HomeEducaçãoColaborar EAD: confira dicas para participar das aulas

Colaborar EAD: confira dicas para participar das aulas

-

Muitas pessoas optam em realizar faculdade a distância ou EAD, mas você sabe do que ele se trata? O EAD é apenas uma faculdade para quem não quer ir à faculdade mas, quem o faz sabe que não é bem assim. E hoje nós vamos ver um pouco mais do ensino a distância e tudo que o cerca.

Acima comentamos do EAD como faculdade a distância mas, você sabia que o EAD significa Ensino a Distância, e isso não tem nada a ver com faculdade, apenas o fato de que ela pode está incluída no EAD. Mas qualquer ensino que é realizado a distância pode sim ser EAD. E nós estamos falando desde curso técnicos até mesmo o ensino básico, passando por cursos livres.

E ao contrário do que muitos pensam ele já existe há muito tempo, durante o século passado algo que era muito comum eram os cursos pelos correios, os cursos por VHS ou na televisão. Isso foi os primórdios do EAD, mas vamos falar melhor disso mais adiante. Pois o ensino a distância é bem mais antigo do que muitos podem imaginar, sendo inclusive uma forma alternativa de ensino.

Portanto, vamos entender como funciona o EAD, seus prós e contras, e sua importância ao longo dos anos. E as muitas formas como ele pode ser aplicado e suas metodologia de ensino que com ele podem ter.

O que é o EAD

Para conseguir entender melhor a história do EAD nós temos que explicar como ele funciona e o que ele é. Muitas pessoas têm o EAD como uma alternativa ou mesmo como uma opção mais viável, seja pelo preço ou pelo fato de que ele pode ser mais flexível em relação aos horários.

- Continua Depois da Publicidade -

O ensino a distância ou EAD é uma alternativa de ensino bastante popular. É reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), que permite que estudantes consigam seu diploma por meio do ensino a distância, com horários e turnos de aulas flexíveis. Esse modelo tornou as faculdades mais acessíveis, isso porque passou a ser possível um estudante realizar uma graduação em uma faculdade fora do seu Estado.

O EAD funciona com atividades administradas via internet, como atividades, Chats e provas Online, embora em alguns momentos também seja exigido atividades presenciais que são provas, reuniões ou atividades práticas. Ou seja, eventualmente é preciso que o aluno tenha que comparecer na faculdade.

Em geral, esta é a forma de como funciona o ensino a distância atualmente, embora seja muito mais associado ao Ensino superior, ele também pode ser utilizado para cursos técnicos e até mesmo no ensino médio, como vamos ver isso mais adiante. Mas será que o EAD sempre foi da forma como conhecemos hoje em dia?

História do EAD

O Ensino a distância vem bem antes da Internet, há registros de que há três séculos atrás em 1724 já haviam cursos realizados pelo Jornal nos Estados Unidos, e no Brasil em 1904 um jornal ofereceu um curso de datilografia pelo jornal. Essa prática se tornou muito comum entre os jornais, logo após o rádio e a televisão.

É preciso lembrar que neste tempo a Educação não era algo acessível a todos, e naquele tempo não haviam muitas escolas técnicas, e os cursos a distância eram a forma que a população encontrava para conseguir se especializar e entrar para o mercado de trabalho. Desse modo, eles foram fundamentais para que a mão de obra especializada não só no Brasil como no Mundo. Com o tempo os cursos foram acompanhando a evolução da tecnologia, embora por um longo tempo fosse comum que provas e matérias fossem enviados pelos Correios, até a chegada da Internet.

Com a chegada da Internet o ensino a distância passou a ser todo administrado de forma online. No Brasil o ensino técnico passou a ganhar mais unidades e instituições, isso fez com que os mesmo fossem mais ofertados de forma mais ampla e organizada.

Portanto o EAD é uma prática mais antiga do que muitos pensam, e já pelas mais diversas modificações até ser como nós conhecemos hoje. Hoje em dia ele é feito de uma forma muito mais barata e viável do que no passado.

O EAD além do Ensino superior

Embora isso seja muito pouco lembrado, o EAD também serve como forma de suprir a educação em locais onde não se tem acesso aos professores. Embora seja muito pouco comum, o ensino a distância serve como forma de levar o ensino básico a comunidades ribeirinhas e até mesmo a tribos indígenas.

- Continua Depois da Publicidade -

Embora com o tempo isso seja cada vez menos comum e professores e escolas passem a ser mais acessíveis para praticamente todo o público do ensino básico. Assim onde ele acontece de fato é nos Ensinos Superior e Técnico, onde eles são fundamentais como nós vimos anteriormente e vamos ver mais adiante.

O Ensino a distância passou a ser muito associado ao nível superior apenas de uns anos para cá. Pois ele tem relação com qualquer forma de ensino que seja realizado de forma não presencial. É claro que na maioria dos casos o ensino a distância deve ter reconhecimento pelo MEC, mas não necessariamente precisa desse reconhecimento para de fato acontecer.

Isso se baseia no fato de que palestras e seminários são uma forma de se ter um ensino a distância, alguns grupos de estudos também são uma forma de educação a distância. Portanto EAD é toda forma de ensino que não é feita de forma presencial. Podendo ser qualquer forma de ensino, seja ela reconhecida pelo Mec ou não, ou mesmo apenas uma palestra.

O EAD e a pandemia

Durante a Pandemia de Covid-19 em 2020, o EAD foi a saída para que as aulas não fossem interrompidas, isso talvez tenha sido um marco para esta modalidade, pois até aqueles que realizavam o formato presencial tiveram que se adequar às aulas a distância. O que gerou muita polêmica e para alguns mais conforto.

Um outro aspecto interessante foi que as escolas do ensino regular também fizeram parte do EAD. Antes era muito pouco comum que os ensinos fundamental e médio pudessem se adequar a esta realidade mas, com a pandemia esse foi o jeito para que não houvessem mais aulas perdidas.

Portanto para o bem e para o mal o EAD em 2020 foi muito marcante, pois muitos tiveram que se adequar e se adaptar a esta realidade. Em alguns casos foi possível se adaptar melhor em outros casos foi um pouco mais complexo. Podemos destacar as escolas públicas que tinham alunos com e sem internet, neste caso foi preciso se adaptar a esses alunos e oferecer conteúdo impresso e digital.

Mas é importante lembrar que o formato de aulas a distância oferecido durante a pandemia é diferente de um formato EAD, na pandemia instituições de ensino apenas adaptaram suas atividades para o formato digital. Assim mantendo seus horários e suas grades, já no Ensino a Distância a metodologia é diferente.

Assim, é correto dizer que apesar das diferenças entre EAD e ensino presencial realizado a distância. Para o bem e para o mal a pandemia transformou o Ensino a distância para sempre.

Prós e contras do EAD 

- Continua Depois da Publicidade -

O EAD trouxe o conhecimento para muitas pessoas, principalmente quando falamos a respeito da faculdade. Mas temos que concordar que ele não possui apenas benefícios e tem seus pontos negativos e fica muito a desejar, pois para quem é do modo presencial ele dá muita margem para espertezas e trapaças, principalmente no modo online.

Mas como vamos ver muita coisa que é uma desvantagem aqui também é desvantagem do formato presencial. Os dois possuem muitos pontos positivos quanto pontos negativos, mas o que vai definir se essa modalidade de ensino vale a pena ou não.

Mas como já dissemos anteriormente na pandemia ele é o que se tem, então é preciso olhar para ele e ver quais são os seus prós e contras. Vamos ver quais são a seguir.

Prós

    • Mais liberdade: Realizando o curso a distância você tem mais liberdade de assistir a aula na hora que quiser, realizar atividades e provas quando puder (claro que dentro do prazo), isso tudo faz com que quem tenha uma vida mais ativa e precisa de mais tempo opte por realizar a faculdade a distância e ter mais liberdade nos seus estudos. 
  • Custo Benefício: Uma faculdade a distância muitas vezes custa bem menos em relação a uma faculdade presencial, por isso, muitas pessoas optam por realizar a faculdade a distância. Pois em alguns casos isso pode compensar mais pois além de ser mais barata o diploma é o mesmo de quem realiza de forma presencial.
  • Aulas interativas: Muitas vezes com o EAD você tem acesso direto a tudo aquilo que os professores disponibilizam durante as aulas, ou seja slides, gráficos e tudo mais. E fora que nas aulas online se tem a possibilidade de ter alguns recursos que às vezes não são viáveis nas aulas presenciais.
  • Mais tempo disponível: Quem realizou a faculdade a distancia pode ter mais tempo livre, mas mesmo assim significa muita disciplina para se organizar de acordo com os estudos que devem ser feitos.

Contra

  • Material didático: Isso é mais com relação a quem não irá realizar as aulas via internet, neste caso a pessoa irá ter de utilizar o material impresso o que em algumas vezes não é a melhor opção. Às vezes ele demora a chegar, ele com o tempo pode ficar defasado. E mesmo com a internet o material didático pode apresentar alguns problemas, como não está disponível, não ter download e isso impacta diretamente nas aulas, pois no EAD, você depende diretamente dele para realizar suas aulas.
  • Problemas com a internet: Os problemas com a internet são o principal ponto negativo, pois imagina no meio de uma aula online, você ter de realizar a aula sem câmera ou não conseguir entrar por falha na internet. Durante a pandemia isso foi um sério problema pois muitas pessoas não conseguiam entrar em suas aulas pois a tinham problemas com a internet.
  • Falta da prática: Alguns cursos exigem que haja as atividades de campo ou atividades práticas, que devido o fato das aulas serem a distância isso se torna inviável. Fazendo com que a prática tenha de ser adaptada ou não aconteça de fato ficando apenas na teoria.
  • Desorganização: O principal ponto negativo que todos deveriam entender é que não é todo mundo que consegue fazer, assim a desorganização ainda é o maior risco de atrapalhar quem deseja fazer quaisquer cursos a distância.

Conclusão dos prós e contras do EAD

Deste modo, o Ensino a Distância possui seus pontos altos e baixos. Mesmo com os contras ele não deixa de ser uma boa opção, mesmo com os prós para muitos ele não é o mais indicado. Por isso, com a pandemia é preciso saber se será vantagem iniciar qualquer curso neste momento, pois até o presencial está funcionando à distância.

O EAD ao mesmo tempo que oferece mais liberdade e flexibilidade ele também pode ser um formato bastante problemático, isso porque você não tem auxílio dos colegas e professores, em alguns casos as dúvidas podem permanecer por muito tempo sendo não resolvidas (embora existam Chats e diversas formas de entrar em contato com os professores), e isso pode ser um ponto negativo. Mas ao mesmo tempo, para quem trabalha ou não mora próximo de uma faculdade este modelo é muito eficaz pois garante apenas que uma vez por semestre seja necessário ir à faculdade.

Para alguns cursos isso não faz a menor diferença, para outros isso pode ser irrelevante. Mas o principal fator que deve nortear essa escolha deve ser o preço, que em relação com o formato presencial é quase metade do valor. Mas como apresentamos nos prós e contras e ao longo do texto o valor não deve ser a única coisa a ser avaliada. E por último não se assuste pois o formato presencial também possui seus prós e contras.

O perfil do Aluno para o EAD

Com tudo o que vimos até agora podemos notar que há um público bem característico. Isso não quer dizer que todos os públicos não irão se adaptar com o EAD, mas o aluno com este determinado perfil pode ter mais facilidade em se adequar com o Ensino a distância do que um outro perfil de aluno.

O Ensino a distância é para todos, mas para alguns ele serve bem melhor do que para outros, por isso vamos ver qual o perfil de aluno para o EAD.

    • Autodidata: É preciso que o aluno consiga aprender sozinho, pois aqui ele não irá contar com professores ou colegas para ajudá-lo ao longo do curso. Por isso é muito importante que o aluno consiga aprender sozinho
  • Curioso: Isso vai um pouco de encontro com o que nós falamos anteriormente, pois o aluno curioso é aquele que descobre mais por si só. E como aqui não haverá o estímulo direto do professor e da turma, aqui a descoberta será solitária e dependerá unicamente do aluno.
    • Interessado: Nessa jornada o interesse será fundamental, pois em momentos o curso pode ser mais difícil, aí é que entra a força de vontade do Aluno em seguir em frente no curso independente das dificuldades.
    • Objetivo: Por fim um aluno que é objetivo é aquele que não demora muito, nem fica preso em certas atividades, ele busca melhorar seu desempenho mas sem exageros, e sem ficar parado em determinado assunto por muito tempo.
  • Organizado: O aluno do EAD precisa ser bastante organizado, isso é fundamental para evitar que haja acúmulo de trabalhos entre outras coisas relacionadas a recuperação de matéria e planejamento de planos de estudos. Um aluno organizado sempre sai na frente.

Embora não seja uma regra, esse é o perfil de aluno que melhor se adequa ao EAD, mas isso não significa que um aluno fora destes padrões não vá se sair bem. Porém quem atende a este perfil consegue se sair melhor nesse formato.

Na verdade quem deseja realizar qualquer curso de nível superior se tiver este perfil terá muito mais facilidade em sua jornada de estudos. Isso porque essas são dicas fundamentais para quem deseja estudar seja o que for. Deste modo podemos dizer que este é o perfil do estudante de nível superior ou tecnico.

Plataformas para organizar os Estudos

Outro fator que ajuda muito a um aluno do EAD é a organização. É preciso se organizar e estar a frente pois são muitos prazos e conteúdos, por isso é preciso estar muito bem organizado. Deste modo é preciso fazer uso de alguns aplicativos para ajudar a se organizar de forma efetiva.

Vamos ver alguns aplicativos que podem ajudar você a conseguir ficar em dia com seus estudos, ou ao menos tentar se organizar melhor.

  • Agenda: Seja agenda do google ou mesmo do celular, aqui não estamos falando de nada muito complexo, mas sim de algo para não deixar datas importantes passar em branco. Algumas agendas podem até emitir alarmes para lembrar de compromissos importantes, por isso é sempre bom ter, para não se esquecer de nada.
  • Planilha: Embora possa parecer até meio Old Fashioned, as planilhas são uma boa forma de se organizar os estudos. Assim como as agendas algumas até podem ser customizadas, o mesmo caso pode ser da planilha que pode ter alarmes e até ser impressa, quando se trata de informes não podemos deixar a Planilha de lado.
  • Trello: O trello é a principal tendência quando o assunto é organização, isso porque este aplicativo que funciona como um calendário customizável, permite que recados sejam colocados durante os dias da semana. Assim sendo ideal para lembrar das provas e atividades.

Portanto, esses são os aplicativos ideias para quem estiver realizando qualquer tipo de estudo. Qualquer um destes aplicativos vai conseguir com que você melhore seu desempenho e consiga otimizar melhor seu tempo. Ainda há muitos outros que podem ser fundamentais para os seus estudos, esses são apenas alguns que podem ajudar com que você otimize seu tempo estudando.

Conclusão

Portanto, isso é tudo a respeito do EAD e da história do Ensino a distância, embora hoje em dia ele seja mais visto como uma variação do ensino superior e Técnico, ele é muito mais que isso. E como vimos sua história é muito mais que apenas uma forma de realizar os cursos sendo uma opção mais barata e acessível.

O EAD teve um papel muito importante na história da educação quando não havia escolas técnicas, ele era a principal forma de levar conhecimento para boa parte da população. Embora até gerasse um certo preconceito mas foi inegável o quanto ele fez bem para sociedade do século XX que não tinha acesso à educação.

E aqui nós buscamos trazer todas as formas que os alunos que são atendidos pelo EAD podem se adequar e conseguir se organizar, para estudar com mais precisão. Pois ainda que haja um perfil de aluno ideal, o EAD é para todos e este perfil apenas serve para nortear, não só quem deseja ingressar no EAD como quem deseja entrar na faculdade. Pois organização e determinação são palavras chaves para quem deseja ingressar em qualquer curso, seja técnico ou superior.

Portanto, essas foram nossas dicas, nós vamos ficando por aqui, esperamos que vocês tenham gostado de saber mais a respeito do Ensino a distância seja ele qual for, pois ele é muito mais do que o nível superior. Mas acima de tudo espero que esse artigo tenha lhe inspirado nos seus estudos.

 

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -