HomeFinanças, Crédito & SegurosPagseguro: tipos de cartão e principais investimentos

Pagseguro: tipos de cartão e principais investimentos

-

Ninguém que viva socialmente é auto-suficiente, e a comercialização de bens e serviços é alma da civilização humana. E o Pagseguro surgiu para facilitar a vida de quem compra e de quem vende

Desde o início da sociedade humana, o comércio não demorou muito para mostrar sua importância.

A comercialização de bens já passou por diversas evoluções, como as trocas de produtos, a compra desses produtos por dinheiro físico e a criação do dinheiro virtual, por assim dizer.

E o Pagseguro se enquadra nesta última evolução, pois é uma maneira fácil e segura de pagar e receber de modo virtual.

O que é o Pagseguro?

O Pagseguro é uma plataforma de pagamento online, isto é, uma ferramenta de pagamentos usada para simplificar as transações comerciais, tanto dentro quanto fora da internet.

- Continua Depois da Publicidade -

O Pagseguro é a maior plataforma voltada para este fim no Brasil, e é oferecida pela gigante UOL.

Funciona como uma intermediação entre o vendedor e o comprador.

A UOL, por sua vez, é a maior empresa brasileira do ramo da internet, atuando em áreas como tecnologia, conteúdo, pagamentos online, etc.

Apesar do gigantesco crescimento do mercado virtual nos últimos anos, muitos brasileiros ainda têm medo de realizar negócios online, por receio de ter seus dados pessoais e financeiros roubados.

Contudo, o Pagseguro se apresenta como uma empresa segura, possuindo toda a credibilidade que a UOL pode oferecer.

História

A história do Pagseguro não se iniciou originalmente com o UOL, pois sua estrutura foi firmada em cima de uma outra empresa, a BRPay.

A BRPay foi criada no ano de 2006 por Armando Hilel, Sergio Costa e Leonardo Pascoal, sendo a primeira plataforma no Brasil de pagamento online.

O UOL realizou sua compra um ano depois, em 2007,e posteriormente mudou o nome para Pagseguro, tornando-a sua plataforma oficial de transações financeiras e comerciais.

- Continua Depois da Publicidade -

A negociação rendeu muitos frutos para a empresa, tanto que um ano após a compra, já recebeu dois prêmios na área de comércio eletrônico, de dois sites nacionais.

Além da compra, duas parcerias que auxiliaram bastante no crescimento da plataforma foi com uma empresa focada em prevenir fraudes em transações financeiras, a Horus, o que deu bem mais segurança à empresa e clientes.

E a outra foi com a Nokia, sendo pioneira na tecnologia Near Field Communication (NFC) aqui no Brasil.

O NFC é uma tecnologia de transmissão de dados entre celulares, e é possível através de uma simples aproximação entre os aparelhos, isso no ano de 2012.

O Pagseguro sempre esteve preocupado com a segurança e em acompanhar os avanços tecnológicos, possibilitando uma melhor experiência a seus clientes.

Tanto que possui o certificado de Padrão de Segurança de Dados para a Indústria de Cartões de Pagamento (PCI-DSS).

A empresa fez lançamentos de leitores de cartões por meio de aplicativos móveis e do aplicativo Carteira Pagseguro, por onde é possível realizar pagamentos através do próprio celular, como se fosse um cartão, isto entre 2013 e 2014.

No mundo corporativo é muito comum a compra de outras empresas no intuito de aumentar seu leque de opções e seu capital e prestígio.

- Continua Depois da Publicidade -

Isso se deve pelo fato de ser mais simples entrar no mercado ou crescer ainda mais nele, quando ele já possui uma boa base.

Isso ocorreu, por exemplo, quando a Google comprou o Youtube, mesmo já possuindo sua plataforma de vídeos, ou quando o Facebook realizou a compra do Instagram e do WhatsApp.

Esses, junto à própria compra do BRPay, mostram que aquisições são um bom caminho para o crescimento. E o Pagseguro (UOL) sabe muito bem disso.

Tanto que foram várias aquisições feitas no decorrer do tempo, como da Biva, uma empresa de empréstimos, onde foi realizada a compra de 50,5%, em 2017.

A aquisição do Banco Brasileiro de Negócios (BBN) do Grupo Rendimento, um banco de ativos de carteira múltipla e comercial para pessoas jurídicas, em 2019.

Comprou da empresa alemã Wirecard, a MOIP, em 2020, uma empresa de pagamentos online voltada para e-commerce e lojistas virtuais e físicas.

Outro fator importante na história do Pagseguro foi a abertura do seu capital na bolsa de valores de Nova York em 2018. Isso lhe rendeu um total de 2,7 bilhões de dólares.

Um dos pontos ápices da empresa foi a criação das moderninhas e minizinhas, iniciada no ano de 2013. São máquinas de cartão, utilizadas em estabelecimentos comerciais.

Até então, as máquinas existentes atuavam por meio de aluguel, e eram voltadas mais para empresas maiores.

Com o lançamento das máquinas de cartão menores e mais simples, a empresa conseguiu alcançar um público muito mais amplo.

Diferentemente das máquinas de cartão do mercado, as maquininhas não possuem aluguel, pois são compradas pelos empreendedores.

Isso possibilitou a sua utilização por empresas de pequeno porte e microempreendedores individuais.

Atualmente essa ferramenta é amplamente difundida e feita por todas as empresas. Por isso, é possível comprar com o cartão de crédito ou débito até mesmo nos menores estabelecimentos comerciais.

Algo interessante sobre o Pagseguro, e sua “hierarquia”, por assim dizer, pois ele pertence ao UOL, que por sua vez pertence ao Grupo Folha, dona do jornal Folha de São Paulo, do DataFolha e de diversas outras divisões.

PagBank

O Pagseguro já possuía uma conta para os usuários de suas maquininhas, porém resolveu ampliar o seu público e criou o PagBank, uma conta digital do Pagseguro.

O Pagbank é na na verdade um banco digital gratuito e é através dele que são realizados os investimentos e se tem acesso aos cartões disponíveis.

A conta digital do banco é de pagamento, isto é, não é nem poupança nem corrente.

Algumas das vantagens do banco são:

1 – Cartão internacional gratuito, sem mensalidade e nem anuidade;

2 – Empréstimo online;

3 – Rende mais que o dobro da poupança;

4 – Recarga de celular sem taxas, e com 2% de volta para o usuário;

5 – Transferências e pagamentos, sem taxas e ilimitadas;

6 – Pagamento com QR Code, sem taxas.

Tipos de Cartão

O Pagseguro oferece em seu banco digital a opção de 3 cartões distintos: o cartão da conta, o cartão de crédito e o cartão pré-pago.

cartão da conta – é usado para movimentar o saldo da conta PagBank. É um cartão de débito gratuito, sem mensalidades ou faturas.

É usado para movimentações nacionais e internacionais; para compras em lojas físicas e compras online; não há a necessidade da máquina Pagseguro; Serviços digitais de streaming.

Para saque em dinheiro há uma taxa de 7 reais e 50 centavos por saque nacional e internacional, pelas redes Banco24Horas e Saque e Pague, e pela rede Plus no exterior.

Cartão de crédito

É usado para permitir um limite extra, além do que o que há na conta, para realizar compras à vista ou parceladas.

Com esse cartão o usuário possui mais liberdade para poder gastar e parcelar suas compras.

Além do mais, também é gratuito e não possui anuidade. E para pagar as faturas é possível usar o saldo da conta.

Ele também é usado para movimentações nacionais e internacionais; para compras em lojas físicas e compras online; não há a necessidade da máquina Pagseguro; Serviços digitais de streaming;  adicionados o parcelamento das compras e a fatura mensal.

Cartão pré-pago

É um cartão recarregável, para poder dar mais controle aos gastos.

Com esse cartão é possível movimentar apenas o saldo disponível no mesmo, desse modo, há um controle sobre os gastos.

É um cartão recarregável, isto é, o usuário carrega um valor determinado para ele, e quando o valor acabar é simplesmente recarregar através do saldo da conta, de débito ou depósito online, e até mesmo por meio de um boleto bancário.

Dessa forma, o usuário pode dar um para outra pessoa, como funcionário ou filho, e além do limite, ainda é possível acompanhar as movimentações pelo aplicativo.

Este cartão custa 12 reais e 90 centavos por unidade, e possui os mesmo benefícios do cartão da conta.

Principais investimentos

Além dos cartões, através do banco digital do Pagseguro é possível realizar diversos investimentos.

Estes investimentos podem ser divididos em renda fixa e de renda variável. Os de renda fixa possuem segurança nas operações, porém obtêm um rendimento menor.

Já os investimentos de renda variável, como o próprio nome diz, podem variar suas margens, tanto para lucro quanto para prejuízo.

Apesar da instabilidade, esses investimentos mais arriscados possuem uma rentabilidade muito maior do que os de renda fixa.

De um modo mais geral, tudo vai depender do perfil do investidor, mas o mais aconselhável é sempre galgar aos poucos, isto é, começar com investimentos seguros.

Dessa forma, é possível se inteirar do mercado, compreender como ele funciona, isto é, ganhar experiência e conhecimento para, futuramente, poder se arriscar mais, que devido ao conhecimento adquirido, se tornará um um pouco menos desafiador e arriscado.

Vale salientar, porém, que os investimentos de renda variável por meio do Pagbank, são operados por especialistas e não pelo próprio usuário.

Com isso, os riscos se tornam menores, mas necessitando mesmo assim de um perfil mais ativo.

Os principais investimentos pelo banco digital são o CDB PagBank e os fundos de investimentos

O CDB Pagbank são empréstimos realizados para o banco, e é um investimento de renda fixa. 

Já o fundo de investimentos, pode ser entendido como uma modalidade de investimento coletivo, onde várias pessoas reúnem o dinheiro para aplicações em conjunto.

O ato de se reunir, não significa que as pessoas sejam conhecidas ou amigas. São pessoas de diferentes lugares, que não têm contato umas com as outras, apenas realizam o investimento em um mesmo fundo, que será operado por um grupo de especialistas.

Esses fundos são formados por produtos financeiros diversos, como ouro, ações, câmbio de moedas, títulos públicos e tesouro direto.

O fundo de investimentos possui quatro classificações: os de renda fixa, os multimercados, as cambiais e as ações.

De modo geral, estes investimentos feitos através da conta do banco digital do Pagseguro podem ser de renda fixa ou variáveis.

Investimentos de renda fixa

Os investimentos de renda fixa são aquelas modalidades em que o investidor sabe todas as condições de renda, produto e prazo quando vai fazer a aplicação.

Nesse tipo de investimento a rentabilidade da aplicação é previsível e segura. Alguns exemplos são a Poupança, o Tesouro Direto, o CDB e o LCI e LCA, e o rendimento varia de acordo com cada aplicação.

O Pagseguro, através do seu banco digital e do PagInvest, possibilita ao usuário a opção de realizar o investimento com o dinheiro que está disponível em sua conta.

Como investimento de renda fixa, há o chamado CDB e o Fundo de Investimentos de renda fixa.

CDB – o Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um investimento de renda fixa que consiste no empréstimo desses valores para os bancos e é um investimento seguro.

O valor é emprestado com prazos de carência diversos, e ao término do período, previamente marcado, o investimento retorna com um valor adicional.

No caso do Pagseguro Pagbank, esses rendimentos são calculados de acordo com o CDI, assim como a poupança.

O Certificado de Depósito Interbancário (CDI) é relacionado aos juros entre os bancos, isto é, a nomenclatura da taxa de juros dos empréstimos feitos entre os bancos.

Esses empréstimos entre os bancos vem da obrigatoriedade, definida por lei, de ao final do dia, o caixa está com um saldo positivo.

Porém vários fatores interferem nisso, e nem sempre eles conseguem, por isso fazem empréstimos entre si.

De todo modo, o que difere o rendimento do CDB nesse banco digital para a poupança, é que ele pode render até 221% a mais que a mesma..

A aplicação é protegida pelo FGV (Fundo Garantidor de Crédito), que é como um seguro, que garante o recebimento do valor investido, mesmo que o banco quebre.

Fundo de investimento de renda fixa

O fundo de investimento de renda fixa é feito através de títulos públicos, títulos de bancos (CDBs) e títulos de empresas.

Investimentos de Renda Variável

Pelo Pagbank Pagseguro é possível realizar três tipos de investimentos em fundos de investimentos de renda variável: o fundo multimercado, o fundo de ações e o fundo cambial.

Fundo multimercado

Como o próprio nome diz, são vários mercados. Então nesse fundo os investimentos não são rígidos e se diversificam por outras modalidades ao mesmo tempo.

Fundo  de ações – Pagseguro

São os especialistas que investem nas ações da bolsa de valores, e que escolhem em quais ações investir. É uma maneira mais prática e simples de investir, considerando que não haverá o trabalho do próprio usuário.

Fundo cambial – Pagseguro

Como o próprio nome deixa entender, é voltado para o mercado de câmbio de moedas, investindo principalmente no Euro e no Dólar.

 

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -