HomeEmpresas & NegóciosCorreios: História, como funciona, rastreamento e curiosidades

Correios: História, como funciona, rastreamento e curiosidades

-

Hoje em dia, os Correios praticamente entregam apenas como distribuidores. Com o aumento das compras na internet eles são os principais distribuidores das mercadorias. O que há alguns anos era algo até mesmo impensável pelo fato de que antes as compras pela internet eram algo até relativamente perigoso.

Antigamente encomenda era uma coisa que não era muito certa, as altas taxas para entrega faziam esses serviços não serem o principal serviço dos correios. O principal serviço dos correios era o envio de cartas escritas a mão ou não e telegramas. O que hoje em dia é obsoleto há muito tempo era algo até comum e é o principal objetivo dos correios.

Hoje em dia os correios estão voltando de uma crise que está sendo chave para a discussão na câmara a respeito da privatização. Embora haja muitos prós e contras, a privatização está dando o que falar e cada vez mais ela pode virar um projeto de lei. E vamos mostrar o que muda com essa privatização.

Mas hoje vamos ver mais a respeito da história da carta, da história dos correios, como conseguir o código de rastreio além de algumas curiosidades. Por isso vamos aprender um pouco mais a respeito desta estatal que já tem mais de 300 anos

História da carta

Antes de saber mais a respeito do correios é preciso saber um pouco mais a respeito da carta. A carta é o meio de comunicação mais antigo, elas existem desde 4 mil anos antes de Cristo. Ela foi durante muito tempo a principal forma de comunicação e de registro histórico, afinal quem não se lembra de cartas históricas. Podemos destacar as cartas de Pero Vaz Caminhas à Portugal, as cartas de Dom Pedro e é claro a carta de suicídio de Getúlio Vargas. 

- Continua Depois da Publicidade -

Apenas por isso podemos afirmar que as cartas são importantes para se compreender a sociedade e para que ela possa se manter atualizada. Como dissemos elas foram a principal forma de comunicação para a população. Afinal os telegramas tinham limites de caracteres enquanto as cartas poderiam ser infinitas.

E ainda no século XX as cartas eram o principal meio de comunicação no Brasil, isso porque o telefone só foi passar a ser mais popular nas casas no final dos anos 90 e início dos anos 2000. Então o jeito era recorrer aos envelopes e selos para enviar alguma mensagem. Havia até pessoas que recorriam aos gravadores, isso mesmo elas gravavam em uma fita k7 seu recado para outra pessoa. Naquele tempo valia tudo.

Mas essa breve história da carta é para contextualizar o papel que os correios tinham naquele tempo. Se hoje em dia eles funcionam quase como uma distribuidora, antes eles eram a principal forma de comunicação. E de se transmitir qualquer notícia

Seu declínio

Mas como tudo na vida as cartas tiveram também seu fim, e este foi quando os telefones começaram a se tornar mais populares aqui em terras tupiniquins. Como dissemos na virada dos anos 90 para os anos 2000 as cartas manuscritas começaram a ser menos utilizadas. Mas ainda sim o envio de contas e outras mensagens ainda era bastante comum.

Porém até isso começou entrar em desuso quando muitas pessoas passaram a pagar suas contas pelo internet Banking e as contas passaram a ser impressas com mais facilidade os bancos e cobradores deixaram de enviar seus boletos. Ou seja, o correios passou por uma importante reformulação.

Se antes a sua principal função era o envio de cartas depois dos anos 2000 essa função mudaria e passaria a ser o transporte de mercadoria. Com as compras online os correios passaram a transportar diversos produtos, ainda que em alguns casos esse transporte seja feito por meio de transportadoras. Uma boa parte ainda é feita pelos correios.

Mas agora que falamos um pouco mais a respeito das cartas desde seu início até seu declínio podemos falar um pouco mais a respeito da história dos correios.

História dos correios

A história dos correios começa em 1663, o que faz dele a estatal mais antiga do Brasil, a segunda é o Banco do Brasil. Mas é sempre importante falar que estamos falando de federais. Pois há alguns serviços estaduais e municipais que podem entrar na segunda posição dos mais antigos.

- Continua Depois da Publicidade -

Ele foi fundado pelo Alferes João Cavaleiro Cardoso, e neste momento a ainda colônia de Portugal criou os Correios para se viabilizar uma comunicação entre Portugal e Colônia. Pois antes essa comunicação era realizada de forma muito informal e ineficaz.

Apenas em 1884 foi fundado o primeiro grupo de carteiros, que seria uma espécie de sindicato da categoria. E somente em 1931 é criado o departamento de correios e telégrafos. Ou seja quase trezentos anos depois a profissão passa a ser “regularizada”

Mas é em 1969 que os correios passam a fazer parte do ministério das comunicações e se torna uma empresa pública. Essa ação foi uma das muitas feitas pelo ministério das comunicações em facilitar a comunicação e o acesso a comunidades remotas.

Hoje em dia os correios são a maior estatal do Brasil presente em todos os municípios. Apesar de muitos problemas ela ainda segue firme e no último ano apresentou um crescimento. Esse crescimento se deve, dentre outras coisas, ao fato de o número de entregas ter crescido ascendentemente. Mas nós vamos ver melhor isso mais adiante.

Mas vamos ver um pouco mais a respeito da privatização dos correios e todos os fatores que levaram a esta decisão.

Um pouco sobre a privatização do correios 

Como dissemos a privação dos correios pode ser muito facilitada devido aos constantes prejuízos que a empresa vem acumulando. De 2013 a 2016 a empresa fechou no vermelho e a situação só foi melhorar por volta de 2019 e 2020. Mas seus constantes prejuízos agravam uma situação que já não era boa.

Mas o projeto de lei é para tornar os correios que hoje é 100% uma empresa estatal em uma empresa mista. E a proposta ainda prevê que a Anatel passe a ser responsável pelos serviços postais sejam responsabilidade da ANATEL que passaria a ser “ Agência Nacional de Telecomunicações e Serviços Postais”. 

Dentre outras coisas o maior benefício deste projeto seria a facilidade em que o governo teria para contratar novos funcionários sem a necessidade de um edital. Isso pode gerar mais empregos e fazer com que a economia melhore. Uma vez que o governo não terá responsabilidade pelos salários e outros encargos. 

- Continua Depois da Publicidade -

Embora essa seja uma questão muito debatida pois sem estatais abrem licitações e concorrências para ver quem irá administrar. Isso pode acabar facilitando o tráfico de influência e até mesmo a corrupção, e nem sempre o serviço privado oferece o melhor serviço. Sem contar que isso acaba com a instabilidade do servidor público.

Essa é uma proposta que é muito discutida e gera muitas opiniões diferentes e dúbias, por isso ele ainda não foi aprovado. Mas é preciso lembrar que os correios não deixam de ser uma empresa pública somente uma parte. Como dissemos, ela passa a ser uma empresa mista (Privada e Pública).

Compras pela internet

Embora a pauta da privatização seja um assunto muito debatido, é importante lembrar que os correios voltaram a lucrar desde 2017. E esse lucro se deve principalmente pela entrega de produtos que na maioria das vezes são comprados pela internet.

As compras pela internet começaram a ser algo relevante na virada dos anos 2000 para 2010. De lá pra cá muitas pessoas têm deixado as lojas físicas de lado e têm feito a opção de comprar pela internet. Alguns especialistas até apontam que isso pode fazer com que as lojas físicas estejam com seus dias contados, mas isso é outro assunto.

Com as compras pela internet os correios são uma das principais formas de entrega de produtos. Apesar de muitas transportadoras também realizarem as entregas geralmente o transporte com o correios é mais barato e com o sedex é mais rápido. Assim os correios voltam a estar na jogada.

Isso porque como falamos anteriormente neste período as cartas, seja ela a mão ou notificações e contas já não eram enviadas com tanta frequência. Com as compras online o principal serviço dos correios passou a ser o envio de encomendas. E isso gerou uma renda de 7 bilhões só no ano de 2018, que fez os correios apoiarem e incentivarem o e-commerce, e a crescerem novamente.

Deste modo é importante saber onde suas encomendas estão, por isso nós vamos te ajudar a fazer o rastreio pelos correios. É um processo simples que ajuda você a descobrir onde estão suas correspondências. E evita que seu pedido nunca chegue ao seu destino.

Como fazer para rastrear um produto do correios 

O rastreio do produto pelos correios é fundamental, como já falamos anteriormente, é com ele que você vai realizar localizar seus produtos. E o que algumas pessoas não sabem é que ele serve tanto para produtos enviados quanto para produtos recebidos. Por isso é preciso estar atento a ele, pois você pode passar batido.

O código de rastreio geralmente é passado no momento da compra e é emitido assim que você realiza qualquer compra. Geralmente você os recebe junto da sua nota fiscal no momento que realizar a compra ou no site onde você comprou a mercadoria. Assim o primeiro passo é ter o código de rastreio em mãos.

Logo após basta você realizar o procedimento como está descrito abaixo:

  • Com seu código de rastreio ir para rastreamento de objetos dos correios
  • Ao inserir seu código clique em buscar
  • Logo após esse processo você saberá onde está seu produto e em quanto tempo ele chegará até sua residência.

É preciso lembrar que os produtos podem chegar com antecedência, mas o normal é que eles cheguem no dia. Outra dica é saber se sua área pode receber encomenda ou é área de risco para entrega. Se por acaso for você terá de retirar seu produto nos correios mais próximo.

Portanto agora que você já sabe como fazer o rastreio de seus produtos da forma correta. Esse é um processo simples que ajuda os seus produtos a não se perderem pelos correios. Agora vamos ver algumas curiosidades e fatos sobre a história dos correios.

Curiosidades sobre os correios

Embora nosso principal enfoque seja a estatal brasileira, aqui vão algumas curiosidades sobre os selos e cartões postais de todos os lugares do mundo. É claro que vamos unir algumas curiosidades mundiais junto com as brasileiras. Afinal nossos correios tem muita história para contar.

Os correios passaram por muitas modificações e seus serviços e produtos mudaram de até ser como conhecemos hoje em dia. Como vamos ver os produtos dos correios fazem com que eles fossem a rede social da sua época.

Portanto vamos ver algumas curiosidades sobre os correios e mais algumas coisas que são bem características dos correios.

Telegrama

O telegrama se trata de uma mensagem simples e direta, sem acentuação e pontuação. Ela era muito utilizada para mandar algum recado, e até hoje as empresas o utilizam para enviar comunicados para seus funcionários. Mas assim como as cartas ele também caiu em desuso com a chegada dos webmails.

Ele nos seus primórdios era transmitido pelo telégrafo por isso o nome “telegrama”. Mas com o passar do tempo ele foi mudando sua forma de transmissão. Ele era transmitido bem mais rápido do que a carta, por isso muitas pessoas faziam uso dele. Eles costumavam chegar entre um ou dois dias, mais rápido que as cartas que levavam por volta de uma semana para chegarem ao seu destino.

Hoje em dia o telegrama pode ser enviado via telefone ou pela internet. Mas como já dissemos anteriormente os e-mails cumprem bem o papel do telegrama e ainda por cima é de graça. 

Sedex correios

Como os correios ainda tinham dificuldades com a entrega de pacotes maiores demoravam muito para serem entregues. Os correios criaram o Sedex que tinha como proposta entregar mais rápido em aproximadamente 24 horas. Ele foi criado em 1982 pela necessidade de transportar mercadorias maiores com mais segurança além de ser em um tempo menor. 

No início era possível transportar apenas 5 quilos mas hoje em dia ele transporta até 25 quilos. As entregas pelos serviços são as mais inusitadas possíveis, como por exemplo semem bovino e até mesmo testes do pezinho.

Com o passar dos anos o sedex criou alguns serviços que foram incorporados para deixar o sedex ainda mais rápido. Dentre eles o que tinha mais destaque foi o Sedex 10 que oferecia entregas em até 10 horas mas atualmente o Sedex não oferece mais este serviço.

Por fim, se atualmente o Sedex é lembrado pelas suas altas taxas, na sua criação não foi diferente. Para conseguir cumprir todos esses prazos e oferecer entregas em um menor tempo era necessário um valor mais alto. Esse valor até os dias de hoje era definido de acordo com o peso do produto e o local de envio.

Cartão postal

Antigamente a primeira coisa que uma pessoas fazia quando viajava era ir aos correios ou à banca de jornal para enviar um cartão postal para sua família. Essa tradição é mantida por alguns puristas até hoje, porém nós sabemos que hoje  em dia é muito mais fácil tirar uma foto do local onde você está. Mas você onde surgiu o primeiro cartão postal?

Embora haja muita controvérsia de onde ele possa ter sido criado, o que se sabe ao certo é que ele foi criado no século XIX na Europa. O local de sua criação até hoje ainda é bastante discutido e contestado. Mas o primeiro Cartão postal como conhecemos hoje em dia foi feito em 1906 na Inglaterra.

Ele passou por diversas variações ao longo dos anos, de início ele era pintado. Depois passou a ser feito com fotos. Mas o fato é que hoje em dia ele é relembrado apenas por saudosistas, e está cada vez mais no passado.

Maior empresa pública

Lembra que nós falamos que o correios foi a principal forma de comunicação no país durante o século XX? Isso com certeza contribuiu para que eles alcançassem a marca de maior instituição pública do país.

Isso mesmo, os correios é a única instituição pública presente em todos os municípios brasileiros. São cerca de 12 mil postos espalhados por todas as cidades do Brasil, isso faz com que os correios sejam a maior instituição pública do Brasil.

Como nós falamos um posto dos correios fazia com que uma cidade tivesse contato com o mundo. Isso fez até que em alguns lugares o telefone e a internet levassem muito tempo para chegar.

Selos comemorativos

Assim como os cartões postais, os selos comemorativos são fundamentais na história dos correios. Afinal quem não se lembra dos selos comemorativos das olimpíadas, copa do mundo ou qualquer outro feriado? 

Em uma época em que não existia internet ele juntamente com os cartões postais eram uma atração à parte. Isso porque no caso dos selos eles traziam pinturas e imagens do evento ou da data que eles estavam homenageando.

Assim como o cartão postal, muitos países aparecem como os pais da ideia. Mas acredita-se que o primeiro selo comemorativo foi emitido na França em 1863, se trata da  efígie coroada de louros de Napoleão III. Mas esse fato ainda é muito contestado e rebatido até os dias de hoje.

Já aqui no Brasil a primeira série comemorativa foi lançada em 1900 para comemorar o quarto centenário do descobrimento do Brasil. Essa série foi composta de quatro selos, e durante todo o século XX tiveram vários outros. 

Os selos são produzidos e fabricados até hoje. Entretanto eles não têm mais o charme e o interesse de tempos atrás.

Uniformes

Hoje em dia, é comum e até mesmo normal você ver um carteiro de boné, camisa polo, bermuda ou calça comprida. Mas nem sempre foi assim, é preciso lembrar que antes não a bermuda não era bem aceita, havia uma outra maneira de se vestir. E o principal muitos locais ou avenidas como a Rio Branco não permitiam o trânsito de indivíduos de bermuda.

Por isso antes os uniformes dos correios eram bem mais formais com camisa e calça  social e um pouco depois boina. Esse uniforme sofreria variações mais precisamente por volta dos anos 80 e 90, neste período ele passou a ser como nós conhecemos hoje. E esse uniforme atual alguns fatos bem interessantes como:

  • A cor amarela foi inserida para deixar os carteiros visíveis para os motoristas e assim evitar acidentes de trânsito.
  • Os calçados dos correios foram fabricados especialmente para os carteiros.
  • Assim como a bolsa que eles levam consigo é uma bolsa especial para essa função.
  • Além da bolsa ainda são oferecidas óculos de sol e protetor solar

Como podemos ver atualmente os uniformes dos correios são bem mais ergonômicos. Os sapatos, por exemplo, atendem às normas da ABNT, afinal não é apenas uma questão de estética, mas sim de saúde e segurança.

Conclusão

Portanto esse foi um pouco mais da história da carta e dos correios. Afinal se não tivesse um talvez hoje em dia não tivéssemos o outro. Isso porque no início as cartas eram o nosso Whatsapp e os correios eram como a internet, que demorava semanas para levar nosso recado. Mas ainda sim era o que tinha.

Hoje em dia tudo mudou e são as encomendas que compõem boa parte da demanda dos correios. E isso mostra como o mundo gira e como é preciso se adequar a todas essas mudanças, pois há algum tempo ninguém iria imaginar que as cartas seriam obsoletas.

As questões a respeito da privatização ainda são debatidas e possuem muitos prós e contras. Mas é preciso estar atento ao projeto de lei para saber ao certo o que está em jogo. Só assim é possível saber o que realmente pode acontecer

Espero que tenha aprendido como fazer o rastreio da sua mercadoria da forma correta. E que tenha gostado das nossas curiosidades e fatos sobre os correios e seus serviços. Nossa intenção não é fazer com que você mande um cartão postal para alguém, mas ainda sim pode ser uma boa lembrança. Nós vamos ficando por aqui, espero que você tenha gostado do nosso conteúdo.

VEJA TAMBÉM: Google Doodle: Melhores games que você precisa conhecer

 

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -