HomeFrases & MensagensPoemas tristes para chorar: Seleção sobre amor, sobre a vida e partida

Poemas tristes para chorar: Seleção sobre amor, sobre a vida e partida

Web Stories

Existem diversos tipos de poemas com diferentes propósitos buscados por seus autores, como os poemas tristes tristes para chorar. Na verdade, os poemas surgem a partir de inspirações ocasionadas por momentos específicos ou sentimentos que seus autores expressam em forma de palavras em papel.

Além disso, esses podem também ter sensibilidade suficiente para conseguir suprimir os sentimentos de outrem em seus textos. E isso é uma capacidade que se desenvolve com o passar dos anos e um aumento da consciência sobre si e o mundo a sua volta. Muitos poetas até mesmo retratam a tristeza como um indivíduo, uma amiga e mesmo uma companheira inevitável da vida.

De qualquer forma, os poemas são também uma forma de extravasar sensações que podem estar inoculados dentro da “alma” do artista, seu âmago e sensações mais profundas que, muitas das vezes, não podem ser exploradas em conversas.

Sendo assim, para conhecer um poema triste, é preciso conhecer as motivações para que o mesmo tenha sido escrito ou ao menos que se tente deduzir suas motivações a partir do conhecimento de seu autor.

Muitos poetas se consagraram na história da literatura justamente por conseguir retratar com maestria a sensação de tristeza em suas palavras, estrofes e versos. Um dos mais renomados poetas brasileiros, Carlos Drummond de Andrade, por exemplo, é um grande escritor de poemas tristes.

- Continua Depois da Publicidade -

De qualquer forma, aqui estarão listados alguns dos poemas mais tristes sobre variados temas. Seja sobre a partida de alguém, seja sobre a vida, crises existenciais ou quaisquer que sejam as motivações para buscar por poemas tristes para chorar. Antes de mais nada, se você está lendo este texto, se sente triste a ponto de prejudicar sua vida, saiba que não está só. Ligue para 188. Mas, se quer apenas conhecer mais sobre poemas tristes para chorar, continue lendo este artigo.

Qual é o poema mais triste do mundo?

Antes de mais nada, é preciso pontuar que definir qual é o poema mais triste do mundo é algo que denota uma certa subjetividade. Afinal, a sensação de tristeza é algo que tem motivações variáveis de indivíduo para indivíduo. E nisso não contradição.

Entretanto, é claro que existem alguns poemas que possuem um teor mais melancólico que outros. Além disso, há poemas que são eleitos como os mais tristes de toda a história. Mas um consenso foi obtido a partir do poema escrito em 1880 por Gerard M. Hopkins chamado “Primavera e outono.”

Mas existem vários outros que podem gerar fortes emoções e que são de extrema melancolia, tais como “Rock me mercy” de Youssef K. e “Sayng Goodbye to Very Young Child, de John Updike. Mas é claro, definir qual desses poemas é o mais triste é algo que cabe aos sentimentos daqueles que leem essas obras.

Para muitos brasileiros e cidadãos de outros países do mundo, alguns dos textos de Carlos Drummond carregam consigo grande carga emotiva a ponta de afetar o psicológico de pessoas que estão de bem com a vida, levando-as a se sentirem mal. Mesmo que brevemente enquanto seus poemas tristes são recitados. A verdade é que o bom poeta sabe imprimir as palavras certas para implicar os sentimentos desejados e replicar sensações nos indivíduos.

Ainda sobre o brasileiro, mesmo alguns de seus poemas mais alegres carregam consigo um certo grau de melancolia. E muito disso em sua arte é reflexo do momento da história em que viveu, bem como da vida que levou.

Leia também: Poema: O que é, como fazer suas primeiras rimas e exemplos

poemas tristes

2 melhores poemas tristes

- Continua Depois da Publicidade -

Primeiramente, para começar a lista dos 3 melhores poemas tristes, é preciso pontuar que aqui serão abordados apenas poemas brasileiros. Afinal, nada mais melancólico do que uma tristeza tropical.

Então, dando início a essa triste lista, começa-se com Fernando Pessoa e seu poema “Nem tudo é dias de sol”. Nesse poema o poeta consegue exprimir o suprassumo do sofrimento de alguém insatisfeito com a vida, assim como a maioria das pessoas que, por sinal, vivem em descontentamento.

E para finalizar, o segundo poema triste é do grande autor já mencionado anteriormente, Carlos Drummond de Andrade. Seu poema “Convite triste” pode parecer um tanto quanto convidativo a se inferir que o mesmo é um poema de amizade. Mas na verdade, é simplesmente um poema sobre início, meio e fim. E como as coisas podem terminar.

Nele, Carlos convida um amigo para uma vivência que é aparentemente positiva, mas carregada de tristeza consigo.

Poemas sobre o amor 

Existem diversos poemas tristes sobre o amor. Mas um dos mais relembrados por leitores assíduos de poesia são:

  • Poema 20 – Pablo Neruda
  • Canção do Dia de Sempre – Mário Quintana

Além disso, grandes poetas musicalizaram suas poesias. Djavan é um grande exemplo disso com sua música ” Nem um dia”.

Poemas sobre a vida

A vida pode sim ser triste, melancólica. Na verdade, para muito dos grandes autores assim foi. Charles Bukowski, por exemplo, foi um dos escritores que mais trouxeram a melancolia e incredibilidade sobre a vida para seus textos.

Alguns dos exemplos mais tristes de seus poemas sobre a vida são: “Cervejaria Charada” e “Que tempos difíceis eram aqueles”.

- Continua Depois da Publicidade -

Leia também: Poemas sobre a Vida: Frases curtas para reflexão, as melhorespoemas tristes

Poemas sobre partida 

Assim como o grande mestre da música brasileira Djavan, um outro “gigante” que musicalizou sua poesia foi Milton Nascimento. E esse possui um triste poema sobre partidas. Seu nome é ” Encontros e despedidas”.

Além de Milton, um autor que não musicalizou, mas que tocou diversos corações foi Olavo Bilac. Em seu poema ” No meio do caminho”.

Ambos conseguem trazer uma sensação de melancolia capaz de fazer até mesmo o mais robusto de todos chorar.

poemas tristes

Fernando Pessoa: 3 poemas tristes

E é claro que para fechar com chave de ouro não poderia faltar um dos grandes mestres da literatura brasileira com uma sessão particular nesse texto em homenagem a poesia triste: Fernando Pessoa.

O primeiro de seus poemas mais tristes é “Chove. Que fiz eu da vida?”. Em segundo lugar está seu poema ” Tenho dó das estrelas” que fala sobre a dor da existência. Por fim, mas não menos triste está seu poema ” Amo, pelas tardes demoradas de verão”.

Enfim, esses foram alguns dos poemas separados para que os leitores conhecessem mais sobre poesia melancólica.

Leia também: Poemas de Amor: Rimas curtas para expressar sua paixão para a amada

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -