Redes Sociais

Entrar no Instagram: Passo a passo para cadastro, criar perfil e fazer login

18/02/2024

Como entrar no Instagram e criar uma conta? Neste artigo, iremos abordar um pouco mais sobre o assunto.

As redes sociais viraram companheiras fiéis de todos os usuários da internet desde sua criação.

Com muitas redes surgindo anualmente no mundo todo, algumas se destacam, outras nem tanto e há mudanças nesse aspecto sendo notadas com frequência.

Tenho certeza que você lembra como era o Orkut nos dias de glória, onde todos os jovens passavam horas navegando em seus perfis.

No entanto, tudo mudou e o Orkut deu lugar a outras redes sociais.

Entre elas, está o Instagram e, não dá pra negar, é um verdadeiro fenômeno dos últimos tempos.

O Instagram foi criado no ano de 2010 e, assim como outros aplicativos de interação social, era utilizado para compartilhar fotos e histórias.

Acontece que os anos foram passando, as plataformas digitais começaram a se tornar mais completas e dar maior espaço para empresas e marcas.

Isso também aconteceu com o Instagram, que passou a ser líder nas redes sociais e se tornou uma das mais completas, agradando não apenas as pessoas físicas, mas também fazendo sucesso com donos de negócios que começaram a investir pesado nessa plataforma.

O número de usuários nessa rede social é gigante, com mais de 1 bilhão de usuários ativos no mundo e há uma média de 60 milhões de imagens sendo compartilhadas por dia.

Pesquisas apontam que o engajamento do Instagram é 15 vezes maior do que em outras redes sociais parecidas.

Com tanta gente interagindo nessa plataforma, a rede social começou a chamar a atenção de profissionais e empresas que entenderam ser uma oportunidade de se tornar mais próximo de seu público alvo, ser mais acessível, aumentar o nível de relacionamento entre empresa e cliente e, principalmente, vender seus produtos ou serviços.

Só de perfis corporativos no Instagram, há mais de 25 milhões.

O aplicativo de rede social Instagram é uma plataforma gratuita usada para compartilhar imagens e vídeos.

Com isso, seus usuários tiram fotos ou gravam vídeos para compartilhá-los com seus seguidores, além de possuir diversas ferramentas de interação entre usuários.

Nas postagens, há a possibilidade de adicionar textos na legenda, usar hashtags estratégicas para alcançar determinado público ou adicionar filtros para tornar a imagem diferenciada.

Da mesma forma que em outras redes sociais, há a possibilidade de curtir, marcar pessoas ou comentar em publicações.

Também existe a possibilidade de enviar mensagens de forma privada para outros usuários.

Além de diversas ferramentas voltadas para pessoas físicas, o Instagram possui opções específicas que podem ser utilizadas para empresas, oferecendo a oportunidade de fazer uma conta comercial para aumentar o alcance de profissionais, marcas e produtos.

Em contas comerciais estão disponíveis as métricas de forma gratuita e a chance de fazer anúncios para aumentar o alcance da página.

O propósito principal dessa plataforma é oferecer engajamento para seus perfis através de posts com o formato preferido da atualidade: vídeos e fotos.

Para entendermos um pouco sobre o motivo de o Instagram fazer tanto sucesso, vamos voltar ao início dessa história.

A plataforma foi criada em 2010 pelos fundadores Kevin Systrom, dos Estados Unidos, e Mike Krieger, um brasileiro.

Em seu primeiro dia o sucesso já era observado, pois 25 mil pessoas realizaram o cadastro nessa rede social.

O primeiro milhão de usuários foi alcançado apenas dois meses depois de sua estreia.

Em sua primeira versão, o aplicativo era voltado apenas para compartilhamento de fotos, com uma descrição na loja de aplicativos bem objetiva, onde dizia para o usuário tirar uma foto, escolher o filtro para ter a aparência transformada e guardar a memória”.

Com um rápido crescimento de acessos sendo registrado, novas funcionalidades começaram a ser acrescentadas na rede social, garantindo uma experiência mais completa para todos.

Com o rápido sucesso do Instagram, o criador do Facebook, Mark Zuckerberg, colocou o olho na rede social e não perdeu muito tempo, fez logo uma proposta.

A venda do Instagram para Mark foi confirmada em abril de 2012 e o valor pago pelo dono do Facebook foi USS 1 bilhão.

Com grandes investimentos feitos por Zuckerberg na plataforma de fotos, o aplicativo alcançou um novo patamar, recebendo atualizações e novas funcionalidades.

Por exemplo, a publicação de vídeos foi anunciada em 2013, o Boomerang foi adicionado em 2015, os Stories se tornaram parte do aplicativo em 2016 e, em 2017, o IGVT se tornou uma nova ferramenta disponibilizada.

Uma das principais mudanças do aplicativo após sua venda foi a logomarca.