HomeDireitos & Programas SociaisCaixa Seguro Desemprego: Como consultar, sacar e atendimento por telefone

Caixa Seguro Desemprego: Como consultar, sacar e atendimento por telefone

Web Stories

O Caixa Seguro Desemprego  permite que o cidadão tenha direito a sacar um valor de até cinco meses de acordo com os seus últimos três salários até que consiga outro emprego. A criação da lei foi determinada para que a população não ficasse desamparada em um momento de emergência. 

 O cálculo da quantidade de meses que têm para receber pode variar de acordo com o tempo em que contribuiu para o INSS nestes dois últimos anos. Por isso, pode acabar variando de acordo com cada cidadão brasileiro. 

Neste artigo, iremos abordar um pouco mais sobre o que é a Caixa Seguro Desemprego, como fazer a solicitação e vários outros aspectos  importantes para o trabalhador brasileiro. Portanto, se quiser saber mais sobre o assunto, basta que você continue a leitura aqui porque preparamos um guia completo que pode te ajudar. 

Como consultar o seguro desemprego pelo CPF? [Passo a Passo]

Caixa Seguro Desemprego
Créditos:noticias.r7.com
  • Caso queira fazer a consulta do pagamento para saber se ele já foi aprovado ou se já entrou na sua conta bancária, é importante que o usuário acesse o site oficial da Caixa ao clicar aqui. 
  • Depois disso, deve-se clicar na aba de CONSULTA BENEFÍCIO que irá aparecer laranja na sua tela. 
  • Agora, basta que você faça o login usando o seu número do NIS, número de identificação social, e também em relação ao seu CPF (Cadastro de Pessoa Física). 
  • Pronto, agora você tem acesso a todos os dados em relação ao seu seguro desemprego e até mesmo se o benefício já foi aprovado para ser depositado na sua conta. 

Posso sacar seguro desemprego na Caixa?

Onde eu posso sacar o seguro desemprego? Essa acaba sendo uma pergunta de muitos brasileiros que acabaram de ficar demitidos  sem justa causa e que  nunca solicitaram o seguro. 

Em suma, o valor é depositado pelo banco da Caixa através do Cartão Cidadão, que é um cartão da instituição que não conta com a cobrança de anuidade. Esse mesmo cartão também é destinado aos brasileiros que precisam sacar o valor do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) e até mesmo em relação ao abono salarial do PIS  que é pago ao menos uma vez por ano. 

MEI tem direito a Caixa Seguro Desemprego?

Caixa Seguro Desemprego
Créditos:rafadelamano.jusbrasil.com.br
- Continua Depois da Publicidade -

O MEI, microempreendedor individual, é um regime de empresa mais simplificado e facilitado que conta com apenas duas obrigações, sendo a primeira de declarar o valor d e faturamento anual que não pode ser superior a R$ 81 mil e a segunda de estar sempre em dia com o pagamento mensal do DAS MEI que tem o valor máximo de até R$ 66,5 e que já conta tanto com os impostos quanto com a contribuição para a previdência social. 

Lembra que no parágrafo acima abordamos sobre o fato de que o MEI é uma empresa? Para a lei brasileira, quem atua como pessoa jurídica não conta com vínculos empregatícios e, devido a isso, não tem direito de receber o abono salarial, FGTS, férias, seguro desemprego e vários outros direitos. Mesmo que esteja trabalhando para outra empresa há anos. 

Portanto, vale salientar que o MEI não tem direito. Mas, caso o colaborador que for contratado por ele com carteira assinada seja demitido, o mesmo terá direito a receber porque o colaborador estava atuando como CLT e não como pessoa jurídica.

Como ver se o seguro desemprego está liberado de maneira fácil?

 Como já foi dito anteriormente, é necessário que você abra o site da Caixa Seguro Desemprego ou então baixe o aplicativo que está disponível tanto para a Play Store quanto para a Apple Store de forma simplificada e sem complicação alguma. 

Caso queira saber se ele foi aprovado e não conseguir acessar, também existe a alternativa de entrar em contato com a Caixa Seguro Desemprego e até mesmo de ir presencialmente até uma agência física da instituição: elas estão em praticamente todas as cidades e contam com pessoas q7alidfiicadas para prestar todo o atendimento necessário. 

Caixa Seguro Desemprego: preciso pagar a taxa para ter o meu dinheiro do seguro desemprego caindo na conta? 

caixa seguro desemprego
Créditos:direito2.com.br

Outra dúvida que ́ é bastante comum dos cidadãos brasileiros é em relação ao fato de ter que pagar algum tipo de taxa mensal como anuidade para que  se possa usar o Caixa Seguro Desemprego. 

No entanto, vale salientar que não é necessário e que se pode receber o valor de forma totalmente gratuita usando apenas o cartão cidadão que é um cartão da caixa totalmente gratuito que é usado tanto para o abono quanto o FGTS, Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. 

Para fazer a solicitação, deve-se ir até uma agência física com um comprovante de residência ao mesmo tempo em que se deve levar um documento de identificação do usuário e cidadão, principalmente em relação ao seu CPF (Cadastro de Pessoa Física).

- Continua Depois da Publicidade -

 Vale salientar que os trabalhadores brasileiros que atuam como servidores públicos não devem contar com  uma conta na Caixa e, sim, no  Banco do Brasil visto que não recebem o PIS mas, sim, o PASEP. 

Fale com o atendimento por telefone da Caixa de forma fácil 

 Os clientes podem entrar em contato com a Caixa através do número 0800 726 011 caso tenham algum tipo de operação que tenha sido realizada a dois anos ou menos e que desejam consultar. Também existe a alternativa de ligar para a caixa que estão mais r´x9ma da sua residência – para saber o  número da instituição, neste caso visto que pode ser alterado de acordo com cada região, deve-se abrir o Google Maps, digitar CAIXA e ver o telefone da agência no cadastro. 

Outros benefícios que podem ser consultados pela Caixa

Além do Caixa Seguro Desemprego, vale salientar que outros benefícios também podem ser consultados no portal da Caixa.  Por isso, caso esteja atuando como um servidor CLT ou público, deve ficar de olho no aplicativo ou no site oficial para estar ciente de que não tem nada para receber. Abaixo, separamos quais são os dois principais deles que devem ser analisados no portal da Caixa e quem é o cidadão que tem direito. 

Abono

O abono salarial é um programa social destinado somente para os trabalhadores que contam com a  renda de até dois salários mínimos por mês brutos e que atuaram ao menos um mês durante o ano base como carteira de trabalho assinada. Outro aspecto é que o cidadão deve estar inscrito no sistema do PIS há 5 anos ou mais e que a empresa tem que ter fornecido os seus dados de forma correta através do sistema do RAIS. 

O valor máximo que pode ser sacado por cada cidadão é de um salário que é destinado para quem trabalhou durante todo o ano base completo. Para saber quanto tem para receber basta acessar o aplicativo da Caixa ou então, dividir o valor de um salário mínimo por 12 e multiplicar  o resultado pela quantidade de meses que foram trabalhados durante o ano base. 

FGTS

Assim como a contribuição para o INSS, também faz parte das obrigações da empresa pagar sempre em dia o FGTS (Fundo De Garantia por Tempo de Serviço). E, quando o colaborador é demitido, ele ainda tem direito a multa em que se deve ganhar o valor de 40% sobre o que tem de saldo. 

O saldo do FGTS pode ser sacado somente em questões bastante específicas, sendo elas: 

  • Em caso de demissão sem justa causa. 
  • Aposentadoria do trabalhador. 
  • Necessidade do dinheiro para o financiamento da casa própria. Não pode retirar o valor do saldo para o pagamento  de carro ou moto.
  • Morte do colaborador, o que dá direito dos seus herdeiros em retirar o valor do saldo.

Atualmente, é determinado que ao menos 8% do salário do colaborador seja destinado ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. O que acaba sendo negativo para a maioria dos cidadãos devido ao fato de que o valor que está na instituição de Caixa rende apenas 3% ao ano, o que está bem abaixo da inflação brasileira que é de 10,06% ao ano.  

Onde posso sacar o seguro desemprego sem cartão?

- Continua Depois da Publicidade -

Você sabia que ainda existe a alternativa de sacar o seu valor de seguro desemprego sem ter um cartão em mãos? Sim, isso é muito fácil e basta ir até uma conta da Caixa e clicar na aba de SAQUE SEM CARTÃO. Depois disso, o sistema irá pedir algumas informações sobre o seu perfil como o CPF (Cadastro de Pessoa Física) e informar corretamente. 

Pronto! Se tiver algum saque ainda para sacar, estará ali na sua conta pronto para ser retirado. No entanto, caso ainda não tenha nada na conta, pode ter acontecido duas coisas: ou o seu pedido foi negativo e deve ser contestado por algum motivo ou então, já recebeu a parcela do mês ou ainda não chegou no dia para receber. 

Como ver saldo do cartão Caixa? 

 A consulta do saldo que tem disponível no seu cartão Caixa pode ser feita de duas formas diferentes, sendo através do aplicativo mediante login com a instituição e informação do seu NIS e até mesmo em relação ao número de telefone da instituição:  0800-726-0207 – das 10h às 18h. Pode-se entrar em contato durante todos os dias úteis menos durante os feriados para que seja possível receber todo o acesso que for necessário em relação ao saldo, valores a receber e até mesmo benefícios sociais que são garantidos pelo INSS como em relação ao seguro desemprego. 

Tem aplicativo do Cartão Cidadão?

Sim! O aplicativo Caixa Cidadão que muitas pessoas falam é o mesmo que o Caixa Seguro Desemprego porque permite que os seus usuários façam uma consulta completa do valor que podem receber do seguro desemprego, abono salarial e  até mesmo em relação ao FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). 

O aplicativo tem o acesso totalmente gratuito e se preferir, ainda pode entrar usando apenas a conta do GOV que conta com uma solicitação de seu CPF e senha. Por lá, você consegue até mesmo saber se a empresa está pagando os seus direitos em dia ou se algo está atrasado para que possa ser cobrado perante a lei. 

De acordo com a lei do CLT, o cidadão tem até cinco anos decorridos para entrar na justiça para exigir o pagamento do seu FGTS e de outros direitos, caso contrário, pode perder a chance de exigência. 

Conclusão

 Neste artigo, abordamos um pouco mais sobre o que é Caixa Seguro Desemprego e quem pode sacar o benefício após ter sido demitido. Devido ao fato de ser um programa social destinado somente para quem tem vínculos empregatícios, quem atua como MEI, microempreendedor individual, não pode receber. Doente quem está atuando com a carteira assinada durante o ano base tem direito. 

E, caso tenha ficado desempregado e esteja sem capacidade para enviar currículos e procurar emprego devido a alguma doença, ainda conta com a possibilidade de ter acesso ao seguro doença que pode durar por tempo determinado pelo médico da perícia do INSS que irá analisar o seu caso e dar uma quantidade a mais de meses para ficar em casa. 

Em suma, o tempo em que se pode ser beneficiado com o Caixa Seguro Desemprego pode variar de acordo com a quantidade de meses que foram construídos para o INSS e até mesmo em relação ao valor que tem como base os últimos três meses. Vale salientar que as férias que são recebidas e até mesmo o décimo podem ser contabilizados neste cálculo para saber quanto que vai receber do programa social. 

Outro ponto é que além do Caixa Seguro Desemprego, os cidadãos ainda podem contar com a centralização de dados em relação ao FGTS (Fundo de Garantia do tempo de Serviço) que pode variar de acordo com o tempo trabalhado e até mesmo com saldo de abono caso o seu salário seja inferior a dois salários ,mínimos. 

E então, tem mais alguma dúvida sobre o assunto? Comente aqui com a gente para que possamos te ajudar e, claro, não esqueça de vir conhecer mais publicações do Flame Content porque tem muita coisa aqui que pode te ajudar a entender mais sobre direitos dos trabalhadores e finanças. 

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -