HomeTelefonia & ComunicaçõesGalaxy A30: Confira review e celulares semelhantes

Galaxy A30: Confira review e celulares semelhantes

-

Lançado pela Samsung em 2019, o Galaxy A30 é um dos smartphones da marca que se encaixa na categoria de intermediários. Quando foi lançado se tornou um dos candidatos favoritos a competir com outros modelos bem populares de mesma categoria, como é o caso de alguns modelos da Motorola.

Por ter uma ficha técnica também mediana, não possui características e nem desempenho excepcionais, mas é um ótimo aparelho e com custo benefício bastante atrativo para quem quer um aparelho que rode os aplicativos essenciais no dia a dia, que tenha uma boa câmera e um preço razoável. Além disso, consegue entregar o que se pede atualmente em um bom smartphone.

Tela, bateria e câmera com qualidades intermediárias, o Galaxy A30 tem esses três itens como principais pilares do seu desenvolvimento. Também possui outras características que são considerados um grande diferencial, como é o caso da proteção contra líquidos, que faz parte das características da linha A, que também é responsável por encarecer o preço do celular. Para ver uma análise completa e um review com detalhes, continue lendo.

Sobre o desenvolvimento do Galaxy A30

O smartphone de linha intermediária da Samsung foi desenvolvido para ser lançado em 2019, e tinha como principal intuito atender bem aos usuários de necessidades básicas, assim como todos os modelos da marca. Usuários que gostam de jogos medianos, que não exigem muito de qualidade gráfica, ficarão satisfeitos com o modelo criado.

Com 4 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento, o Galaxy A30 pode ser o modelo ideal para suprir necessidades e rodar os aplicativos mais usados. Por ser intermediário ele se mostrou um celular bem rápido, e isso se dá graças ao chip presente em sua construção, que é o Exynos 7904 Octacore.

- Continua Depois da Publicidade -

Tanto a versão do Galaxy A30, quanto o A30s possuem o mesmo modelo de hardware, mas a segunda opção é levemente mais lenta que a primeira. A qualidade da tela também é um ponto positivo, já que possui a Super Amoled com 6,4 polegadas, mas baixou um pouco a resolução em comparação com outros modelos da mesma categoria da marca.

Outro ponto importante de ressaltar sobre o modelo é que o leitor de impressões digitais voltou a ficar sob a tela, deixando a parte traseira do celular. Essa mudança agradou alguns usuários, mas a mudança também deixou o smartphone um pouco mais lento, somente no modelo A30s onde a mudança aconteceu.

É válido dizer, que este não é um aparelho voltado para quem gosta de ouvir música pelo próprio autofalante, já que ele não é tão potente. Por ser um aparelho de categoria intermediária, os fones que vem junto com ele são bem básicos, então para ter uma qualidade de som melhor, é necessário conectar uma caixa de boa qualidade através do Bluetooth ou com outro fone de mais potência.

Galaxy A30

Design

A Samsung não elaborou muito neste modelo, inclusive ele é bem parecido com o modelo A20, e ambos são encontrados e estão disponíveis na cor cinza escuro, quase preto. Porém, o Galaxy A30 também pode ser encontrado em outras opções de cores como o azul e o branco.

Quando comparado com o modelo M30, a versão Galaxy tem uma grande diferença na câmera traseira, que nesse caso tem uma câmera a menos. Em torno disso, a estrutura do aparelho, é toda feita em plástico, e tem um acabamento bem brilhante o que pode ser fácil de riscar quando não se toma os cuidados necessários, daí a importância fundamental de aderir ao uso das capinhas.

É um celular considerado grande, já que a tela possui 6,4 polegadas, mas possui as bordas bem finas devido ao entalhe que fica localizado na parte superior do aparelho. A parte da biometria que antes fica na parte dianteira no modelo A30s e na parte traseira do Galaxy A30, se tornou um tanto quanto desconfortável de ser usado, pois fica localizado em um lugar muito a cima do que a mão alcança em posição comum, sendo assim, é preciso movimentar a mão de lugar para acertar o local da leitura corretamente, mas é feita de forma bem rápida.

A construção do aparelho não foge muito dos materiais tradicionais em vidro e metal, e assim como em toda a linha A da marca, o plástico. O material que tem aspecto que reflete e se assemelha muito visualmente ao vidro, deixa até o aspecto do celular mais elegante, o que chama bastante atenção.

- Continua Depois da Publicidade -

Quando comparado a outros modelos intermediários que possuem as mesmas características, como é o caso do Moto G7 Plus, mas que nesse caso tem vidro em seu design, a aparência visualmente não muda muito para o plástico que acaba sendo mais barato, assim como eram feitos os aparelhos antigamente.

Qualidade da tela e do som

A parte da frente do smartphone é totalmente construída com a tecnologia da tela Super Amoled, que consegue garantir uma boa qualidade, níveis de brilho excelentes e cores muito vibrantes independente de qual seja o ângulo observado, o que torna essa visão um tanto quanto superior do que os concorrentes em que são feitos de LCD.

A qualidade da tela é bem parecida com a do modelo M30, mas é superior aos modelos mais básicos da Samsung que possuem tecnologia LCD que é considerada mais simples. Uma das principais vantagens dessa tecnologia da Amoled, é que as cores podem ser calibradas para ficarem o mais próximo possível da ideal, o que garante uma cor branca com menos tom de azul.

A tela acaba dando uma cara mais glamurosa para o aparelho que não custa tanto. Apesar das bordas finas que é uma tendência e o notch que já existe em diversos outros modelos de celulares. Nenhum desses itens é novidade e acaba sendo esperado em novos lançamentos. A marca sul-coreana gosta de manter as características que fazem sucesso em seus aparelhos, e por isso continua sempre investindo nas mesmas tecnologias e se isso barateia a produção melhor ainda.

Com o Galaxy A30, a resolução da tela para Full HD melhorou com a tecnologia da tela em Amoled, e agora é possível customizar o visual da forma que desejar para melhorar a visualização. Essa tecnologia possibilita que a versão se compare até mesmo com modelos mais caros.

No que diz respeito a qualidade do som do Galaxy A30, não houve evolução e a qualidade deixa um pouco a desejar. O autofalante externo tem as características identificas ao do modelo A20, com som mono que é mais estridente, e assim, os agudos ficam bem ruim de ouvir em volumes muito altos, e embora o som forçado dê uma impressão de potência alta, os detalhes do áudio ficam meio distorcidos.

O Galaxy A30 vem com alguns acessórios e entre eles o fone de ouvido, que não melhora em nada a qualidade do som do modelo. Ele vem com uma opção bem barata da marca, e por isso, fica bem claro que a linha intermediária foi desenvolvida e construída com intenção de cortar custos mesmo. A Samsung decidiu lançar a linha para dar mais opções ao usuário, mas não investiu na qualidade do som do aparelho.

fone de baixa qualidade

Desempenho do Galaxy A30

- Continua Depois da Publicidade -

Os aparelhos Galaxy A30 e o M30 são bem semelhantes em questão de desempenho, já quer o hardware dos dois modelos é bem parecido. A plataforma de processador Exynos 7904 que tem processamento em octacore junto com a memória RAM de 4 GB, oferece a rodagem esperada para a categoria. Embora o desempenho no modelo A30s deixe um pouco a desejar. E comparado com a versão anterior o A20, o desempenho é um pouco mais rápido.

A quantidade de memória RAM disponibilizada nesse modelo varia na velocidade de acordo com a quantidade de aplicativos que estiverem abertos no aparelho ao mesmo tempo. Em alguns testes realizados, ele conseguiu suprir o esperado, marcando uma pontuação bem próxima de outros modelos mais avançados da marca.

Para usuários que gostam de jogar, o Galaxy A30 se mostrou bem razoável e não chega a ser um modelo espetacular não. A grande maioria dos títulos até roda sem grandes problemas no aparelho, mas em jogos mais exigentes de desempenho, a fluidez pode ficar comprometida, principalmente se for comparado com outros aparelhos de categorias mais elevadas.

Características de Hardware e Software

A Galaxy A30 vem com características intermediárias de Software e hardware, o que faz jus a sua categoria no mercado. Com 64 GB de espaço de armazenamento, ele acaba entregando uma boa qualidade de rodagem, principalmente por se encaixar entre os intermediários e custar o valor que ele custa. O processador é desenvolvido pela marca, o que deixa a produção barata, e embora não garanta uma qualidade excepcional, também não é de todo fraca, fica bem próximo dos que são vistos em aparelhos como o Moto G7 Power, que tem o Snapdragon 632 como processador, que possui uma qualidade intermediária.

O que talvez possa ter sido a grande gafe da Samsung, foi do plástico usado como material na construção do celular, que não consegue dissipar o calor igual o vidro faz. Sendo assim, durante um jogo um pouco mais pesado, ou do uso do aparelho para qualquer fim que exija um pouco mais de desempenho, o usuário vai sentir o smartphone esquentando, e isso pode incomodar um pouco.

Outros pontos importantes que precisam ser levantados ao avaliar o desempenho do Galaxy A30, são sobre o uso dos aplicativos voltados para identificar o processador. Em outras versões da marca, como é o caso do Galaxy A7, o CPU-Z e a AINDA64 tiveram resultados diferentes para o processador desse modelo, o 7885. Que mostra que em relação ao A7, tem 15% menos de desempenho, mesmo que ambos tenham o mesmo processador.

De uma maneira geral, o Hardware dessa versão é mediano e não possui grandes destaques, inclusive não possui nada de novo, mas para ser comprado com um ou dois anos do seu lançamento já pode ser considerado ultrapassado. Em contrapartida, possui o Android 9, que era a versão mais atual de 2019 no seu lançamento, o que nesse caso garante a interface atualizada.

Galaxy A30

Bateria

Dentro das características do Galaxy A30, a bateria possui carga total de 4000 mAh, e consegue segurar bem durante todo o dia dependendo da necessidade de uso. Em comparação com o A50, por exemplo, que possui a mesma quantidade de carga, mas em suas características tem um chip mais potente, a bateria descarrega mais rápido. O modelo A30 leva vantagem nesse caso, já que precisa de bem menos tempo para carregar de 0 a 100% de bateria, no total de 1h e 45 minutos. O carregador vem de fábrica com 15 watts de potência.

Qualidade das câmeras do Galaxy A30

A câmera têm sido um dos principais pontos a serem observados em smartphones quando são comparados e escolhidos. No caso do modelo do Galaxy A30, existem algumas surpresas positivas nas câmeras. Começando pela frontal, que em suas características possui 16 megapixels, consegue entregar resultados mais naturais, sem aquele esmaecimento que as câmeras frontais da Samsung costumam oferecer, como se tivesse com muita maquiagem depois que a foto é processada.

Essa característica deixa a foto mais natural, uma característica que não existe em outros modelos da marca que foram lançados no mesmo ano. Já ao analisar a câmera frontal em fotos noturnas, o chiado pode ser algo que incomode algumas pessoas, sem contar que a iluminação pode deixar um pouco a desejar também se não houver luz o suficiente no ambiente.

Para fotos que são tiradas durante o dia com exposição de luz bem alta e até mesmo contra a luz, o que normalmente faz as fotos ficarem estouradas, nesse caso com o A30 isso não acontece, já que a resolução consegue segurar parte da iluminação, e pela luz as qualidades da foto são ainda melhores.

Já as câmeras traseiras são divididas em 2 sensores diferentes, um deles possui resolução de 16 megapixels, ultrawide de f/1.7 de abertura e outra com 5 megapixels de abertura com f/2.2, enquanto que o segundo sensor traz funções diferentes e bem particulares que são úteis, porém todos inúteis em ambientes mais escuros. O que é algo comum de encontrar em aparelhos de categoria intermediária ou que sejam muito baratos.

Os usuários que não possuem muita exigência com câmeras podem usufruir do Galaxy A30 sem medo. Além disso, as lentes não prometem grandes surpresas com efeitos em softwares, mas também não limita os rostos ou objetos em configurações como o modo retrato.

É possível observar que o sensor principal possui um otimizador de cenas em suas configurações, o modo One UI, que consegue melhorar o ISO e as cores da imagem de acordo com o que estiver sendo reconhecido pela própria câmera. Para vídeos, o celular Galaxy A30 é um pouco mais atrasado. A resolução máxima é o Full HD, e por não ter muita estabilidade nas câmeras não entrega uma boa qualidade.

Galaxy

Prós e contras do modelo Galaxy A30

Em um breve resumo com todas as qualidades do modelo da Samsung, o Galaxy A30, é possível avaliar os prós e contras do aparelho, e se ele vale mesmo a pena ou não. Mesmo depois de alguns anos do seu lançamento, ele ainda é uma opção válida de aparelhos intermediários e pode ser considerado caso as necessidades do usuário não sejam tantas ou que não exijam tanto desempenho. Acompanhe.

Prós

Existem muitos pontos positivos no modelo intermediário da Samsung, no modelo Galaxy A30, existem características que são muito positivas mas vai depender do uso do aparelho, como por exemplo:

1.      Bateria

O Galaxy A30 oferece ao usuário uma bateria com 4000 mAh, que de acordo com a fabricante pode aguentar até 14 horas de duração, usando a internet estando conectado pela rede móvel.

2.      Características intermediárias

Mesmo por ser um smartphone mediano, suas características intermediárias não deixam a desejar em relação ao processador octacore, e a memória RAM de 4 GB. Para o valor encontrado no mercado e a categoria, o Galaxy A30 entrega um bom desempenho então dependendo da necessidade pode ser uma excelente opção e com ótimo custo benefício.

3.      Tela

Além de todas as outras características, a tela também pode ser considerada um pró já que tem qualidade melhorada em relação a outros modelos da mesma categoria. O notch que já é uma característica comum de outros smartphones, no A30 é feito em forma de gota, em um display de 6,4 polegadas. Quase não se vê bordas na tela, o que torna parte frontal do celular muito minimalista e atrativa para quem gosta do estilo. A resolução chega aos 2340 x 1080 pixels em Full HD+.

Contras

Já os pontos negativos do modelo estão relacionados com as tecnologias de aproximação o que impede o funcionamento de alguns aplicativos importantes e até parte do sistema operacional do Android e a parte de estabilidade das câmeras, que mais especificamente são:

1.      Estabilidade ótica

Esse é um recurso que falta nas câmeras. Essa estabilização é o que faz com que as fotos não saiam tremidas. No Galaxy A30 ele não está presente e por isso, é possível que as fotos saiam levemente borradas dependendo de como elas forem tiradas, principalmente em movimento. Outros modelos intermediários como o próprio Moto G7 Plus possui o recurso e isso faz uma grande diferença.

2.      Não possui NFC

Essa tecnologia que também está ausente no modelo da Samsung, facilita e permite a interação com outros equipamentos através da interação. Sendo assim, alguns recursos como o Samsung Pay e outros recursos de aproximação não funcionam. Outros modelos intermediários de mesma categoria que possuem o recurso são o Galaxy A8 2018 e o J5 Pro.

smartphone Samsung

Galaxy A30 – Custo benefício

De acordo com as especificações presente no Galaxy A30 e o preço que ele é vendido no mercado dentro da categoria mediana, o custo benefício pode agradar os usuários. Mesmo tendo mais de um ano no mercado, o aparelho conta com especificações que entregam o que prometem. Sendo assim, mesmo não sendo um aparelho para quem precisa de muito desempenho ou para quem gosta de jogar jogos mais pesados, ele entrega uma boa rodagem para atividades comuns e cotidianas.

Mas assim como outros smartphones, é sempre importante levar em consideração as necessidades na hora de fazer a escolha para comprar um novo celular, principalmente se tiver escolhendo pela faixa de preço. Outros aparelhos como o Redmi Note 8 por exemplo, tem quase o mesmo valor e entrega algumas qualidades melhores, tendo um custo benefício bem parecido e nesse caso então vai depender da preferência.

Vale a pena comprar o Galaxy A30?

Depois de análises é possível concluir que o modelo da Samsung não possui defeitos graves.  Tudo vai depender do tipo de uso que o usuário precisa. O celular decepciona um pouco para fotos noturnas, então para uma pessoa que sai muito a noite por exemplo e gosta de fotografar, não vai atender a sua demanda.

Além disso, é um aparelho que agrada de uma forma geral, já que ele é bem eficiente para atividades comuns, acessar aplicativos leves e entrar nas redes sociais. Tem uma duração de bateria ótima o que é um grande ponto positivo para quem trabalha fora e precisa usar o celular no trabalho.

O Galaxy A30 pode ser uma boa escolha mediana e uma boa opção para quem quer economizar. A qualidade do desempenho varia de acordo com a quantidade de aplicativos abertos ao mesmo tempo, e as fotos de acordo com a luminosidade do ambiente, assim como em qualquer outro modelo de smartphone de categoria intermediária, então nesse aspecto, não impressiona.

O que não é um grande problema, principalmente pelo preço pelo qual ele foi lançado. Suas características são consistentes com o que é encontrado no mercado pelo preço e principalmente por ele ser um celular da fabricação barata. A Samsung conseguiu economizar bastante na sua produção, reduzindo materiais caros da produção.

Em resumo, é um aparelho razoável, com características medianas que vai atender um público mais específico de necessidades mais básicas. Embora foi citado alguns outros modelos que podem ser comparados, ele já teve uma defasagem no seu preço, o que é bom por um lado, porque torna as características mais vantajosas, mas por outro também implica na aceitação do modelo no mercado. Para saber se vale a pena ou não investir nesse aparelho, deve-se ponderar o uso dele.

 

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -