HomeLeis & GovernoConsultar FGTS pelo CPF: Como fazer a consulta do saldo online na...

Consultar FGTS pelo CPF: Como fazer a consulta do saldo online na Caixa

Web Stories

Você sabe qual é o passo a passo para consultar o FGTS pelo CPF?  O FGTS, Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, é um programa destinado aos trabalhadores que estão atuando com carteira assinada. Ou seja, na modalidade de CLT. O pagamento pode variar de acordo com o salário do cidadão: quanto maior for, mais a empresa deve depositar. 

Vale salientar, além disso, que quem atua como MEI, microempreendedor individual, não tem direito de receber o programa visto que não é CLT. O MEI é um porte de empresa que tem a possibilidade de faturar até R$ 81 mil por ano e realizar a contratação de apenas um funcionário. Para o ano de 2022, no entanto, a Câmara de Deputados e o Senado já pensam em acordos diferentes. 

Como consultar fgts pelo cpf?

Consultar FGTS pelo CPF
Créditos: lapadalapada.com.br

A consulta do extrato do Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço pode ser realizada através do site da própria Caixa, banco estatal brasileiro, pelo link

  • Na loja de aplicativos do seu celular, seja MAC ou Play Store, procure por MEU FGTS. 
  • Baixa o app e depois basta acessar com a sua conta GOV. Por isso, se ainda não possuir uma, é necessário criar uma que esteja associada ao seu CPF.
  • Pronto, agora tem em mãos todos os dados em relação ao seu Cadastro de Pessoa Física. 

Vale salientar que a conta GOV permite o cidadão brasileiro não somente analisar e consultar o extrato que tem do FGTS como também de emitir o histórico de contribuições para o INSS e abono salarial. 

Para conseguir acessar o aplicativo, é necessário informar alguns dados que também vão além como CPF, Nome Completo, Data de Nascimento, E-Mail e cadastrar uma senha de acesso. 

- Continua Depois da Publicidade -

Leia também: Consultar CPF: Faça consulta grátis e online da situação cadastral na RFB

Consultar saldo fgts pelo CPF: Passo a Passo

  • Acesse o aplicativo do FGTS que está disponível na sua loja de apps do celular. 
  • Entre com o GOV e crie uma senha para conseguir ver as informações. 
  • Preencha os dados que forem solicitados como e-mail, nome e senha de acesso (necessário criar uma). 
  • Pronto! Agora, tem em suas mãos todas as informações sobre o seu fundo. 

Como sacar o saldo do FGTS?

Além de consultar FGTS pelo CPF, o aplicativo também permite que os usuários tenham acesso a  solicitação de saque, que pode ser realizada tanto no mês de aniversário quanto quando o funcionário na modalidade de CLT for demitido. O valor conta com toda a soma do que a empresa já pagou durante o tempo de atuação. 

  • Ao sacar após ser demitido, consegue-se de volta todo o valor com rendimentos anuais. 
  • Optando pelo saque no mês de aniversário, consegue-se apenas uma parte do valor ao ser demitido. Vale salientar que, nesta modalidade, também existe a opção de rendimentos. 
  • Ambas as alternativas possuem, anualmente, um reajuste de 1,8%, estando abaixo do rendimento da poupança e da inflação. 

Quando pode sacar?

Existe uma extensa lista que aborda sobre quando pode sacar o FGTS e quais são os requisitos para isso. Veja ela abaixo para saber se tem direto. 

  • Na demissão sem justa causa do trabalhador que estava atuando na modalidade de CLT. Logo, tinha a carteira assinada. Quem atua como MEI ou autônomo não tem direito de receber. 
  • Quando há um término no contrato, que geralmente está associado a um período já determinado anteriormente. 
  • Quando há a suspensão das atividades da empresa ou das atividades do funcionário. Isso pode ocorrer por uma série de motivos diferentes, inclusive, a diminuição do volume nas atividades e necessidade de demissão. 
  • Na rescisão do contrato quando há a culpa da própria empresa ou força maior, como dificuldades em pagar o trabalhador. 
  • Quando o contrato é encerrado a partir de um acordo entre o colaborador e a empresa. Neste caso, o colaborador pode receber apenas 80% do valor que tinha de saldo. Por isso, perde na faixa de R$ 20 mil a cada R$ 100 mil. 
  • Se o trabalhador se aposentar e, por isso, decidir que não irá mais trabalhar. 
  • Caso na cidade tenha acontecido algum desastre natural e tenha sido liberado pelo próprio prefeito a autorização do saque. Neste caso, o desastre pode ser formado por enchentes, calamidade pública (pode ser determinada somente se for de acordo com o Governo Federal), ou queima da casa de moradores. 
  • Quando há o falecimento do trabalhador. 
  • Se o trabalhador possuir alguma dívida ativa com a União ou consórcio e querer usar o valor para amortizar o que deve. 
  • Ou então, quando termina o contrato com previsão de 90 dias. 
  • Se o titular da conta do FGTS, Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, contar com uma idade igual ou superior a 70 anos. Neste caso, a regra é bastante semelhante ao saque pela aposentadoria. 
  • Se o trabalhador estiver enfrentando qualquer outra doença que esteja relacionada a sua imunidade ou tempo de vida, como HIV ou câncer. trabalhadores em estado terminal de qualquer doença grave podem solicitar visto que a burocracia para retirada do valor após a morte costuma ser maior devido ao inventário. 
  • Caso, por algum motivo, o trabalhador tenha sido demitido mas está há mais de 3 anos sem  assinar a carteira do CLT, como por exemplo, alguém que saiu de uma empresa privada como funcionário para abrir um MEI, microempreendedor individual. 
  • Se o colaborador do FGTS tiver interesse em construir a casa própria. Neste caso, uma parte do que for depositado pela empresa deve ser descontado para o financiamento, que muitas vezes é realizado pelo Minha Casa Minha Vida. 

Cartão Cidadão

O Cartão Cidadão é criado pela Caixa para os indivíduos que não possuem conta no banco, mas precisam usar a estatal para sacar programas como o FGTS, abono e até mesmo o Auxílio Brasil. Neste caso, para solicitar a emissão dele sem anuidade, basta ir até uma agência física e levar consigo um documento que comprove a residência e outro que comprove a identidade – necessário possuir foto. 

Conclusão sobre consultar FGTS pelo CPF

Neste artigo, ensinamos um pouco mais os nossos leitores a como consultar FGTS pelo CPF de forma simples pelo portal da Caixa. E, além disso, abordamos brevemente sobre como sacar o valor e quais são os requisitos para que o trabalhador possa se retirar antes de ser demitido. O programa do FGTS é destinado a brasileiros que estão atuando com carteira assinada, na modalidade de CLT. 

E então, tem mais alguma dúvida sobre o assunto? Comente aqui com a gente. Não esqueça de conhecer outros artigos que estão disponibilizados em nosso porta. 

Leia também: Certidão CND FGTS: saiba como consultar a autenticidade certidão FGTS

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -