HomeDireitos & Programas SociaisCaixa FGTS: Como consultar extrato, cadastrar e atendimento por telefone

Caixa FGTS: Como consultar extrato, cadastrar e atendimento por telefone

Web Stories

A Caixa FGTS permite que os trabalhadores tenham acesso ao valor do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço de acordo com o tempo que foi trabalhado. Em alguns casos, também se consegue ter acesso ao saldo antes mesmo de ter sido demitido sem justa causa como em caso de acidentes ou de situações de emergência na cidade em que atua.

Em suma, o Governo Federal começou a estudar durante o ano de 2022 a possibilidade até mesmo de cancelar o FGTS e a multa do FGTS de 40% que deve ser paga sobre o valor de saldo que o cidadão possui  em sua conta. O objetivo era de estimular a economia das empresas e de pagar um valor fixo ao cidadão por 30 meses após ter sido demitido através de um novo programa social. Mas, ele não acabou sendo bem aceito pela população. 

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço deve ser pago mensalmente pela empresa na qual se trabalha e, caso contrário, o colaborador tem até 5 anos para entrar na justiça e solicitar que haja o pagamento em dia do valor que faltou ser depositado. Caso contrário, se passar deste prazo máximo que é determinado pelo Ministério do Trabalho e da Previdência, perde-se o que se tem direito. 

Enfim, neste artigo, separamos um guia completo que pode te ajudar a entender mais sobre quem tem direito à Caixa FGTS, como consultar saldo e até mesmo quais são os números da instituição para que seja possível entrar em contato caso tenha alguma dúvida. 

Leia também: Telefones Santander: Financiamentos, cartões, sac, ouvidoria, 4004 e 0800

Tenho o FGTS liberado? Veja como descobrir

caixa FGTS
Créditos:diariodonordeste.verdesmares.com.br
- Continua Depois da Publicidade -

A Caixa FGTS libera o saldo de acordo com o mês de aniversário de cada cidadão ou então, quando ele está seguindo com uma série de requisitos como ter sido demitido por justa causa ou estar com o contrato rompido  pela empresa. Caso tenha  optado pelo saque aniversário, existe um dia que o valor fica disponível para saque e o prazo máximo que ele está disponibilizado. 

Veja, abaixo, o calendário completo destinado para o ano de 2022. Os calendários são divulgados sempre no começo do ano através do site oficial da agência bancária. 

Mês de nascimento Período de pagamento
Grupos que nasceram durante o mês de Janeiro 3 de janeiro até o prazo máximo do dia 31 de março
Grupos que nasceram durante o mês de Fevereiro 1º de fevereiro até o prazo máximo do dia 29 de abril
Grupos que nasceram durante o mês de Março 2 de março até o prazo máximo do dia 31 de maio
Grupos que nasceram durante o mês de Abril 1º de abril até o prazo máximo do dia 30 de junho
Grupos que nasceram durante o mês de Maio 2 de maio até o prazo máximo do dia 29 de julho
Grupos que nasceram durante o mês de Junho 1º de junho até o prazo máximo do dia 31 de agosto
Grupos que nasceram durante o mês de Julho 1º de julho até o prazo máximo do dia 30 de setembro
Grupos que nasceram durante o mês de Agosto 1º de agosto até o prazo máximo do dia 31 de outubro
Grupos que nasceram durante o mês de Setembro 1º de setembro até o prazo máximo do dia 30 de novembro
Grupos que nasceram durante o mês de Outubro 3 de outubro até o prazo máximo do dia 30 de dezembro
Grupos que nasceram durante o mês de Novembro 1º de novembro até o prazo máximo do dia  31 de janeiro de 2023
Grupos que nasceram durante o mês de Dezembro 1º de dezembro até o prazo máximo do dia 28 de fevereiro de 2023

Leia mais: Cartões de Crédito Santander: Tipos, fatura, como solicitar e desbloquear

Como saber se tenho direito de sacar? 

Não são todos os brasileiros que possuem o direito de sacar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Por isso, neste artigo, separamos um guia que pode auxiliar a entender se você tem direito ao benefício que deve ser pago por todas as empresas aos seus funcionários que estão atuando com a carteira de trabalho assinada. 

  • Término de determinado contrato que tinha o prazo para fim determinado entre a marca e o contrato. 
  • Em caso de demissão sem justa causa. A demissão por justa causa acontece quando o cidadão fere algumas das regras que estão previstas pela CLT
  • Na rescisão de algum contrato que tenha sido criado pela empresa com um funcionário mas que tenha sido cortado apenas pelo CNPJ )Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica sem que o colaborador tenha feito nada de errado para isso. 
  • Quando a empresa acaba fechando. Ou seja, houve o encerramento das atividades de todos os setores ou de um setor específico no qual o colaborador estava atuando em conjunto e, devido a isso, os seus serviços não eram mais necessários. 
  • No final do contrato devido a uma culpa maior que não tenha relação com o colaborador. 
  • Na quebra de um contrato em que houve o acordo entre a empresa e o colaborador, dando a ele o direito de sacar o valor de até 80% do que tem em seu saldo. 
  • Na suspensão de um contrato que tivesse a duração de 90 dias ou mais, que foi criado com tempo determinado para terminar. 
  • Em caso de falecimento do colaborador, dando direito aos herdeiros de sacarem o valor que ainda está em saldo. 
  • No caso de que houver algum desastre natural e que houver a liberação da Caixa. Neste caso, não são todas as pessoas que podem sacar 100% do valor e conta-se com um teto máximo que pode ser liberado. Um exemplo disso é o caso de Minas Gerais e o excesso de chuvas em janeiro de 2022 em que as cidades fizeram a liberação de até R$ 6,2 mil para cada cidadão que tinha o saldo a receber. 
  • Quando a pessoa que está com  o saldo tem um dependente de alguém que sofre com o vírus do HIV ou tem mais de 60 anos de idade. 
  • Em caso de aposentadoria, que permite que o saldo seja retirado no mesmo momento em toda a sua totalidade, mesmo que a carteira de trabalho continue assinada pelo empregador. 
  • Quando o colaborador está há 3 anos ou mais sem estar atuando com a carteira de trabalho assinada. Isso pode acontecer devido ao fato de que está desempregado ou então, pelo fato de que o mesmo pode ter se tornado um MEI, microempreendedor individual, que pode faturar o valor de até R$ 81 mil por ano e realizar a contratação e até um funcionário. 
  • Se o colaborador foi identificado com alguma doença de estágio terminal que pode ocasionar em sua morte, tem o direito de solicitar a retirada de todo o valor do FGTS para que seja deixado como herança ou então, gasto nos processos de tratamento. 
  • Para que haja a aquisição da casa própria através do financiamento com o desconto de uma porcentagem sobre o valor que é depositado. Vale salientar que o saldo da Caixa FGTS não pode ser usado para quem está pensando em financiar um veículo como carro, moto e outro. Para ter direito ao financiamento, é importante que o cidadão esteja recebendo o saldo por pelo menos três anos e que esteja em um emprego estável. Não são todos os bancos que aceitam retirar do FGTS o valor. POr isso, pesquisar sobre as instituições que aceitam é uma forma de ter acesso ao crédito. 

Como me cadastrar para receber o FGTS? [Passo a Passo]

caixa FGTS
Créditos:suno.com.br

 Caso queira começar a receber a Caixa FGTS através do mês de aniversário, deve-se baixar o aplicativo do Governo federal chamado Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Depois disso, deve-se fazer o login  usando a conta GOV que irá pedir o seu CPF (Cadastro de Pessoa Física) e senha. 

Se ainda não tiver uma conta GOV, pode criar uma. Para isso, será necessário comprovar a identidade e mostrar informações em relação à sua última contribuição para o INSS e até mesmo em relação ao nome de pai e mãe. As perguntas são feitas pelo sistema devido ao fato de que precisam comprovar que realmente é aquele cidadão que está tentando acessar o saldo. 

Essa conta do GOV ainda permite que o cidadão tenha acesso simplificado a todo o extrato de suas contribuições para o INSS, dados em relação a  empresas que tem no nome se tiver alguma e muitos outros aspectos interessantes. Por isso, após criar a sua, é importante que você guarde sempre a senha em um local que seja seguro. 

Leia mais: Código banco Santander: Para realizar transferência TED e cadastros

Saiba como sacar o valor da Caixa FGTS 

- Continua Depois da Publicidade -

 O saque da Caixa FGTS pode ser feito através do cartão cidadão que é emitido pela Caixa e que não conta com a cobrança de nenhum tipo de anuidade. Para fazer um, é importante ir até uma agência física com o comprovante de residência e também com o CPF (Cadastro De Pessoa Física). 

Vale salientar que o cartão cidadão também é usado pelos brasileiros para várias outras funções como em relação ao  abono salarial do PIS e Pasep que é destinado aos brasileiros que atuaram ao menos um mês durante o ano base de pagamento e que tiveram o salário referente a até dois salários mínimos.

Toda a consulta do saldo que está disponível para liberação no ano deve ser feita através do celular ou do computador mediante um acesso GOV. 

Aplicativo FGTS não funciona, o que fazer?

 Se o seu aplicativo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço não estiver funcionando, é necessário que você entre em contato com a Caixa pelos números que serão indicados ao final deste artigo. Outra alternativa é esperar cerca de 1 hora para tentar entrar de novo devido ao fato de que muitas pessoas podem estar consultando o saldo em um mesmo momento e, assim sendo, deixam o app mais sobrecarregado do que é previsto pelo servidor. 

Entre em contato com o atendimento da Caixa por telefone de forma rápida

 Caso tenha interesse em entrar em contato com a Caixa para resolver pendências em relação ao FGTS ou pelo aplicativo ter deixado de funcionar, é necessário que você use o número 3004-1104 (Capitais e regiões metropolitanas) ou 0800-726-0104 (Demais regiões). A instituição também está atendendo os seus clientes através do Whatsapp e, devido a isso, permite uma comunicação ainda mais flexível através de mensagens. 

Leia mais: Santander SX: Benefícios do cartão de crédito Visa, limites e como solicitar

Conclusão

 Neste artigo, abordamos um pouco mais sobre a Caixa FGTS e o direito dos cidadãos brasileiros em ter acesso ao saldo. Ultimamente, o STF. O Supremo Tribunal Federal, vem analisando a possibilidade do Governo Federal até mesmo reajustar o valor devido à inflação elevada que está fazendo com que muitos beneficiários não queiram deixar o saldo na instituição. 

Para se ter uma ideia, somente no ano de 2021, a inflação acumulada foi de 10,06% ao ano, enquanto o rendimento do fundo chegou a apenas 3%. Ou seja, supondo que tenha o valor de R$ 100 investido, é como se a desvalorização do dinheiro tivesse feito você perder R$ 10,06 enquanto o rendimento foi de R$ 3. Ou seja, ainda saiu com um saldo negativo de R$ 7. O problema não está nem mesmo nos saldos de valores mais baixos como também naqueles que são  mais elevados devido ao fato de que o prejuízo pode ser muito grande. 

- Continua Depois da Publicidade -

Leia também: Banco Santander: Empresa, Internet banking, financiamentos, cartões e mais

O argumento do Governo Federal e do Ministério do Trabalho e da Previdência é que as dúvidas públicas estão elevadas e que não existe a possibilidade de aumentar o valor do Fundo aos cidadãos de acordo com a inflação. 

No ano de 2022, o governo estava estudando aumentar o saldo que estava na conta dos cidadãos em até 10%. No entanto, o projeto não foi aprovado e ficou em análise – inclusive, é estimado que até mesmo tenha sido esquecido. 

E então, tem mais alguma dúvida sobre o assunto? Comente aqui com a gente para que possamos te ajudar. Não esqueça de vir conhecer mais publicações de nosso site oficial porque temos muitos artigos que abordam mais sobre finanças e instituições bancárias. 

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Talvez Você se Interesse

- Publicidade -