HomeFrases & MensagensPoemas sobre a Vida: Frases curtas para reflexão, as melhores

Poemas sobre a Vida: Frases curtas para reflexão, as melhores

Web Stories

A vida em si é uma mistério para muitos, inclusive para aqueles que escrevem poemas sobre a vida. A verdade é que nem mesmo os mais sábios dos poetas conseguiram chegar a uma noção definitiva sobre o que é a vida. Entretanto, muitos aplicaram suas vivências em seus textos e tentaram imprimir ideias de acordo com suas experiências.

Enquanto alguns escrevem sobre amor, sobre a natureza e sobre questões mais tangíveis ao entendimento limitado da percepção humana, outros se colocaram em uma busca incessante e filosófica de tentar definir o que é a vida. Não desconsiderando aquilo que foi escrito sobre os diversos temas mencionados anteriormente, não. Até mesmo porquê a maioria dos autores que escreveram sobre a vida o fizeram também com esses temas.

Mas é fato que tentar conseguir definir a vida com imparcialidade e de forma poética ao mesmo tempo é um desafio pelo qual muitos autores se submeteram e o fazem até os dias de hoje. Talvez por buscar querer definir tudo ou simplesmente por alguma prática existencialista.

Mário Quintana, Fernando Pessoa, Charles Bukowski, Carlos Drummond de Andrade, Antônio Abujamra e vários outros grandes autores já tentaram sem cessar a chegar em obras capazes de descrever suas definições sobre a vida.

Mas a verdade é que essa é a grande tentativa de todos os grandes pensadores, desde os clássicos, como Sócrates, Aristóteles, Sófocles, Platão e Homero, até os mais modernos como os mencionados anteriormente.

- Continua Depois da Publicidade -

Sendo assim, para que os leitores conheçam melhor alguns poemas sobre a vida por diferentes perspectivas sobre a mesma, vivências em tempos e contextos diferentes, aqui estão separados alguns dos melhores poemas sobre a vida e alguns comentários sobre os mesmos.

Por que existem tantos poemas sobre a vida?

Bom, é claro que a vida é um mistério para muitos. Afinal, são muitos aqueles que se perguntam de onde vêm, para onde vão, quem são, quais os motivos que os fizeram estar vivos, quais seus propósitos, etc. E a resposta para grande parte dessas questões é inconclusiva.

É quase como a busca seja uma tentativa de sair da inércia permanecendo na inércia. Platão, por exemplo, pontuou muitos aspectos sobre a vida e um deles foi justamente que a mesma se trata sobre a busca de entendê-la, e não sobre conseguir entendê-la de fato.

Ou seja, talvez um dos motivos que faz tantos poetas escreverem sobre a vida se encontre justamente nessa busca incessante e, muitas vezes, apaixonante de tentar definir o que é esse conceito tão amplo que é a vida.

Alguns o fazem por meio de perspectivas românticas, enquanto outros o fazem de maneira pessimista, otimista, reflexiva e até mesmo inconclusiva, como na grande maioria das vezes.

De qualquer forma, é justamente pela tentativa incessante que diversos poemas sobre a vida foram escritos mais de uma vez pelos mesmos autores. Afinal, quando momento da vida reflete diretamente na maneira com que os artistas encaram o mundo e tem inspirações para escrever.

Assim como postulou Heráclito com o seu princípio de impermanência, não é possível entrar no mesmo rio duas vezes, uma vez que a inconstância é uma parte que essencialmente constitui o ser e tudo aquilo que o rodeia. Na verdade, essa concepção de Heráclito sobre o Todo serviu de inspiração para muitos poetas e serve até os dias atuais.

Leia também: Poemas de Amor: Rimas curtas para expressar sua paixão para a amada

- Continua Depois da Publicidade -

Poemas sobre a Vida

Poemas melancólicos sobre a vida

Entre os autores que mais descreveram suas vidas com melancolia estão Carlos Drummond de Andrade, Fernando Pessoa e Vinicius de Moraes. É claro que esses são apenas alguns exemplos de um dos maiores nomes da literatura brasileira.

Entretanto, esses são referências mundiais na literatura e não podem ser subestimados em capacidade de conseguir “tocar a alma das pessoas” com palavras.

Muitos de seus poemas são tão tristes sobre a vida que podem desencadear reflexões que levam a crises existenciais. E para aqueles que duvidam, aqui estão alguns exemplares de poemas sobre a vida que podem ser bem melancólicos produzidos por esses autores.

“A felicidade” de Vinicius de Moraes, por exemplo, fala sobre a inconstância do sentimento de felicidade, enquanto o sentimento de tristeza pode perdurar por muito tempo. Nesse poema ele infere que, na verdade, a tristeza ocupa grande parte da vida das pessoas enquanto a felicidade se faz presente pontualmente.

Enquanto Fernando Pessoa compôs ” Nem tudo é dias de sol” inferindo a mesma ideia de de Vinicius. Mas Fernando aborda mais a ideia de que não dá para ser feliz sempre e que um pouco de tristeza, além de inevitável, se faz necessário para que hajam mais dias de alegria.

Por fim, mas não menos melancólico está o poema de Carlos Drummond de Andrade ” Estrambote Melancólico” que infere um grande incômodo e insatisfação na vida do autor quanto a vida. Esse causa tremenda sensação de angústia. Muito triste e nada agradável de ler em momentos alegres, por sinal.

Leia também:Poema: O que é, como fazer suas primeiras rimas e exemplos

- Continua Depois da Publicidade -

Poemas sobre a Vida

3 Poemas sobre a vida que são alegres

Bom, agora que uma das perspectivas extremas sobre a vida foi apresentada por meio de poemas melancólicos, faz-se necessário apresentar um outro extremo da mesma por meio de poemas alegres.

É fato que não dá para ser feliz sempre. E muitos autores perceberam isso. Mas a percepção sobre a vida também pode ser uma escolha. Afinal, mesmo que as pessoas escolham enxergar a vida e o mundo de maneira negativa e pessimista, nem todos gostam de se sentirem tristes o tempo inteiro.

E é justamente se apegando a isso que os poetas que “veem o copo meio cheio” arranjam inspiração para escrever poemas sobre a vida mais alegres do que os mencionados anteriormente. Na verdade, muitos dos que foram mencionados anteriormente também compuseram poemas felizes.

Em fato, os poemas alegres sobre a vida podem ser mais atrativos e, muitas vezes, mais prazerosos de ler. Por isso abaixo estão alguns exemplos de poemas alegres para que os leitores conheçam melhor sobre essa perspectiva alegre e poética sobre a vida.

Cecília Meireles, grande autora brasileira, produziu o poema “Motivo” que retrata uma alegria profunda que nem mesmo ela consegue descrever. A sensação que esse poema dá é inconclusiva mas alegre, assim como as felicidades espontâneas as quais nos são acometidas na vida.

Já Paulo Leminski em seu poema ” Três coisas” mostra como é possível enxergar a vida com a simplicidade da perspectiva de uma criança e ser feliz.

Por fim, e um tanto quanto menos alegre, está o poema de Vinicius de Moraes “Dialética”. Nesse ele mostra sua maior característica como autor, a melancolia, mas reconhecendo que a vida pode ser boa e feliz.

Poemas sobre a vida

Agora que já se falou sobre os dois extremos de perspectivas que se pode ter sobre a vida, é possível falar de poemas que a abordam de forma mais ampla, reflexiva e, claro, poética.

E para começar, nada melhor do que emplacar o incrível poema de Mário Quintana “Das Utopias”. Esse poema fala sobre o quão inatingível é conseguir atingir um conceito sobre a vida, uma noção. Mas esse também fala sobre a importância de estar na busca e que não há problema nenhum nessa ser inconclusiva.

E já que esse grande poeta foi mencionado, eis aqui mais um poema feito sobre ele abordando o tema “vida”. Seu nome é “Poeminha do Contra” que fala sobre a vida brincando com um jogo de palavras com a o verbo “passarão” e o substantivo “passarinho”. Esse também fala sobre superação das pessoas que entravam a vida dos outros.

E já que aqui muito se falou sobre Mario Quintana, é possível notar que o mesmo trouxe muitas reflexões acerca da vida. E em seu poema “Quem sabe um dia” ele fala sobre a vida, suas impermanências, suas aparências e suas certezas absolutas: o ser, a vida e a morte.

Enfim, pode-se dizer que essa foi a sessão especial sobre Mário Quintana e seus poemas sobre a vida.

Poemas sobre a Vida

Conclusão

Bom, a partir deste artigo é possível que os leitores tenham maiores noções sobre poemas sobre a vida. Além de conhecer grandes autores que abordaram o tema durante suas carreiras de poetas. A vida em si é um mistério para muitos. E é positivo que assim o seja, afinal, quando conclui-se o que é a vida é chegada a hora da morte.

Muitos filósofos tentam compreender até hoje do que se trata a vida. O que de fato é esse momento de existência que acontece entre o nascimento e a morte de um indivíduo. Antônio Abujamra foi muito emblemático por promover essa ideia de ser impossível concluir do que se trata a vida enquanto se está vivo por em seu programa “Provocações” onde questionava seus convidados a seguinte questão ” O que é a vida?”. No momento em que esses terminavam suas repostas, ele em sequência perguntava outra vez. E o fazia incansavelmente enquanto o convidado tentava fazer parecer saber o que estava falando até que demonstrasse não o saber.

Enfim, questionar-se sobre o que é a vida pode gerar crises existenciais. Mas também pode ser muito positivo. Conquanto buscar a resposta para isso na poesia é um ótimo meio de torpor para a angústia de estar vivo e inconformado com o fato de não saber o que é a vida.

Leia também: Poemas Curtos: Seleção de rimas infantil, de amor, sobre a vida e para mães

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -