Educação

Desenhos para colorir, imprimir e pintar que encantam e ensinam

23/06/2024

Os desenhos para colorir são importantes para o desenvolvimento de vários aspectos de uma criança, incluindo os sentidos relacionados ao tato e a criatividade.

Assim, é muito importante que esse seja um recurso presente no processo de formação das crianças ou mesmo em ensino educativo para crianças com necessidades especiais.

Os desenhos para colorir e também para serem feitos podem ser diretamente associados ao ensino das crianças, pois são itens atrativos e que prendem a atenção das mesmas e que sem bem utilizadas podem servir como fonte de aprendizagem.

O colorir vem sendo estudado por diversos profissionais como uma atividade desenvolvedora das capacidades motoras, intelectuais e lúdicas das crianças.

Podendo desenvolver algumas habilidades através dos desenhos para colorir.

Os desenhos ajudam no desenvolvimento comunicativo, pois a Arte desenvolve nas pessoas o seu aspecto criativo, devido à expressão artística está associada com a imaginação.

O ato de pintar e colorir desenhos faz com que a criança possa perceber um mundo que possui muitas cores, formas diversas, expressões de sentimentos, significado de símbolos e muitos outros, auxiliando no crescimento e formação da sensibilidade e também do senso crítico por parte das crianças.

Além disso, ela estimula a comunicação e a capacidade de concentração.

Possuindo ainda outras vantagens já mencionadas e que vamos ver de forma mais detalhada cada um desses itens.

Os desenhos feitos pelas crianças são desenvolvidos a partir de conhecimentos prévios que ela possui.

Esse processo passa por algumas etapas conforme a idade da criança e o contato dela com esse tipo de atividade aumenta, chegando ao ponto de passar de simples rabiscos para formas cada vez mais sólidas e reconhecíveis.

Esses estágios revelam que as crianças não fazem em seus desenhos aquilo que elas estão vendo, mas sim uma tentativa de representar o que conhecem.

Passando a conseguir fazer isso cada vez melhor e utilizando os traços e pinturas mais sólidos dentro dos espaços do desenho.

Além de tudo isso, ainda se encontra o fato de que ao pegar desenhos para colorir a criança passa a trabalhar e estimular ainda mais a sua capacidade de observação.

Portanto, estimule a criança a praticar a pintura de formas diversas, com cores e figuras bastante diferentes entre si.

Solicitar que a criança explique aquilo que ela pintou/desenhou e pronto, estará dando ainda mais amplitude ao desenvolvimento cognitivo.

A ansiedade tem se tornado cada vez mais comum na vida adulta, porém ela também está presente na infância, mesmo que de forma mais leve e precisa ser combatida.

E o desenho para colorir pode ser um aliado nesse trabalho, solicitando que a criança tente transpor o seu sentimento através de um desenho, isso pode ajudar a acalmá-la.

O desenho abre espaço para que a criança exponha de diferentes formas em relação à fala.

As pinturas ou desenhos feitos podem conter emoções que transmitem o seu estado emocional naquele momento.

As cores utilizadas também podem refletir as emoções, cores mais vívidas e coloridas podem transmitir que está tudo bem, enquanto o preto refletir o pesar que ela está sentindo.

Portanto, o desenho é uma ferramenta totalmente simples e de fácil acesso para os adultos estabelecerem uma melhor conexão com as crianças e suas emoções.

Sendo sempre uma alternativa para quando a criança estiver calada, solicitar que ela transmita através do desenho como foi o seu dia ou o que pode ter deixado ela triste ou chateada.

Os desenhos estão presentes nos primeiros estágios de uma criança, tanto que esse ato vem antes da leitura e escrita.

Os pontos, curvas, rabiscos aleatórios e muitos outros traços são o ínicio para que a criança possa ter uma maior facilidade futura ao escrever.

O ato de desenhar e pintar essas formas diversas faz com que a criança passe a melhorar os seus controles sobre a mão, passando a desenhar de forma mais sólida com o tempo e também aumentando a sua coordenação motora.

Essa simples atividade inclusive está um passo acima das tecnologias atuais, pois exige uma maior ativação do cérebro ao ser realizado, do que o uso de aparelhos celulares ou computadores e tablets, por exemplo.