HomeEmpresas & NegóciosMercado Livre: como comprar e vender no site? saiba agora

Mercado Livre: como comprar e vender no site? saiba agora

-

Ainda no início, quando o acesso à internet era limitado, o Mercado Livre tinha apenas oitenta concorrentes – comparado ao sucesso de hoje, oitenta era pouco. O acesso à internet era quase nulo, e apenas 2% da população podia bisbilhotar.

Ainda assim, os fundadores da famosa plataforma estavam dispostos a criar algo grande, tão grande que, apesar das dificuldades pela qual a empresa passou, ela sobreviveu e é o que é hoje, com diferentes concorrentes fortíssimos, sendo uma das cinquenta páginas mais visualizadas do planeta, com mais de cem milhões de usuários de olho em vendas e compras.

Atualmente, a empresa funciona em dezenove países. Alguns deles são: Brasil, Argentina, Portugal, Colômbia, Costa Rica, Paraguai, Uruguai e Venezuela.

Existe um diferencial para que o Mercado Livre seja considerado um dos melhores sites para compra e venda. Qual? Os preços dele são os mais baixos. São os preços que chamam a atenção. Por quê? É simples. É uma questão de escolha.

Os consumidores podem escolher tudo. Preço, produto, como quer vender, como quer comprar, que tipo de negociação será feita, a quantidade, a qualidade, qual será o prazo e a sua flexibilidade quanto a negociações.

- Continua Depois da Publicidade -

O Mercado Livre é um lugar onde cada um cuida do seu próprio mundo de uma forma cuidadosa e segura onde quase não se encontra em nenhuma outra plataforma.

História do Mercado Livre

O Mercado Livre é uma empresa que todo mundo conhece. Não é nada mais e nada menos, que um site, onde é possível: anunciar o produto, vendê-lo, pagar por ele, e enviar para o cliente, tudo isso de uma forma prática através da internet.

Hoje em dia, ainda há pessoas que saiam de casa para fazer compras, ou até mesmo vender produtos, e é uma boa tática, – na verdade, qualquer tipo de investimento é uma boa tática – no entanto, seguir pelo lado mais fácil está sendo bem mais utilizado hoje em dia.

Desde 1999, o Mercado Livre faz história. De origem Argentina, a empresa tem vínculos por todo o mundo. Desde ofertas do dia, automóveis, roupas, eletrônicos, até itens de supermercado, o site oferece qualidade e segurança.

Graças a essas vantagens, inúmeras pessoas conseguem lucrar a partir disso, ainda que seja difícil se aprofundar no mundo tecnológico. É possível, sim, fazer dar certo, é algo que está ao alcance, e é agora que surge a dúvida: como comprar e vender no Mercado Livre?

Como comprar e vender no Mercado Livre?

Para os iniciantes, vender algo pela internet pode ser complicado, mas o Mercado Livre pode se tornar o lugar perfeito para quem está com a ideia de anunciar um ou mais produtos. Por ter milhões de compradores e vendedores, os produtos são vendidos rapidamente, além disso, as instruções para começar são bem fáceis.

No www.mercadolivre.com.br, é possível criar uma conta e cadastrar os próprios dados, e a partir disso, conseguir clientes e vender, como uma loja online aberta vinte e quatro horas, todos os dias.

Muitos podem ter dúvidas de como anunciar, e caso esse seja o caso, o próprio site mostra passo a passo de como funciona.

- Continua Depois da Publicidade -

Na opção de venda, é possível selecionar a categoria do seu produto, – seja ele imóvel ou até mesmo um serviço – em seguida, é preciso escolher um título, para que os interessados achem com facilidade, e por último, acrescentar informações sobre o que está sendo vendido, que é muito necessário para conseguir mais olhares, como fotos, qualidade, tamanho ou cor. Não esqueça do mais importante: o preço, e enfim, anunciar, e o produto ficará à venda.

De uma forma simplificada, o Mercado Livre é como um shopping virtual, onde tudo pode ser vendido e/ou comprado. É algo tão grande que, no ano de 2018, o Mercado Livre estava no ranking de quinto lugar, como um dos sites mais acessados do nosso país, comprovando um total de cinquenta milhões de pessoas o acessando todos os meses.

Apesar de estar virando uma tendência a cada dia, ganhar dinheiro através da internet é uma dificuldade para muita gente.

Mexer com a tecnologia não é fácil, além disso, há a desconfiança e o receio na eficácia das compras e vendas, por isso, muitas vezes, os investimentos acabam dando errado.

O comércio online, porém, pode garantir o dinheiro no bolso e melhor, a segurança para o vendedor e para o comprador, que precisam ter uma relação de amizade e confiança ao longo do caminho.

Todos os dias, uma boa quantidade de produtos com uma ótima qualidade e com um preço acessível é procurado. Seis mil buscas e nove vendas a cada segundo são a prova disso, mostrando que investir no Mercado Livre é a alternativa perfeita para quem quer, quem sabe, começar o próprio negócio.

Talvez esse seja o momento certo para começar, agora que o desemprego está em alta e muitos querem começar e/ou recomeçar, afinal, o site é livre, e qualquer pessoa pode colocar um produto à venda – seja um produto novo ou usado.

É possível que todo esse planejamento já tenha passado pela cabeça de alguém. Ganhar dinheiro através da internet é um dos métodos mais utilizados hoje em dia, especialmente no Mercado Livre, uma das lojas mais competentes já conhecidas.

- Continua Depois da Publicidade -

Uma das vantagens que pode ser citada é a forma como a plataforma atrai clientes, fazendo com que, da mesma forma que comprem, acabem se interessando pela ideia do negócio e vendendo também.

É uma das melhores opções existentes para os pequenos empreendedores dispostos a começar uma carreira no mundo virtual.

Pagamento 

Já que o assunto é dinheiro, o tópico “pagamentos” pode ser incluso nesse momento. Quando um produto é anunciado no Mercado Livre, e logo em seguida a venda acontece, o pagamento acontece pelo próprio Mercado Livre, através do Mercado Pago.

Quando essa etapa acaba, o anunciante pode ganhar uma classificação, criando assim uma reputação para o vendedor, incluindo cores como “verde”: onde os pedidos precisam ter 3% de reclamação e não demorar na entrega, ou cancelar com muita frequência, “amarela”: onde os pedidos podem ter até 7% de reclamações, assim como o cancelamento de vendas, e “laranja”: onde pedido tem no máximo 12% de reclamação e 10% de cancelamento.

Esse processo de cores pode acontecer a partir de dez vendas e é uma das várias dicas para usar o Mercado Livre.

É importante ficar de olho em concorrentes. No Mercado Livre, terá outras pessoas vendendo o mesmo produto que o seu. Investir na descrição do produto é uma grande ajuda, afinal, o comprador ganhará tempo coletando informações rapidamente sobre o que está interessado, ao contrário de encher o vendedor de perguntas e perder tempo – não que isso seja ruim.

Conversar, explicar e tirar dúvidas é sempre bom para os dois lados. Encher a descrição de detalhes significa acrescentar um título, um subtítulo, fotos e até mesmo vídeos, de preferência com uma boa qualidade para não afastar ninguém.

Uma boa qualidade dá mais chances para que o cliente compre com segurança, tendo a certeza de que receberá o produto como pensou, com o tamanho certo como imaginou, por exemplo.

Em algum momento, o cliente vai desejar, sim, se comunicar com o comprador, porque dúvidas surgirão sempre, então, responder aos questionamentos é, sem dúvidas, algo que não pode deixar de ser feito. O Mercado Livre é uma plataforma que permite de forma simples e rápida uma conversa através de perguntas e respostas.

Ser simpático

Ser simpático sempre é fundamental quanto a isso, além de evitar a demora e estar sempre pronto para explicar e responder qualquer dúvida, dessa forma, a reputação do vendedor poderá ganhar muitos pontos – ou perder muitos pontos, caso o serviço prestado não seja um dos melhores.

A verdade é que o Mercado Livre oferece facilidade, segurança, qualidade, e para que isso saia da teoria para a prática, o comprador precisará se esforçar para saber lidar com problemas que aparecerão de maneira inevitável.

E isso já deixa uma coisa clara: agir nesse tipo de situação não é difícil. Não há nada que não possa ser resolvido com experiências e com o apoio do Mercado Livre.

A plataforma consente a venda de vários produtos e até mesmo serviços. A melhor parte desse investimento é que, pode acontecer de forma paga ou gratuita, oferecendo todos os tipos de pagamento, seja ele através de boletos bancários ou parcelas.

Muitos podem estar se perguntando quais são os produtos mais vendidos no Mercado Pago, e aqui estão eles: celulares, mostrando que todos somos muitos dependentes do aparelho, ficando em primeiro lugar nos “mais buscados”, junto com capas e suportes, oferecendo um preço barato e segurança para smartphones e tablets.

Calçados e roupas também estão inclusos nas buscas, tornando o processo muito mais prático, apenas escolhendo e comprando, excluindo a parte de experimentar. É algo que não sai de moda, além de ser uma questão de necessidade, seja com roupas personalizadas, simples ou até mesmo usadas.

Fones de ouvido atraem a atenção de atletas, câmeras fotográficas atraem lucros com fotografias profissionais. A era é tecnológica e possivelmente esse seja o momento perfeito para investir em produtos eletrônicos por um preço aceitável.

Certos modelos são vendidos através de preços absurdos e o Mercado Pago pode oferecer o mesmo produto por um preço acessível, dando a chance de o vendedor fidelizar clientes. No tempo em que estamos vivendo, o home office se tornou viral e por isso, a busca por computadores cresceu, assim como webcams e principalmente HDs para armazenar dados importantes.

Copywriting

É sabido que, para vender, é preciso ser bom de lábia, mas, como estamos na era digital, agora, o que importa é a escrita. É aí que entra o Copywriting, uma forma de convencer o seu público a seguir o que você deseja – seja visitar o seu site ou, principalmente, comprar o seu produto.

Ainda que o Copywriting seja uma técnica antiga, é bastante usada hoje em dia. Além de ser popular, dá muito certo. Ela engaja os clientes e consegue visitantes e mais visualizações do que o normal, sendo interessante aos olhos de todos.

Mas, afinal, o que é o Copywriting? Pois bem. O Copywriting é mais do que escrever um texto. Esse é um processo com um vínculo não só com a boa escrita, mas com necessidades. Com essa tática, é necessário apresentar o produto, mostrar o que é perfeito para o comprador.

É preciso mostrar tudo o que ele precisa saber para enfim decidir comprar o seu negócio. Além disso, fica mais fácil para o verdadeiro Copywriting decidir o seu próprio público, sendo mais fácil, da mesma forma, atrai-lo para a compra.

Nem tudo são flores, porém. No Mercado Livre, por exemplo, existe sempre aquele problema para gerar dor de cabeça, por isso, foi separado algumas dicas para quem quer comprar pela primeira vez no site.

Dica número um: Conversar com quem já comprou no Mercado Livre. As pessoas que já usaram o site têm mais experiências e podem ensinar alguma coisa, além disso, eles levam segurança, confiança e ótimas dicas.

Dica número dois: Não deixe de tirar todas as suas dúvidas antes de comprar qualquer produto. Ao longo do caminho, ambiguidades sempre irão surgir, e por isso, o vendedor está sempre lá para falar com você. Às vezes, o comprador quer saber mais sobre o produto, se ele está com uma boa qualidade, por exemplo.

A negociação precisa ser fechada sem problemas no meio. Lembre-se que, quanto mais dúvidas você tirar, menos problemas você terá na hora da compra.

Dica número três: Não esquecer de ver a qualificação do vendedor, pois é dessa forma que o comprador irá se certificar de não levará nenhum golpe. É sempre bom, também, ler comentários de outros clientes.

Dica número quatro: Ler todo o anúncio, porque é lá onde o vendedor colocou todas as informações que você quer saber. Detalhes como qualidade, tempo de uso, se o produto é novo. É na descrição onde você achará o que procura.

Dica número cinco: Pesquisar mais é sempre bom, ainda que seja cansativo passar horas olhando a busca. A questão é que, procurar com atenção é sempre a melhor escolha. Vai que o comprador acaba deixando de comprar algo melhor?

No Mercado Livre, há um espaço para achar os melhores vendedores com as melhores avaliações, com os melhores preços.

Dica número seis: Procure saber se as fotos do produto são reais. Alguns vendedores acabam colocando imagens ilustrativas, o que significa que o vendedor, provavelmente, não é tão confiável assim. O comprador precisa ver o produto, e saber qual é a sua verdadeira aparência.

Dica número sete: Às vezes, o preço é alto demais, mas isso não significa que o produto seja o melhor do site. O bom do Mercado Livre é que os preços são acessíveis, especialmente quando o produto é o melhor.

É nesse tipo de situação que achamos vendedores nada confiáveis, onde só querem lucro. Fique atento à descrição.

Dica número oito: O Frete pode ou não estar incluso, e isso vai depender do vendedor. Ele pode vender o produto por um preço já com o frete incluso, ou incluir depois, caso precise enviar para outro estado ou cidade, fazendo assim, a venda aumentar o preço.

Mas isso não é um problema. É sempre bom verificar o site dos correios e ter a certeza do valor do frete, de acordo com o tamanho ou o peso do produto. Pagar mais caro por um produto, às vezes, não vale a pena.

Dica número nove: Compre. Depois de verificar se está tudo certo com o produto e com o vendedor, é hora de comprar, mas claro, depois de confirmar se quem vende trabalha também com o Mercado Pago, pois é através dele que o dinheiro irá circular.

Conversar com o vendedor antes do negócio final pode gerar algum lucro para o comprador, pois às vezes, o vendedor se torna flexível para dar descontos. Mais uma coisa: fique atento caso o vendedor não trabalhe com o Mercado Pago.

Esse é simplesmente um dos sistemas mais seguros em compras, e caso algo acabe dando errado, é ele quem vai poder ajudar a reverter a situação.

Dica número dez: Verifique o termômetro do vendedor. Como já foi dito, as cores mostram a qualificação de quem está vendendo o produto. Verde é bom, ao contrário do cinza, que mostra como a pessoa não é nada confiável e fez pouquíssimas vendas.

Dica número dez: Medalhas. Elas indicam que o vendedor é um – ou até mesmo o – melhor. É aquele que já alcançou um grande nível de vendas e recebeu muitas avaliações positivas. Pode confiar nele de olhos fechados.

Mais 10 dicas extras sobre Mercado Livre

Dica número onze: Você pode avaliar o vendedor e ajudá-lo com outras vendas, assim como recomendar para outros compradores, evitando a preocupação de todos os interessados.

Dica número onze: Não é só o comprador que passa por problemas, quem vende também deve ficar ligado com algumas dicas, como reler o anúncio para ver se está tudo correto, sem erros de ortografia ou informações que considere falsas.

Dica número doze: Uma das dicas mais importantes – saber se o produto acompanha garantia. Ninguém quer comprar alguma coisa e não poder fazer nada caso ele mostre algum defeito, certo? O vendedor precisa oferecer segurança antes de qualquer coisa.

Dica número treze: Mesmo depois de ler o anúncio, conversar com o vendedor é essencial. Saber se o produto ainda está disponível, se há algum defeito – como arranhões – e tirar qualquer tipo de dúvida, e não só isso, mas combinar a entrega mais eficaz e confortável para você ou para os dois. Caso a entrega seja feita pessoalmente, escolha lugares movimentados, como um shopping.

Dica número quatorze: O Mercado Pago já foi comprovado que é uma das plataformas mais seguras para vendas.

Até que o comprador receba o seu produto e confirme que não há problema, o dinheiro fica protegido, caso o produto tenha que ser devolvido ou até mesmo haja uma desistência da compra. A questão é que o Mercado Pago não entrega o dinheiro ao vendedor até que tudo esteja certo entre as duas pessoas envolvidas.

Dica número quinze: O Mercado Livre dá espaço para reclamações. Para quem tenha tido problemas seja com a venda ou com o próprio vendedor, a plataforma permite comentários para que o problema seja resolvido.

Dica número dezesseis: Não é só o cliente que passa por dificuldades. Completar toda a informação é um passo importante. O anúncio precisa estar com nome, marca, modelo correto, e todas as características necessárias para uma boa venda.

Dica dezessete: Pesquisa é só mais uma das etapas que precisam acontecer. Antes da venda, procurar sobre o mesmo produto em outros sites ajuda o vendedor a vender melhor. Como? Comparando preços e definindo um preço justo.

Dica dezoito: O Mercado Livre não cobra para que o vendedor anuncie o seu produto. Não há custo antes ou depois da venda. Há, porém, as opções Clássico e Premium, que é cobrada, claro, uma tarifa, para quem quer atingir mais clientes.

Após todas essas dicas, deixar de pesquisar e usar o Mercado Livre não é mais uma questão de opção, mas de necessidade. Em meio à pandemia, é o momento certo para fazer compras online, sem precisar sair de casa.

Além disso, o Mercado Livre traz segurança, – o que já foi comprado muitas vezes – diferentes de inúmeros sites online. Sabe o melhor de tudo? É que dá para navegar pelo Mercado Livre não só pelo site, mas pelo aplicativo também, da mesma forma simples, rápida e segura como se estivesse acessando pelo navegador. Com todas essas informações, não é necessário dizer, mas o Mercado Livre vale a pena.

O ML vem se tornando uma grande tendência para os brasileiros também como uma oportunidade de dinheiro extra. Você pode vender tudo o que não quer mais e receber um bom valor para isso. São várias categorias para anunciar. 

E então, quer saber mais sobre as análises do Flame Content? Nosso site está recheado de artigos para que você consiga aprender o máximo possível sobre as lojas online. 

VEJA TAMBÉM: Webmotors é confiável? Como negociar veículos online?

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -