funcionando permanentemente mesmo que alguém saia.

Logo, conquistou milhões de jogadores, que passavam horas e horas jogando e batalhando contra seus adversários ao mesmo tempo.

Alguns dos jogos mais conhecidos deste ramo foram o Neverwinter Nights, The Shadow of Yserbius e o The Fates of Twinion.

O ano de 2003 reservava o lançamento do Second Life e o EVE Online, que chegou ao incrível número de 1 milhão de assinantes que guiavam o jogo onde a economia era ordenada pelos próprios assinantes em uma combinação especial de ficção científica com naves espaciais.

Em 2004 viria o maior sucesso deste nicho, o World of Warcraft, ou o World of War. Esbanjando mais de 12 milhões e meio de assinantes simultâneos, causou um enorme impacto em todo o mercado, feito jamais superado até os dias atuais.

Desde o começo deste século, os jogos online sempre estiveram se atualizando e se adaptando às tendências e ao desenvolvimento dos gráficos e a melhoria na jogabilidade para os seus assinantes.

Diante disso, alguns games ficaram para sempre no coração dos apaixonados. Vamos relembrar alguns deles, começando por aquele que é considerado o maior de todos os tempos.

Counter Strike

Podemos falar de uma enormidade de jogos desenvolvidos para o online, mas não dá para deixar de lado o maior de todos: o Counter Strike, que revolucionou a forma como os jogos online em massa se espalharam pelo mundo e conquistaram os jogadores.

Lançado em 1999, o jogo de tiro em primeira pessoa tinha como contexto a disputa entre os jogadores que formavam equipes de terroristas e contra terroristas e que digladiavam até sobrar apenas um jogador.

Para isso, eles precisam ter que plantar bombas, desarmar essas bombas, realizar sequestros ou salvar reféns.

A duração e a quantidade de rodadas ficam a critério dos organizadores da partida e os vencedores são aqueles que cumprem seus objetivos ou conseguem eliminar todos os participantes da equipe rival.

Caso nenhuma das equipes consiga a vitória de forma direta em cada uma das rodadas, a que menos cumprir os objetivos perde o jogo.

Todos começam com a mesma quantidade de pontos de vida e as armaduras adquiridas durante as rodadas anteriores, diminuindo a sua pontuação quando caem de grandes alturas ou sofrendo os disparos da equipe contrária ou do fogo amigo.

No Counter Strike, assim que acabam os pontos de vida e o personagem morre, ele não retorna para o jogo automaticamente. Ele deve esperar encerrar a rodada para retornar ao jogo.

Para jogar, o indivíduo só precisa usar apenas o teclado e mouse, no qual o teclado concentra a maior parte dos movimentos do jogo.

Mesmo depois de 20 anos de seu lançamento, ainda é um dos games mais disputados nas lan houses que ainda sobrevivem e dentro das casas dos gamers.

Como precursor dos esportes eletrônicos, milhares de campeonatos de e-sports no CS:GO, a última versão do game, ainda arrastam milhares de apaixonados pelo jogo, torcendo arduamente por suas equipes.

Ao longo das suas mais de duas décadas de vida, o jogo sofreu atualizações e mudanças que o tornaram mais fácil de se jogar sem perder a realidade de seus gráficos.

Depois da versão lançada em 1999, a Vale Corporation, dona da marca, lançou o Counter Strike: Condition Zero no começo de 2004.

No fim do mesmo ano, foi lançado em versão Beta o Counter Strike: Source,  disponibilizado para quem já era jogador da versão anterior. Anos depois, a plataforma foi lançada oficialmente para outros sistemas operacionais, como o OS, da Apple, e o Linux.

Em 2012, foi lançada a versão mais aclamada, o CS: GO, ou Global Offensive, com aprimoramentos nos gráficos e mapas.

O sucesso do CS se espalhou de forma avassaladora e não se restringiu apenas aos pcs, mas também aos videogames, com versões para XBOX e Playstation.

Jogos online clássicos

Ao longo destes mais de 30 anos, milhares de jogos foram lançados ao mercado para o deleite dos games, movimentando um mercado altamente lucrativo e bem sucedido.

E quando vamos falar sobre o poder que os jogos tiveram no crescimento e expansão dos esportes eletrônicos, é a mudança de patamar que fez crescer e expandir este mercado.

A quantidade de novos jogadores que enxergam este nicho como a possibilidade de mudarem de vida e ganharem muito dinheiro cresce a cada dia, mas o caminho do sucesso envolve muito comprometimento, o que não é uma tarefa para qualquer jogador.

Mas existem pessoas que enxergam apenas como diversão e preferem passar o tempo com os filhos e os amigos jogando online e fazendo a sua resenha. Os mais saudosos têm jogos que ficam eternizados na mente e no coração.

Dentre estes jogos, podemos citar o League of Legends, ou o LOL, um dos mais consagrados games e um dos precursores, se não for o maior dos esportes eletrônicos.

A jogabilidade é dinâmica e as equipes têm apenas um objetivo: destruir a base inimiga. Por sua popularidade, os seus campeonatos levam milhares de pessoas que torcem como se estivessem em um estádio de futebol.

Podemos citar o Fortnite, outro game presente nos esportes eletrônicos, em que as equipes caem dentro de um mapa e precisam buscar as ferramentas, armas e recursos para vencer os concorrentes. Dentro do modo battle royale, até 100 jogadores podem estar ativos ao mesmo tempo.

Outro jogo famoso é o GTA V, um dos sucessos do mundo dos videogames e que está também no mundo dos PCs. No modo online multiplayer, até 16 pessoas podem jogar em equipes nas quais as regras são as mesmas: formar quadrilhas para assaltar, tirar rachas e matar as gangues rivais.

E quem ainda não jogou Minecraft no modo multiplayer online? O jogo que é um clássico de construção de blocos permite que os jogadores coloquem a mão na massa, criando coisas novas.

Para terminar, vamos citar o FIFA 2020. Como parte da franquia de futebol que fez mais sucessos, protagoniza alguns dos campeonatos mais disputados e que pagam bem no nicho em todo o mundo.

Outros jogos relevantes no mundo dos jogos online são o Call of Duty, que permite até 200 jogadores ao mesmo tempo gratuitamente, o Dota 2, no qual o objetivo é derrotar a liderança ancestral da equipe adversária, e o World of Warcraft, um dos RPG mais famosos do mundo.

Onde jogar

Para ter a oportunidade de ter os jogos online em casa, não é preciso muito: é ter uma internet de qualidade e um computador com a placa de jogos atualizada e funcionando em sua plenitude.

Antigamente, a qualidade da conexão era limitada e as velocidades não eram tão altas, provocando travamentos e impossibilitando a jogabilidade completa aos usuários.

Hoje, encontramos planos acessíveis financeiramente com alta qualidade e quantidade de megas de velocidade, como planos de 100, 300 e até 500 megas. Além de proporcionar uma internet de qualidade, permite que o jogador possa rodar o game com excelência.

Mas ter uma placa de jogos que consiga executar todas as funções sem prejudicar o andamento do computador é fundamental para que o jogador possa disputar sem que o game conviva com travamentos.

Ele deve participar também de uma comunidade de jogadores onde estará apto para participar dos campeonatos e das disputas online. 

Quais os melhores jogos online de 2020

Agora que já sabemos como podemos jogar online e mostrar as habilidades e aptidões, é hora de conhecermos quais os melhores jogos online de 2020, um ano em que a distância foi absolutamente necessária por conta da pandemia do coronavírus.

Alguns destes destaques estão envolvidos diretamente aos jogos de tiros de primeira pessoa, como o Spellbreak, no mesmo estilo que o Fortnite e o PUBG.

Com a grande diversidade para ser jogado, ele precisa de uma combinação de elementos que não envolvam as armas para que o personagem derrote os inimigos.

O Valorant é o jogo de tiros em primeira pessoa inspirado no Overwatch, onde não tem apenas a troca de tiros, mas possui habilidades especiais usadas durante o jogo.

Mas de todos os games, nenhum se destacou tanto quanto o Among Us, um jogo de suspense e mistérios que ganhou o público e até os artistas no Brasil e no mundo.

Primando pela simplicidade, o grande objetivo é descobrir quem é o impostor da região em um espaço onde todos são extremamente suspeitos. É uma versão atual do game do detetive.

Além de ser jogado em PCs, ele bombou também no Twitch, onde milhares de pessoas se encantaram pelo jogo e realizam lives de horas e horas. Até políticos em campanha eleitoral jogavam Among Us para conquistar possíveis votos.

Os jogos online nasceram como uma demanda no fim dos anos 1980, explorando o sucesso que os consoles ainda tinham em um mercado enorme e em forte expansão. 

Foram crescendo timidamente e buscando aceitação do público enfrentando os desafios do acesso à internet, ainda deficiente naquela época. 

Mesmo com o primeiro jogo lançado comercialmente para os computadores da Apple, foi somente na década seguinte, em 1992, que os BBS começaram a ter um forte apelo comercial entre os jovens.

Mas a sua total consolidação foi a partir do momento em que se foi permitido o modo multiplayer, em que diversos jogadores poderiam disputar as rodadas e desafiar os seus adversários em qualquer lugar do planeta.

Mas foi a chegada do Counter Strike que fez o mercado bombar de uma forma inexplicável e arrebatadora.

Com comunidades criadas especialmente para se jogar dentro do aplicativo e os gráficos atuais e fácil jogabilidade, conquistou mais de 12 milhões de assinantes e lotou as Lan Houses pelo país e pelo mundo.

Se tornou um mercado altamente lucrativo e rentável para as empresas e desenvolvedores por conta das novas atualizações e dos campeonatos espalhados pelos quatro cantos do planeta em que premiações vultosas eram pagas aos vencedores.

Foi fundamental para a consolidação dos esportes eletrônicos e sinônimos de muito dinheiro e sucesso. Porém, a emoção não está somente na disputa pelo dinheiro, mas nas emoções dentro de casa ou com os amigos.

O sucesso se expandiu também para os consoles, onde os jogos foram desenvolvidos também para os videogames, como o Counter Strike, o Dota e League of Legends, e vice-versa, como o GTA V, aberto também para o modo multiplayer.

As perspectivas para os próximos anos envolvem a melhoria dos jogos, a criação de games mais intuitivos e com boa jogabilidade e a expansão dos campeonatos de esportes eletrônicos.

Os jogos online conquistaram seu espaço e é absolutamente impensável acreditar que terão sua relevância diminuída. A principal justificativa é a enorme quantidade de jogadores que vão para as disputas profissionais para ganhar dinheiro com os games, tendência que não irá diminuir.

A conferir o que a indústria irá oferecer em relação às novidades e atualizações de jogos e campeonatos profissionais.

Até a próxima!

VEJA TAMBÉM: Samsung: quais os melhores celulares? Confira review

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -