HomeFinanças, Crédito & SegurosConcurso da Caixa: Últimos concursos, edital e dicas para passar no próximo

Concurso da Caixa: Últimos concursos, edital e dicas para passar no próximo

Web Stories

O concurso da Caixa  pode ser uma forma de quem está pensando em ter um emprego fixo e estável por mais tempo. Em suma, todos os anos a instituição publica novas provas e editais para todo o Brasil e qualquer pessoa pode participar: para isso, basta para a taxa de inscrição ou então optar pela isenção ao comprovar que é uma pessoa de renda baixa. 

Em suma, os valores salariais e as quantidades de vagas que estão presentes em cada edital podem variar e por isso não podemos falar sobre um valor que seja específico. No entanto, dependendo da formação, consegue-se ter o valor de até dois dígitos de salário. 

Para se ter uma ideia, às vezes o salário pode ser tão alto, que chega-se a ter centenas de pessoas para apenas uma vaga. Sem contar que se consegue muitas vezes optar pelo trabalho de Home Office ou então, atuar na cidade em que já está morando, deixando tudo ainda mais fácil. 

Neste artigo, separamos algumas dicas para quem deseja fazer parte do concurso de Caixa e até mesmo para as pessoas que não sabem nem por onde começar a estudar para ass provas. Portanto, se quiser saber mais sobre o assunto, basta que você continue a leitura conosco porque preparamos um guia completo para poder ajudar. 

Vai ter concurso da Caixa?

- Continua Depois da Publicidade -

Canal: Professora Camila Miranda

Para saber quando vai ter concurso da Caixa, o cidadão tem que entrar na aba de TRABALHE COM A CAIXA e ver todas as vagas de emprego que estão abertas, como se inscrever e quando deve ser a prova. O processo é bastante simples e em cada página se consegue ter acesso a quando é o prazo máximo de cada uma das oportunidades. 

Se inscrever no concurso da Caixa de maneira fácil

concurso da caixa
Créditos: direcaoconcursos.com.br

O concurso da Caixa sempre é feito pela Fundação Cesgranrio. Por isso, caso queira se inscrever para um deles, deve ir até o site desta empresa e enviar os documentos e fazer a inscrição por lá.  No portal, também, se consegue ter acesso a  tudo o que está aberto de vagas, salários e o prazo máximo tanto para se inscrever quanto para entregar a taxa ou fazer solicitação de isenção.

As pessoas que estão cadastradas no Cadastro Único, que recebem a renda de até R$ 660, referente a meio salário mínimo, podem fazer a solicitação de isenção de taxa  devido ao fato de que são de baixa renda. 

Quantas pessoas se inscreveram no concurso da Caixa?

concurso da caixa 2021
Créditos: contilnetnoticias.com.br

As provas da Caixa geralmente contam com mais de 100 mil inscritos, em que menos de 10 mil deles são aprovados todos os anos para atuar na instituição. Por isso, acaba sendo uma quantidade muito limitada de vagas para o tanto de pessoas que desejam atuar na instituição. 

São oportunidades que existem os mais variados graus de formação, desde aqueles que são para o ensino médio completo até mesmo aqueles em que o colaborador terá que ter a formação completa na área em que está atuando junto com a comprovação de que está a um determinado tempo na área. 

A comprovação de que está atuando a determinado tempo na área pode ser feita de várias formas, desde um cartão CNPJ para comprovar que era uma pessoa jurídica  até mesmo em relação à carteira de trabalho que deve estar assinada. Ter atuado durante anos como freelancer pode não ser uma alternativa porque pode fazer com que tenha dificuldade para conseguir provar que já tem experiência que está sendo requerida. 

10 dicas para passar no próximo concurso da Caixa

caixa concurso
Créditos: concursospublicos2021.com.br

Neste artigo, abordamos um pouco mais sobre  como é o concurso da Caixa e, agora, também é importante que deixemos algumas dicas que podem te ajudar a como entrar e começar a trabalhar com a instituição bancária estudando da forma certa. E, claro, também daremos dicas para que você não corra o risco de perder a sua vaga. Portanto, se quiser saber mais sobre o assunto, basta continuar a leitura aqui conosco. 

1. Separe uma quantidade de horas por dia para estudar

- Continua Depois da Publicidade -

Quem nunca ouviu que quanto mais se estuda melhor? Dependendo do caso, isso pode estar sendo o motivo pelo qual você não consegue passar em nenhuma prova. Isso acontece porque quando se está estudando muito, o cérebro acaba não conseguindo fixar uma demanda muito alta de conteúdo e, por isso, pode ser mais difícil para conseguir aprender.

Algumas pessoas chegam até mesmo a não dormir quando estão estudando para algum concurso e isso é a pior coisa  que se pode fazer. 

O importante, caso veja que as horas de estudo não estão rendendo, é diminuir a intensidade e até mesmo dormir e se salientar mais. 

Se está estudando quatro horas por dia, pode diminuir a intensidade para apenas 2 horas. Tire o restante do tempo para conseguir descansar e aproveitar o seu dia a dia com a família ou com algo que gosta. 

Uma mente feliz consegue fixar melhor o conteúdo do que uma mente que está muito sobrecarregada sobre um assunto. 

Quem nunca ouviu alguém falar que consegue aprender em apenas uma hora o que não se aprende em um dia todo na escola? Isso acontece porque a pessoa está sendo mais flexível e consegue dar espaço para que o seu cérebro consiga pensar de forma inconsciente sobre o assunto. O que não acontece na escola em que os professores acabam dando muito conteúdo e deixam os alunos cansados e sobrecarregados. 

2. Pesquise sobre os conteúdos que mais caem na sua área 

Esse ponto também é importante. Não adianta você perder tempo estudando aquilo que nunca vai usar na vida profissional e que sequer vai cair na sua prova. Por isso, determine quais são os assuntos que mais caem para que consiga dar uma ênfase maior neles. 

Mas, como saber quais são os assuntos que mais caem? 

- Continua Depois da Publicidade -

Uma dica para que você consiga fazer isso é investigar sobre as provas anteriores. Vamos dar um exemplo bastante prático.

Supondo que esteja fazendo a prova do ENEM, Exame Nacional do Ensino Médio. Neste caso, você tem que estudar sobre conteúdos de humanas. En portgueges, um dos conteúdos que mais caem é a interpretação de texto. 

Por isso, você tem que focar mais nela do que em temas como conotação e denotação.

O mesmo vai servir para a sua prova do concurso Caixa. Portanto, veja as provas antigas e descubra quais são os conteúdos que mais caíram durante os últimos anos: são eles que provavelmente irão continuar caindo nas próximas provas e você tem que estar fera. 

3. Ansiedade pode acabar com o seu desempenho 

concurso caixa econômica
Créditos: bancariosparanagua.org.br

Fique ciente de apenas uma coisa: viver com crise de ansiedade pode acabar com o seu desempenho. E não é somente a gente aqui do Flame Content que está dizendo isso não: são os cientistas. Existem várias coisas que fazem com que você se torne uma pessoa ansiosa, até mesmo em relação ao fato de ter muitas coisas para serem feitas em apenas um dia.  

Se está determinado que vai estudar sobre 50 coisas diferentes um dia, no final terá apenas um ataque de nervos e não vai conseguir aprender nada. 

É importante que você dê tempo para que a sua mente consiga relaxar durante alguns minutos do dia. 

Mas, como conseguir relaxar quando é o seu futuro profissional que está em jogo? Bem, existem algumas dicas práticas neste caso e separamos algumas delas. 

  • Tome um banho quente no começo do dia, isso faz parte de um ritual que pode te ajudar a se manter mais calmo. 
  • Se alimentar corretamente porque o seu corpo precisará de energia também para pensar. Nada de comer na frente do computador para comer “fazendo mais coisas ao mesmo tempo”
  • Tente fazer uma caminhada de ao menos 30 minutos por dia ou praticar outro exercício físico mesmo que não seja tão intenso. Isso faz com que você durma melhor porque se sentirá mais cansado fisicamente. 
  • Tire ao menos 2 horas por dia para ficar com a sua família. Neste caso, você pode sair para tomar um sorvete e até mesmo ficar em casa e fazer algo juntos como uma horta e até mesmo assistir séries, fazer janta e comerem juntos. São atitudes relaxantes que fazem toda a diferença no seu dia a dia. 

4. Tenha horários 

Como acabar com a ansiedade quando se tem horários? Você pode estar pensando exatamente isso ao ler essa dica. No entanto, muitas vezes o seu excesso de ansiedade é ocasionado justamente pelo fato de que está procrastinando para fazer algo ou não tem horários. Você está a todo momento que termina uma atividade se perguntando: o que eu vou fazer agora? 

Determine um horário fixo para acordar e dormir e isso fará toda a diferença, que vai ter um dia que seja mais produtivo e eficaz.

Outro ponto é que se você trabalha, pode colocar limites em horas extras e até mesmo horas de estudo. 

Tudo fica ainda mais fácil quando se está trabalhando na modalidade de Home Office devido ao fato de que se consegue usar melhor o tempo porque não se precisa ficar horas no trânsito e nada do tipo.  

Você pode determinar algo como 9 horas de trabalho por dia, 2 horas de estudo e o restante do tempo para descansar e fazer as atividades domésticas.

Dependendo do seu cronograma, poderá reduzir de forma bastante expressiva o seu estresse. 

5. Quarto organizado 

Muitos cientistas argumentam que ter um quarto que não é organizado pode fazer com que se sinta uma pessoa mais estressada. Você também pode ler isso e pensar que é uma bobeira, que já está acostumado com a bagunça. No entanto, pode estar até mesmo acostumado com a bagunça e é justamente por isso que não acha que é ela que está causando altas cargas de estresse em seu dia a dia. 

Tire um dia para limpar toda a sua casa e jogar os restos de folhas e itens que não usa mais no lixo. Deixe o ambiente mais moderno e clean, coloque documentos dentro de pastas e até mesmo use um perfume de ambiente para que o local fique ainda mais receptivo. 

Você vai ver como mesmo estando acostumado com a bagunça, pode até mesmo gostar mais do local arrumado. 

Os cientistas argumentam que a bagunça causa estresse por vários motivos. No entanto, o motivo principal se trata do cheiro e também do maior tempo em que se gasta para procurar um item que se encontraria bem mais rápido se o local em que trabalha estivesse realmente organizado. 

6. Descubra qual é o seu método de aprendizado

Sabe porque tem crianças que aprendem melhor com um determinado  professor  e não com outro para o mesmo tipo de conteúdo? Isso acontece porque ele usa um método que está mais de acordo com o tipo de aprendizado do menor. 

Em suma, isso também acontece com os adultos, mas nem sempre é observado com tanta profundidade. Neste caso, se você sabe qual é o seu estilo de aprendizado, ainda tem a alternativa de adequar de forma ainda mais eficaz os seus estudos para ter os melhores resultados no Concurso da Caixa. 

Tem gente que aprende melhor escrevendo e lendo. Por isso, seria recomendado ler um livro sobre o conteúdo e fazer um resumo. 

No entanto, existem aquelas pessoas que são super auditivas e que basta apenas dizer uma vez que se fixa no cérebro. Por isso, poderia ser uma alternativa apenas ouvir podcasts e até mesmo vídeos..

Uma pessoa que prefere ouvir a ler, pode ter dificuldade quando se força a ler um livro  e relatos dizem que estudantes que são obrigados a seguir uma metodologia além daquela que aprendem facilmente, tendem a sentir estresse e frustração: 

“Eu aprendo melhor lendo e escrevendo. Por isso, sempre que era pequena e tinha que ver filmes para aprender um conteúdo, acabava a aula muito chata e frustrante, não gostava nenhum pouco!”

7. Autoconhecimento é mais que essencial 

concurso caixa econômica 2021
Créditos: caixa.gov.br

Muitas pessoas não sabem quando estão no limite e quando podem mais. E é isso que muitas vezes ocasiona em procrastinação. Você tem que saber quando tem que continuar mesmo que não tenha vontade e quando chegou a hora de parar. 

O seu cérebro pode dizer que não quer estudar porque não é uma atividade prazerosa.  Mas, você não tem que fazer tudo o que ele está mandando. É importante se conhecer para saber como reverter a situação. 

Não está em um dia bom? tudo bem, deixe para amanhã. No entanto, se apenas não tem vontade ou está achando o assunto chato e maçante, tem que usar algumas macetes para que consiga engolir isso. 

Mas, como? É simples. Você pode fazer intervalos a cada 30 minutos para fazer algo por 5 minutos como ir ao banheiro e lavar o rosto. Ou então, pode se dar uma recompensa caso consiga cumprir a sua meta do dia, que pode ser algo simples como alguns sentidos a mais no banho e até mesmo uma comida que estava com vontade de comer.

Usar a psicologia reversa também, é uma alternativa para conseguir vencer a situação. Um exemplo prático disso é sobre fazer com que o seu cérebro mesmo não querendo veja que aquilo é essencial e que vai ser recompensador para ele como o status. 

8. Tire dois dias de descanso 

Geralmente, estes dois dias de descanso podem ser os mesmo que não trabalha na empresa caso esteja com a carteira de trabalho assinada. Tire um dia para que o seu cérebro consiga mastigar o conteúdo que foi visto na semana – sim, o seu cérebro ainda está pensando no conteúdo mesmo que não saiba disso de forma direta. 

Os dois dias de descanso podem ser tanto diretos quanto alternados durante a semana e pode os usar quando não estiver bem.

E, dependendo da quantidade de horas que vestia durante o dia, chega até mesmo a ser melhor três dias para 4 de estudos. Geralmente, essa recomendação é destinada para quem faz ao menos 3 horas de estudo por dia, independente do tipo de material que está sendo usado, podendo ser um livro ou um vídeo, isso fica a seu critério.

9. Fale sobre o conteúdo 

Pode parecer uma dica que chega até mesmo a ser mais boba, no entanto, falar sobre o conteúdo que está aprendendo para o concurso da Caixa pode ser essencial para fixar o que está aprendendo. Essa estratégia acaba sendo tão eficaz que universidades como a FURB estão cada dia mais optando pelo debate em sala de aula e até mesmo pelos seminários  do que pelo fato de manter o estudante quieto apenas escutando o professor falar. 

Nas aulas de história da instituição, os estudantes sempre devem ter uma leitura para o dia que deve ter sido realizada em casa. E, a aula acaba sendo usada apenas para falar sobre a leitura na prática e debater sobre ela. Os alunos gostam bastante dessa metodologia e aumentam que ela é bastante eficaz – e realmente ela é!

Você pode falar sozinho sobre o que aprendeu. No entanto, é interessante que esteja com outra pessoa para que ela possa avaliar se está indo bem e até mesmo sobre o que melhorar. Sem contar que a outra pessoa pode te fazer perguntas complexas sobre o conteúdo e isso faz com que veja quais são os pintos que estão fracos nos seus estudos e o que tem que tentar começar a estudar mais. 

10. Revisão é tudo 

concurso caixa econômica federal 2021
Créditos: feebsc.org.br

Sempre ao final de um período de estudos, acaba sendo interessante que você faça um tipo de revisão para ver o que tem que ser melhorado e vários outros aspectos relacionados. Olhe o que anotou, o que é importante e escreva  se for necessário. Isso faz com que consiga se recordar do que foi abordado e, assim sendo, tenha mais facilidade em aplicar esse conteúdo na prática. 

Esse também, é o momento que você acaba tendo para tentar se aprofundar em áreas que estavam com dificuldade no começo porque já conseguiu aprender mais sobre o geral dela e tem mais informações sobre o conteúdo para que consiga desmistificar as suas dúvidas. 

Outra dica de revisar caso tenha uma dívida que não tenha sido respondida, é usar o Brainly. Ele é ótimo porque você pode fazer perguntas enquanto outras pessoas trabalham respondendo. 

Conclusão

Neste artigo, abordamos um pouco mais sobre o concurso da Caixa, o que fazer para ter isenção na taxa e até mesmo sobre qual é o site que deve usar para se inscrever e acompanhar todas as novas provas e editais. 

Também abordamos algumas dicas que podem ser úteis para o seu dia a dia caso tenha interesse em fazer parte dessa equipe da Caixa, independente do tipo de formação, seja para ensino médio completo ou ensino superior. 

Uma das dicas, e que muitas vezes acabam sendo ignoradas por estudantes concurseiros, é sobre os dias de descanso. Os dias de descanso são mais que essenciais porque auxiliam o cérebro a fixar o conteúdo. 

Sem contar  que isso ainda  faz com que tenha mais tempo para ficar com a família e ter um momento de lazer – logo, consegue-se afastar as crises de ansiedade que estão sendo cada vez mais comuns no Brasil tanto no cenário das escolas quanto no cenário de quem está prestando concursos públicos. 

 A organização do quarto também, é algo que deve ser salientado porque muitas vezes a pessoa pode estar acostumada com um tipo de bagunça mas isso não quer dizer que ela não fique estressada em seu dia a dia. Tentar arrumar as pastas, folhas e jogar fora o que não é mais usado é uma grande forma de garantir que você terá dias mais relaxantes e terá menos tempo gasto para procurar algum determinado objeto. 

E então, tem mais alguma dúvida sobre o assunto? Comente aqui conosco para que possamos te ajudar e, claro, não esqueça de vir conhecer mais artigos em nosso portal porque temos uma série de guias completos para te ajudar sobre os mais variados assuntos, desde finanças e crédito até esportes, saúde e entretenimento. 

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -