HomeEducaçãoEstante Virtual: Livros usados e sebo

Estante Virtual: Livros usados e sebo

-

A Estante Virtual foi criada no ano de 2005 e acabou dando tão certo que atualmente conta com mais de 10 mil livros sendo vendidos por dia. É possível que sebos criem um cadastro na plataforma e, assim sendo, paguem um valor mensal para vender as obras e também que pessoas de todo o Brasil comprem livros usados. 

No ano de 2019, já eram mais de 2,5 mil vendedores espalhados em todo o Brasil e a Estante Virtual se orgulha por um simples motivo: chegam a mais de 1 milhão de obras vendidas. 

No site, é possível encontrar alternativas que vão desde a literatura clássica até as modernas. São opções para todos os gostos como infanto juvenil como A Maldição do Tigre e até mesmo literatura brasileira como Dom Casmurro. 

A questão levantada por alguns leitores é se realmente vale a pena e se é seguro. Neste artigo, iremos abordar um pouco mais sobre isso e, claro, entrevistar algumas pessoas que já compraram no site para compartilhar mais sobre as experiências. 

Estante virtual livros usados e sebo

Neste artigo, separamos algumas recomendações de livros e sebos para que os internautas consigam comprar com segurança e tenham uma ótima leitura. Portanto, se quiser saber mais sobre o que separamos, basta continuar a leitura conosco. 

Dom Casmurro

- Continua Depois da Publicidade -

“Eu fui na livraria e comecei a pedir o livro da Capitu, a moça me disse que o nome estava errado, que era Dom Casmurro!”

A obra foi escrita por Machado de Assis e é permeada de polêmicas. Fala a história de Bentinho (Dom Casmurro) que se casou com sua amiga de infância, a Capitu, também conhecida como dissimulada e olhos de cigana. Mais tarde, o mesmo começa a enlouquecer com a possibilidade de que está sendo traído pela esposa e o melhor amigo: começa a ver as imagens do amigo Escobar no rosto de seu próprio filho. 

Muito se discute se houve, ou não, a traição. No entanto, o maior argumento para comprar que à semelhança da criação com Escobar é que, em um dos capítulos, Bentinho vai até a casa de Capitu e conversa com o pai de Sancha, que diz que Capitu era muito parecida com a mãe de Sancha, apesar de não serem parentes. O capítulo, apesar de parecer um dos mais “banais da obra”, não está ali apenas por estar. 

O argumento daqueles que falam que a moça traiu o marido é em relação ao filho que tem semelhanças com o amigo do casal, que se casou mais tarde com Sancha. 

Leia também: Saraiva: peça seu cartão e encontre os melhores livros

Madame Bovary

A primeira publicação de Madame Bovary foi no dia 15 de dezembro de 1856. A obra narra a história de Emma que se casou com um médico sem graça e que não sabia trazer à tona o romantismo que ela esperava que fosse o casamento: os seus livros diziam algo completamente diferente e ela viu que a realidade não era o que esperava. 

O livro foi escrito como uma transição entre o romantismo e o realismo. Mas, o que isso quer dizer? Que envolve uma crítica à sociedade em relação à forma como a mulher era tratada na realidade dentro do casamento – como uma empregada, que deveria sempre estar dentro de casa – e o que os livros diziam sobre os príncipes encantados e o amor pleno, felicidade em todos os momentos e intensidade. 

Não tardou para que Emma caísse em depressão profunda. Começou a gastar muito em novas roupas, nova decoração. Em certo dia, descobriu que estava grávida do marido e ficou triste por saber que seria uma menina e que a menina não poderia ser livre, estaria presa em um casamento como a mãe. Nesse mesmo tempo, começou a se envolver com outros homens e trair o esposo: sentia emoção e adrenalina. No entanto, ao final da obra, tudo parece que está prestes a ser descoberto: as dívidas que iriam tomar a casa da família e o marido ainda não sabia, a traição e a sua depressão e tristeza. Tudo isso serviu de gatilho para que ela se suicidasse. 

Vermelho e o Negro

- Continua Depois da Publicidade -

Essa foi uma obra criada por Stendhal em novembro de 1830. Ela se trata de Julian, um jovem que tinha esperança em aumentar de cargo e sair da pobreza e família violenta. Nestas de suas tentativas, conheceu um homem e sua família – iria trabalhar com eles e tentaria lecionar para os filhos do casal. No entanto, ele acaba se envolvendo com a mãe das crianças e ambos possuem um caso escondido. Ela se apaixona como nunca antes e diz que quer fugir com ele e as crianças, mas não pode fazer isso. 

Julien, atordoado com a situação e com medo de ser descoberto, acaba fugindo. Logo depois, o mesmo acaba se envolvendo com a filha de aristocráticos, a quem engravida. A trama ocorre entre os três, para saber com qual das duas o jovem pretende ficar e lutar. 

Decide ficar, por fim, com a aristocracia. No entanto, começa a ficar louco: quer ficar com a Sra de Rênal, com quem teve o primeiro caso, mas não pode. Ela é casada e está prestes a ter um filho. É então que decide matar como uma forma de tirar dos pensamentos. Foi preso e julgado publicamente, onde teve a cabeça cortada na frente de ambas. 

A obra trabalha a intensidade e o romance. Características bastante presentes durante o romantismo no século XIX. 

Leia também: Elo7: não abra sua loja antes de entender isso

Amor Líquido: sobre a fragilidade dos laços humanos

O autor desse livro é Bauman, que o lançou no dia 21 de abril de 2003. Existe há praticamente duas décadas e vem servindo como uma fonte de crítica para os relacionamentos atuais: tudo é muito frágil e serve como uma razão para terminar, acabar. 

  • Em um dos momentos da leitura, o mesmo se questiona sobre o que faríamos se fôssemos um marinheiro e uma peça do barco ou navio quebrasse: iríamos tentar perder tempo consertando ou iremos em busca de uma nova? Neste caso, a maioria das pessoas tentaria ir em busca de uma peça nova e jogaria aquela com problemas fora. 
  • Para Bauman, é isso que costumamos fazer atualmente: jogar fora o que tem que ser arrumado para não perder tempo justamente porque existem “outras opções mais modernas no mercado e que são ainda melhores”. 

O tema do livro é muito mais que filosófico e ainda pode servir como uma crítica ao nosso sistema atual de relação com outros seres humanos. 

Mais sobre a compra -Estante virtual livros usados e sebo

Agora, iremos dar algumas dicas sobre como comprar, como ocorre o reembolso do dinheiro e outros aspectos como o cancelamento e análise de histórico dos clientes. 

Sebo

- Continua Depois da Publicidade -

O sebo em si é o livreiro, ou seja, a pessoa ou loja que está realizando a venda de determinado livro. Atualmente, são mais de 2,5 mil deles dentro do portal. 

  • Antes de comprar, é mais que necessário analisar a reputação do sebo na Estante Virtual. Saiba se entregam em dia, quanto tempo demoram, quais são as classificações e até mesmo o histórico de vendas nos últimos meses. 
  • O indicado é comprar somente daqueles que possuem uma boa reputação, mesmo que se tenha que pagar um pouco mais na obra, por exemplo. 

Site Estante virtual livros usados e sebo

Para acessar o site da Estante Virtual, basta acessar o site .

Depois disso, se preferir, pode analisar o histórico de compras, gastos com a Estante Virtual e também fazer alterações no seu perfil como endereço e principais formas de pagamento. 

Vale a pena ressaltar também que na aba do menu, é possível definir quais são as categorias de livros que deseja encontrar e até mesmo pesquisar pelo nome dele, aplicar filtros e muito mais. Isso garante mais praticidade no momento de encontrar a obra desejada. 

Vale ressaltar, entretanto, que ao optar pela categoria para procurar obras, o portal da Estante Virtual irá recomendar as obras mais pesquisadas sobre determinado assunto.

Login

Para fazer o login, basta ir na página inicial e clicar em LOGIN na aba de menu. Depois disso, será necessário que você informe uma forma de pagamento, um e-mail e também um nome. O CPF, Cadastro de Pessoa Física, também é essencial estar sendo usado corretamente porque é ele que vai garantir o reembolso caso tenha algum problema com a compra. 

Depois de criar o seu cadastro e ir na mesma aba citada anteriormente, o usuário pode ter acesso a todo o seu histórico de compras desde que criou a conta, saber quando os produtos chegaram, quanto pagaram e muitos outros aspectos, tudo de forma centralizada. 

Também existe a alternativa de baixar o aplicativo na Play Store. No entanto, ele pode acabar ocupando mais espaço no celular. Então, o indicado, para quem deseja ainda mais praticidade, seria usar a Estante Virtual no próprio site online. 

Compras Estante virtual livros usados e sebo

As compras no Estante Virtual possuem até 72 horas para serem postadas e, além disso, é possível realizar o pagamento de inúmeras formas diferentes, como é o caso de boleto, cartão de crédito ou débito. 

Diferente do Mercado Livre, que o vendedor tem  o dinheiro somente depois que o cliente aprovar o produto, na Estante Virtual os sebos recebem o valor direto, sem passar por uma análise dos clientes antes. Então, são os livreiros que devem fazer o reembolso do valor e não a Estante Virtual em si. 

Por isso, o mais indicado é usar o cartão de crédito porque é possível argumentar que foi golpe e que não recebeu o produto, tendo assim o dinheiro de volta. 

Entrega

O vendedor tem até 72 horas para levar o produto aos Correios  e postar. Caso contrário, a compra pode ser cancelada e todo o dinheiro é devolvido. Vale ressaltar que esse prazo começa somente depois que o pagamento ser efetuado. Se emitir um boleto, tem dois dias para que seja pago e, se não o for, terá na sua aba de histórico “não efetuado”, assim como na imagem logo abaixo. 

estante virtual

Reclame aqui

No Reclame Aqui, a Estante Virtual está entre as mil empresas mais bem classificadas em todo o Brasil, sem contar ainda que possuem a nota de atendimento ótimo 8,3 de 10 pontos. Ao todo, foram cerca de 832 reclamações nos últimos seis meses e todas elas foram 100% respondidas. Além disso, outro ponto positivo é que 90,8% delas foram solucionadas e os clientes continuaram negociando. Ao todo, cerca de 18% de todas as reclamações foram ocasionadas pelo atraso na postagem do livro. 

“O que pode acontecer é o livreiro ou sebo entregar atrasado. Em alguns casos, eles possuem lojas físicas também e possuem o livro lá e também na Estante Virtual. Alguns não são tão profissionais e, quando vendem na loja física, esquecem de tirar do acervo online. Resultado: quando compramos, eles não possuem mais a obra e a compra é cancelada. Por isso, sempre que eu vou comprar, analiso todo o histórico daquele sebo para ter certeza que não vou ter problemas!”, disse Daiane. 

Instagram 

No Instagram, o Estante Virtual conta com cerca de 207 mil seguidores e mais de 2900 postagens desde que o perfil foi criado. O perfil segue cerca de 250 pessoas até o momento que esse artigo foi fechado pelo Flame Content. 

  • Para seguir a Estante Virtual no Instagram, basta acessar a página oficial com @estantevirtual.

Enfim, como você pode ter notado, o Estante Virtual é completamente seguro para as compras e permite economizar mais de 90% em uma obra. Existem opções que custam na faixa de R$ 4, principalmente quando se trata de clássicos e livros mais antigos: existem obras que na Amazon estão por R$ 70 enquanto no Estante Virtual está na faixa de R$ 10, por exemplo. Outro ponto positivo da marca é que o frete também é bastante em conta. 

O único problema que pode acontecer é quando a livraria ou sebo já vendeu a obra na loja física mas não retirou do estoque na Estante Virtual. Dessa forma, acaba-se tendo que fazer o cancelamento da compra. No entanto, todo o dinheiro é devolvido corretamente e, outro ponto positivo, é que você pode analisar todo o histórico do vendedor antes de comprar (assim como no Mercado Livre). Dessa forma, garante que não terá problemas no momento de finalizar a sua compra. 

Leia também: Baixar vídeo youtube: veja melhores aplicativos

 

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -